Neutro:

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Bem-vindes à Desciclopédia

A enciclopédia livre de conteúdx que qualquer [email protected] pode editar.

59 523 [email protected] · 199 100 imagens

Ajuda

Embaixada

[email protected]

Políticxs

Portal comunitárie

Mídia

Chat

Contribuir

[email protected] em destaque
Após a renascença Da Vinci se aventurou como pirata, o que lhe acarretou problemas de pele, confira o antes e depois.

Reis absolutos, comerciantes astutos, clero que mete medo e o povo que no meio de toda essa renovação ficou chupando o dedo, o que isso tem haver com o tal Renascimento? Ele não foi um monte de pinturas de caras viadinhos? Não. O termo Renascimento é usado para descrever a arte da época sim, mas esse termo é mais para dar uma ideia do todo, imaginem uma metáfora daquelas super elaboradas do glorioso Presidente Lula, foi alguém com a mesma genialidade que definiu o termo. Um cara, provavelmente agnóstico, que mandou a igreja à merda, achou a Idade Média um tempo perdido pela humanidade e como nesse novo momento da história renascem a política, a economia e o espírito desbravador europeu, o autor da metáfora achou que os áureos tempos de Roma e Grécia retornaram, afinal a arte retoma esses conceitos da Antiguidade. Então esse homem, genialmente, diz que ocorreu um renascimento, isso é de revirar Rei Arthur e Tomás de Aquino no túmulo, pois os chamou de mortos, não que não estejam, mas disse que a vida deles foi na merda, como se a idade moderna tivesse sido muito melhor. O termo renascimento é utilizado em contraposição à Idade das Trevas, mas já que a coisa pegou, né? Vamos utilizar e danem-se os cavaleiros medievais.



Nestx dia...


Sabia que...


 
Apresentação
Batata desciclo sem texto.gif

[email protected] à Desciclopédia, uma (des)enciclopédia escrita com a colaboração de seus leitores e suas leitoras. A Desciclopédia é [email protected] site de humor debochade e seua conteúde não deve ser levade a sé[email protected] Todas as nossas regras e políticas convergem para umx só princípix: ser engraçadx e não apenas idiota. É umx princípix amoral, mas que implica numa ética subjacente. Significa que, [email protected] âmbite da Desciclopédia, só podem ter procedência as críticas que se refiram à qualidade divertida de [email protected] [email protected] Não tem, portante, nenhum sentide tentar defender @s mé[email protected] morais ou artí[email protected] de algue que você gosta (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenha side sacaneade [email protected] [email protected] da Desciclopédia. Essas coisas não interessam nem [email protected] honorável pouquinhe aqui.


Participação

Todes podem publicar conteúdx on-line desde que não sejam vândalxs ou desrespeitem as regras.

Dentre as diversas páginas de ajuda à sua disposição, estão as que explicam como criar [email protected] [email protected], editar [email protected] [email protected] ou inserir uma imagem. Em caso de dúvidas, não hesite em perguntar e dar sua apnião.


Comunidade

A comunidade vem crescende dia após dia. Porém precisamos de mais colaboradorxs para podermos ampliar @ nú[email protected] de [email protected] em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar @s que já existem.


Projetos irmãos e projetas irmãs

A Desciclopédia existe graças à entidade sem fins lucratives Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera váries projetes em diversas línguas, sempre com conteúdx livre:

Lista completaComeçar uma nova edição