Holelelê Diver

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

O álbum Holelelê Diver foi a tragédia cometida por uma parceria entre Ronnie James Dio e o Exaltasamba, que marcou a criação do Pagode Metal, um gênero que tanto para pagodeiros quanto para metaleiros é uma mizéra.

História[editar]

A capa de Holelelê Diver, que graças a Dio nunca foi lançado.

Após deixar o Black Sabbath por divergências quanto ao prejuízo pelos espelhos das casas de show que quebrava com sua voz, Ronnie resolveu que deveria esfriar a cabeça viajando para algum país paradisíaco com muito sol, água, whisky e prostitutas. A decisão não seria mais óbvia: é claro que ele escolheu o Brasil. Dio veio para cá escondido, de jangada. Chegando no Rio de Janeiro, Ronnie foi sequestrado e levado para a favela da Rocinha. Após ouvir algumas músicas do Exaltasamba, já de cara cheia decidiu montar uma parceria com os caras. Assim surgiu Holelelê Diver, que depois de sua produção foi escondido a sete chaves num baú em um buraco no porão de sua mansão nos EUA para que ninguém o descobrisse, mas um fiel revoltado da IURD acabou localizando e destruindo a fita por se tratar de uma demo.

Músicas[editar]

  1. "Stand Up and Volta Comigo, Amor"
  2. "Holelelê Diver"
  3. "Já tentei"
  4. "Caught in the Minissaia"
  5. "Don't Talk to Pessoa Errada"
  6. "Straight Through the Fugidinha"
  7. "Abandonado"
  8. "Rainbow Naquela Lua que Brilha Lá no Céu"
  9. "Shame On, Tchau e Bença"

Vídeo exclusivo[editar]

Ouça também[editar]