Desnotícias:Clubes europeus criam a Master League da vida real

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

LONDRES, Inglaterra

Em um claro ato de desafio à autoridade da UEFA e principalmente da FIFA, onze dos maiores clubes europeus (e o Tottenham, que só foi convidado para que o campeonato ficasse com um número par de times) decidiram abandonar a estrutura tradicional do futebol e montar sua própria competição, que para a raiva da FIFA, se chamará Master League. A princípio, a competição, claramente inspirada na Euroliga de basquete, contará com quinze membros fixos, que estarão lá não importa o que aconteça, além de um número variável de três a cinco times convidados a cada ano, sendo desconhecido o critério pelo qual eles foram convidados.

Os clubes fundadores incluem gigantes tradicionais do continente como Real Madrid, Barcelona, Manchester United, Liverpool, Milan, Inter de Milão e Juventus, clubes bilionários como Chelsea e Manchester City, o Atlético de Madrid pra ser aquele participante de reality show que não faz nada mas mesmo assim sobrevive quase até o final, e dois alívios cômicos em Arsenal e Tottenham.

Paris Saint-Germain, Bayern de Munique e Borussia Dortmund foram convidados para o grupo de fundadores de tal liga, mas rejeitaram o convite, preferindo manter-se nas ligas nacionais por diversos motivos, que variam desde a manutenção de hegemonias até a possibilidade de finalmente conquistar a orelhuda após torrar bilhões de euros em investimentos com jogadores das mais variadas estirpes.

Alexander Ceferin, presidente da UEFA, disse que os clubes que confirmarem sua participação em tal certame serão excluídos de quaisquer competições europeias ou nacionais. Gianni Infantino, presidente da FIFA, considerou a proposta um insulto, já que, além de não ser sancionada pela FIFA, não pode ser reproduzida pelo jogo homônimo, já que tomou a ideia do concorrente, e adiantou que os jogadores que participarem desta competição não poderão representar suas seleções, tendo que ser substituídos por jogadores com exatamente os mesmos atributos, mas só que com nomes e aparência totalmente diferentes, ou seja, Cristiano Ronaldo deixará de existir, sendo substituído por Tó Madeira.

Em enquete no GloboEsporte, os internautas reprovaram fortemente a criação de tal competição, e disseram que, em caso de suspensão dos jogadores presentes na Master League, Tite deveria substituir Roberto Firmino e Gabriel Jesus por Allejo e Castolo.

Cquote1.svg Mal posso esperar para ver Castolo, o herói do Hexa®, estrear e mostrar para estes nutellas o que é um artilheiro de verdade Cquote2.svg
VascaínoCorno9987654, em comentário na enquete

Fontes[editar]

Compartilhe
essa desnotícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram