Coreia da Morte

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Kim-jong-un-pose.jpg ESTE ARTIGO TRATA DE REPRESSÃO E DITADURA

Você deve aceitar calado(a) o que está escrito aqui sem duvidar de nada,
ou correrá o risco de sumir misteriosamente.

Coreia do Norte: ame ou deixe!
Ditaduratumulo.jpg
CUIDADO!!! CONTEÚDO EXPLOSIVO!

Esta página contém elementos bélicos, químicos, atômicos ou bombásticos,
podendo causar um grande estrago no computador (e na mente) do leitor.
Funny Explosion.jpg

한국中村선말鋤焼
Ka GaRu Ife Deu
Império Ditatorial Comunista Nuclear da Coleia do Nolte
Bandeira da Coreia do Norte
Brasão de Armas Foice e Martelo da Coreia do Norte
Bandeira Brasão
Lema: "Nah Dah"
Hino nacional: Viva o Comunismo (미국에 죽음)

Localização de Império Ditatorial Comunista Nuclear da Coleia do Nolte

Capital Pingue Pongue
Cidade mais populosa Tênis de Mesa
Língua Coreano
Religião oficial Kim jong-unismo (34%)
Socialismo (33%)
Ateismo (33%)
Budismo (exterminada)
Cristianismo (exterminada)
Governo Ditadura Socialista/Comunista
 - Ditador Baixinho dos Zoio Cortado
Heróis Nacionais Gordinho legal
Área  
 - Total 50% da Coreia km² 
 - Água (%) Não se sabe sobre os outros 50%
Analfabetismo Proibido a divulgação desses dados, mas a quantia é de 100 
População Um monte de lascados e o Grande e Querido Líder Kim Jong-un 
PIB per Capita Proibido a divulgação desses dados 
IDH 0.666 
Moeda Caraminguás da Coreia do Norte, aceitas apenas na Coreia do Norte e na Venezuela
Fuso horário Proibido a divulgação desses dados
Clima Proibido a divulgação desses dados
Website governamental Proibido a divulgação desses dados


Cquote1.svg É o paraíso, um exemplo para o mundo Cquote2.svg
Algum comunista filho da puta burro para caralho sobre a Coreia do Norte

Coreia do Norte é um pequeno país na Ásia, vizinho da Coreia do Sul, conhecido mundialmente por ser um dos últimos redutos do satanismo no universo e por suas estátuas fenomenais do presidente, fotografias e cartazes de Kim Il-sung, pinturas de Kim Il-sung, chaveiros na forma da cabeça de Kim Il-sung, pôsteres com escravos trabalhadores rurais felizes, proibição de liberdade de expressão, fazendeiros de colhendo grãos exuberantes nos campos e miniaturas de armas nucleares.

História[editar]

Antiga Coreia[editar]

Antigamente, a Coreia do Norte era unida com a Coreia do Sul, e muitas vezes eram criados muitos reinos tipo Confederação Byeonhan, Confederação Jinhan, Confederação Mahan, etc, o que é nada relevante pois não explica o que levou essa nação da parte norte ficar tão CAGADA a ponto de ser governada por um pivete pançudo, feio, anão, mimado, gordo e louco.

Não existe, portanto, isso de "antiga Coreia". Palavras como Gojoseon, Goguryeo, Goryeo, Joseon, tudo isso é invenção de historiadores e arqueólogos imperialistas que querem subversivamente fazer o povo norte-coreano acreditar que eles foram criados antes de 1945, o que absolutamente não é verdade. Para os que insistem nessa ideia absurda, o único modo aceitável de abordar o assunto é dizer que Gojoseon no norte era maior e mais importante que Jin ao sul, e que posteriormente Goguryeo era maior e mais importante que Silla e Baekje no sul, e que a Dinastia Joseon foi uma gloriosa época de 505 anos no qual os norte-coreanos dominaram os sul-coreanos.

Império Coreano e a invasão otaku[editar]

O Império Coreano foi uma ideia bizarra e atrasada de tentar imitar o Império Chinês e o Império Japonês, mas não se manteve nem por 13 anos porque um bando de otaku fedido veio do mar e invadiu o país em 1910. Por 35 anos os japoneses impuseram um regime de terror no qual todos coreanos passaram a ser obrigados a assistir animes, escutar j-pop e comer miojo todo dia. Isso sem mencionar outras coisas terríveis como lolicon, estupro por tentáculos e karaokê.

Divisão da Coreia[editar]

A Coreia do Norte surgiu em 1945 como uma necessidade do Japão e da Coreia do Sul de encontrar um lugar para se livrar de seus "cidadãos" indesejados: Aqueles que eram os mais burros (tiravam nota 0 no PISA e defendiam que a melhor solução para um país seria transformar todos em agricultores fodidos e que todos meios de produção pertencessem ao governo), os mais feios (difícil isso, pois todos são iguais...), os mais vagabundos (os que cochilaram por 1,8623 segundos durante a jornada de 24 horas de trabalho e estudo diária dos japoneses e sul-coreanos e que desejavam que o governo dessem a eles tudo). Com a ajuda da União Soviética (que depois foi embora para nunca mais voltar) foi então criado um quintal na Ásia para alojar esses seres imprestáveis e parasitas às economias do Japão e Coléia do Sul né?

Desde então, existem duas Coreias, uma rica que segue o capetalista, onde todos os cidadãos maiores de 2 anos de idade servem às forças armadas, possuem currículos de 96 páginas no mínimo, 8 idiomas fluentes no mínimo, MBA em Negócios, MBA em gestão de negócios, MBA em RH, MBA em Ingrêis, MBA em gestão empresarial, MBA em Como-cozinhar-usando-o-cachorro, MBA em Como-puxar-o-tapete-de-todos-seus-coleguinhas-de-colégio-e-trabalho-eternamente, MBA em Como-morar-em-um-espaço-de-1 metro quadrado, MBA em Mangás, MBA em StarCraft. Isso tudo NO MÍNIMO, pois disputam vagas de Trainees nas empresas japinhas desde os 2 anos de idade, para satisfazerem os egos doentios de seus pais fracassados por ganharem menos que seu vizinho, e a outra Coreia pobre, podre e comunista onde as criancinhas são amedrontadas por fanáticos e lavadores cerebrais, com fetiches surreais/galíciopseudotransbizarros pelo homossexual enrustido sádico fetichista Che Guevara, e ficam inventando quinquilharias patéticas para os ocidentais debilóides por filmes bizarros japoneses que são proibidos no país.

Guerra da Coreia[editar]

A divisão da Coreia não foi de todo pacífica, a parte norte (Coreia do Norte) se revoltou, pois queria uma Coreia unificada e e totalmente comunista e nada Cconsumista. Aliou-se com a China e fez a Guerra da Coreia. O seu exercito era composto de camponeses armados com estalinhos de festa junina pensando que conseguem combater 3 mil helicópteros apache e 500 mísseis intercontinentais comandados por pessoas que vestem jeans, o Exército Americano, um adversário que os norte-coreanos considera formidável porque os americanos são altamente conhecidos por serem a tropa mais retardada, hilária, fanfarronista, extravagante, exagerada, confusa e gay de todos os países do mundo. Mesmo assim o exército norte-coreano com muitos tratores expulsou o Jaspion e o Daileon de seu território, que foi vendido a um Gordinho Saliente da Coreia que instalou bordéis e zonas para testes nucleares, tornando-se o rei supremo da história da nova Coreia do Norte. Logo as tropas capetalistas da ONU sentaram os pequeninos cacetes nos norte-coreanos e até hoje organizam o cessar-fogo entre as duas Coreias.

Governo Kim Il-sung[editar]

O verdadeiro líder da Coreia do Norte era na verdade um parasita alienígena localizado na nuca de Kim Il-sung. Posteriormente o parasita residiu no escroto de Kim Jong-Il e atualmente está na pança inchada de Kim Jong-un.

O evento mais importante da história da Coreia do Norte é o ano de 1912 (ano 1 da era Juche). Naquele ano, em 15 de abril, no momento em que o Titanic afundava como símbolo da corrupção e do declínio da burguesia ocidental, o Eterno Líder Kim Il-sung nascia por inspiração divina incorporando em seu ser a essência do comunismo celestial. Cada passo dado pelo líder eterno Kim Il-sung na Terra foi um jato de energia cósmica positiva que trilhou o futuro da Coreia do Norte. O líder eterno Kim Il-sung libertou a Coreia da ocupação japonesa, defendeu sua pátria contra a agressão americana e criou o melhor governo da face da Terra. Ele pessoalmente construiu o comunismo da República Popular Democrática da Coreia. O maior coreano de todos os tempos, Kim Il-sung jamais morreu, mas se tornou a divindade suprema.

Kim Il-sung, conhecido como Mauricio de Souza coreano, se torna o ditador do país. A Coreia do Norte vê seus antigos amigos União Soviética (Rússia) e China traírem o movimento Marquissista comunista, isolando a Coreia do Norte economicamente e mentalmente do delírio psicótico capitalista que tomava conta do mundo. Por causa disso a Coreia do Norte atinge índices de alfabetização, de emprego, saúde, e de qualidade de vida mais altos que os "melhores países" do mundo, conquistando assim o título de o pior país do mundo. As excentricidades da grandíssima família Kim viravam piada ao longo das patéticas tentativas do EUA de demonizar o país, e mesmo com escrotas décadas de poder dos comunistas a população ainda quer mais Kim no poder. Kim se auto intitulou Líder Supremo e MC comedor de cu de ianque, com super poderes de conseguir governar a nação mais perigosa do mundo que também é a mais fraca que existe, tudo dependendo de quanto LSD o "jornalista" enfiou no cu naquele dia. Mandou "zerar" o calendário, transformando o "Ano Zero" Norte-Coreano o ano em que ele teve sua primeira experiência comunista, que foi ter uma orgia na frente dos fantasmas de Klaus Marques e José dos Estalos, naquela ejaculação retrógrada veio a epifania de fazer o pior país do mundo que também seria o melhor.

Governo Kim Jong-il[editar]

Kim Jong-il avaliando os famosos pepinos norte-coreanos, usados para agraciar o cu de alguns habitantes pouco amigáveis ao regime.

O filho de Deus, Kim Jong-il, nasceu no topo do Monte Baekdu, região cercada por muitas lendas e mitos. Seu nascimento foi anunciado pelo canto das andorinhas no momento em que flores desabrocharam, um arco-íris duplo se formou sobre a montanha e uma estrela cadente apareceu no céu como um sinal do nascimento do futuro líder. Filho de Deus Kim Jong-Il, coube a Kim Jong-il o legado de continuar o excelente trabalho de seu pai em uma época em que as forças do mal uniram forças ao redor do mundo para acabar com a sagrada Coreia do Norte. A União Soviética havia traído a ideia do comunismo, pelo qual os deuses puniram com justiça fazendo-os se desmantelar em 1991. Enquanto a República Popular da China não hesitava em abertamente negociar com os maiores inimigos possíveis - EUA, Japão e Coreia do Sul. Certamente o castigo de Deus espera os chineses por isso. Mas graças a uma inspiração divina, Kim Jong-il construiu a bomba atômica norte-coreana que está ali pronta para se livrar de todos os inimigos da Verdadeira Coreia.

Kim Jong-il era outro líder senil-pseudo-hermafrodita que ficava fazendo chantagens infantis em troca de benefícios internacionais com sua bomba atômica fake, até que seu truque ficassem velho demais e ninguém mais desse ouvidos a ele. Suas excentricidades e bichices loucas em relação a seu papai que é um retardado foram ainda mais aperfeiçoadas. Usava sapatos de salto alto para parecer um "homem" alto", também usava um enchimento de algodão na região do púbis onde se alojava o seu minúsculo pauzinho ou pênis. E para finalizar, ele tem fetiche por nadar pelado em piscinas com boias de bichinhos (como ursinhos e golfinhos), e ele sempre está fingindo se afogar para ser resgatado por um militar ocidental fardado e musculoso, o que satisfaz o seu fetiche comunista. Kim Jong-il em seu governo tinha o costume de mandar instalar câmeras escondidas nos banheiros masculinos dos quartéis, e depois solicitar as imagens, e ficar horas e horas a fio analisando, sozinho, em sua sauna repleta de vibradores, os "homens". Se ele gostar de algum, manda trazê-lo à força e o mantém sob sua égide sexual gay até cansar e mandar matar o infeliz escolhido. Do minúsculo pênis do morto, é feita uma rifa entre os generais de alto escalão. Muitas vezes, acabam trazendo uma mulher, pois esses seres são tão idênticos uns aos outros que nem se diferencia mulheres de homens.

Você pode estar se perguntando, qual o fim do nosso segundo líder? Acontece que os imperialistas desonestos dos Estados Unidos dispararam um enorme míssil intercontinental de 10 quilômetros de tamanho para atingir nossa amada capital, Pingue Pongue. O grande líder que estava descansando na cama com seu roupão de seda pressentiu que havia algo errado naquele dia quando o foguete deixou o Silo no deserto da Califórnia. Não havia tempo a perder, então ele voou para as nuvens direto de sua janela de seu palácio determinado em destruir o míssil. O grande líder voou contra o míssil o mais rápido que pôde para proteger todos seus amados cidadãos da destruição certa, ultrapassando assim a velocidade da luz e encontrando um foguete no início do século XX. Kim Jong-il atingiu a ponta do foguete com seu punho divino, lançando um dispositivo nuclear de 200 megatons para longe, criando um estranho fenômeno na Sibéria em uma área chamada Tunguska. Apesar de seu poder, aquilo foi demais para o corpo de Kim Jong-il que caiu no oceano onde não resistiu e veio a falecer. Nem os tubarões ousaram difamar o corpo do grande líder e uma baleira jubarte resgatou o seu corpo levando-o de volta para a Coreia do Norte onde ele pode ter um enterro digno.

Governo Kim Jong-un[editar]

Seguindo o exemplo de seu finado pai, Kim Jong-un também salva a Coreia da destruição eminente.

A partir de 2011 Kim Jong-un recebe poderes divinos e passa a ser o novo Criador do Mundo, Salvador da Raça Humana e o mais honesto, bondoso, justo, atencioso, poderoso, pele sedosa, pessoa honorável e graciosa na história, atrás apenas de seu pai e avô, sendo Kim Jong-un o entãoa tual campeão infinitamente carismático dos direitos humanos. Esse leitãozinho bastardo mimado que acha que com um "exército" de camponeses mortos de fome e doentes podem aabar com os Estados Unidos. Sua infância regada a hambúrguer de barata e salsichas de cachorro e rato deram a sua característica forma física de botijão de gás, bem como a esterilidade e disfunção erétil que o impossibilita engravidar sua esposa Ri Sol-ju, criando preocupação sobre o próximo sucessor.

A China e Rússia ainda são as maiores aliadas da Coreia do Norte, apesar de tudo, mas não aguentam a chatice, a feiura, o cheiro de sovaco azedo, o bafo de bosta podre e a breguice infanto-juvenil-pançuda do anão gordo ditador norte-coreano, e os Estados Unidos, o Japão e a Coreia do Sul que são considerados os maiores inimigos dela nem se fala, mas sempre surge essa ideia de lanaçr bombas atômicas, e lá vamos nós de novo.

Eventos recentes[editar]

Recentemente, este pequeno país anunciou testes nucleares para amedlontar os Estados Unidos e continua tentando dominar o Mundo, e toda vez que seus militares dizem que vão lançar bombas nucleales, na verdade pretendem fazer chover sobre seus inimigos bilhões de pastéis de flango (pombos), videogames Atari, video-cassetes 4 cabeças, toca-fitas Auto-Reverse, rádio-relógios RoadStar, Relógios G-Shock e bonecas Barbie. Novas leis determinam que os homens norte-coreanos deverão se contentar com mulheres idênticas entre si com as caras inchadas além de apresentarem pelos nos sovacos e outras partes intimas onde jamais serão lavadas, e ainda elas demonstram péssimos cheiros e usam esmaltes vencidos ou secos assim como também usam os xampus que arrepiam os cabelos. Se os norte-coreanos vissem uma ocidental gostosa, destruiriam suas fronteiras reprimidas mesmo com o risco de serem mortos e terem suas famílias punidas.

Volta e meia Kim Jong-un fica gravemente doente, efeitos da obesidade e de senilidade, momento em que os otakus ficam em polvorosa porque voltam os rumores que a sua irmã, Kim Yo-jong, vai assumir o governo, sendo a Kim Yo-jong uma waifu de diversos japoneses gados que amam uma mulher dominadora com cara de má e que pode te esfolar vivo, e coisas do tipo.

Geografia[editar]

Fronteira da Coreia do Norte (esquerda) com a Coreia do Sul (direita).

A geografia da Coreia do Norte, assim como a da Coreia do Sul, consiste em um terreno montanhoso rico em recursos, ideal para a instalação de artilharia antiaérea (apenas por razões pacíficas e defensivas).

A maioria das exuberantes florestas da Coreia do Norte, entretanto, já foram todas foram derrubadas, para grande consternação dos grupos ambientalistas que nada puderam fazer para impedir o avanço e prosperidade norte-coreana. Os ambientalistas só não estavam tão tristes porque não estavam sendo executados por interferir no avanço do país. As árvores se foram e sobraram grandes e prósperas plantações de arroz que alimenta o norte-coreano deixando-o feliz e vivo, longe das ideias da propaganda dos cães imperialistas que espalham mentiras sobre a necessidade de existir florestas que não trazem qualquer benefício econômico para um país.

População[editar]

Banda Moranbong, as cinco waifus particulares do Líder Supremo, um raro caso de que é possível existir alguma norte-coreana bonita, mesmo que se parecem sul-coreanas.

A população da Coreia do Norte é um dado secreto e não divulgado para o mundo, mas alguns documentos de espionagem sugerem que existam 25 milhões de norte-coreanos vivendo como escravos no interior do país. Demograficamente 97% dos norte-coreanos gostariam de morar na Coreia do Sul dentre os quais 100% afirmam que amam a Coreia do Norte na hora das pesquisas, sendo os 3% restantes aqueles que fazem parte do governo como uma espécie de monarquia com nobreza, clero e servos, com proibição total de existirem burgueses, ou seja, um país onde até o líder-supremo do país é servo e precisa adquirir arroz integral da China, vendendo a si e 99% da produção do país. Todos norte-coreanos são de aparências extremamente ridículas e idênticas, com caras de bolacha inchada e com sono, tal qual é o gorducho ridículo ditadorzinho desse inferno comunistóide.

Não existem muitos norte-coreanos fora da Coreia do Norte porque é quase impossível para os residentes deixarem o país. De acordo com a interpretação oficial do governo, a razão para isso é um perigo agudo de confundir passaportes que são quase todos emitidos em nome de "Kim", então o governo para garantir a segurança de seu povo e que nenhuma confusão seja feita com passaportes, decidiu simplesmente não emitir passaportes, resolvendo o problema. Exceção louvável, é claro, aos membros da própria família real Kim Jong que podem visitar a Disneylândia sem problemas. E como o presidente Kim consegue viajar sem ser confundido com outro Kim qualquer? Claroque seu passaporte é falso da República Popular da China.

O residente médio do país é geralmente muito feliz, afinal ele ganha cerca de 800 won líquidos por mês (atualmente equivalente a cerca de 20 dólares americanos, o que dá para comprar arroz). O estado obtém os recursos para oferecer esse salário impressionante cobrando cerca de 80% de imposto de renda por trabalho honesto exercito. Quanto às doações de alimentos feitas por ONGs dos países ocidentais, essa comida é distribuída para cisnes, pavões e patos nos jardins dos palácios de Kim. Quando o cidadão norte-coreano tem algum tempo livre (30 minutos a cada ano bissexto, alternadamente 15 minutos de manhã e 15 minutos a tarde), ele pode assistir a uma das muitas grandes produções cinematográficas norte-coreanas em que o líder supremo, de um homem comum, no final salva o mundo trazendo para ele o socialismo.

A mulher norte-coreana também é um espécime muito estudado, afinal a Coreia do Norte é rica em putas, mulheres que são conhecidas em todos lugares como "chenperentchontchengs". E para essas mulheres a única saída é encher seus seios e bundas com algodão ou papelão, pois suas aparências se assemelham as de crianças da Etiópia. Para mais informações vá à Coreia do Norte e veja como as putas dão ou metem bem forte, mas antes disso você terá que negociar com eles por meses e confirmar que você não é aliado dos Estados Unidos, nem da Coreia do Sul e nem do Japão.

Política[editar]

Eleições populares feitas na Coreia do Norte (aquele homem à esquerda foi punido pelo seu erro grave).

De acordo com a constituição, o objetivo nacional e a única máxima política da democrática Coreia do Norte é "organizar os mais belos desfiles militares do mundo com consideração especial para o desfile dos ultrapassados ​​sedãs Mercedes dos anos 80". A "República Popular Democrática da Coreia" faz jus ao nome e ano após ano, de acordo com relatórios oficiais norte-coreanos, o país recebe homenagens oficiais internacionais por vanguarda em liberdade de expressão e prêmios por ter a democracia mais democrática de todo o mundo. Ninguém sabe por quê. Talvez seja devido ao sorriso brilhante do grande Gordinho Saliente Líder Supremo.

O processo de escolha do novo presidente é muito emocionante: você pega seu pedaço de papel, dobra-o - sem olhar para ele - e depois o joga na urna eleitoral. Deve-se ter cuidado com isso, pois atirar com muita violência pode ser interpretado como raiva do regime e você pode ser punido enquanto simplesmente largar o papel também pode ser visto como indiferença gerando uma punição com a mesma severidade. Nem é preciso dizer o que acontece se você se atrever a ler o papel de voto ou mesmo procurar uma caneta pela sala.

O sistema político norte-coreano segue o que eles chamam de "juche", uma filosofia política na qual o povo da República Popular Democrática da Coreia rejeita a propaganda imperialista subversiva difundida na Internet mundial. Na República Popular Democrática da Coreia (RPDC), todos têm o suficiente de tudo o que precisam para viver em harmonia, pois a RPDC é um país autossuficiente que não precisa importar nenhuma mercadoria, pois vai produzir tudo o que precisa com uma qualidade muito melhor e com uma quantidade necessária sem excedente desnecessário. A RPDC também é um estado completamente independente que não tem que se associar a outros porque é governado pelo Presidente Eterno Líder Supremo que não precisa se rebaixar a negociar com os outros. A RPDC possui o melhor exército do mundo, é capaz de se defender contra qualquer ataque terrestre, marítimo, aéreo e subterrãneo. O progresso tecnológico proporcionado pela filosofia juche inclusive permitiu ao país lançar satélites invisíveis.

E toda a política nacional gira e girará em torno do líder supremo, um homem que deve ser necessariamente gorducho e gostar de nadar parecendo um rinoceronte obeso com reumatismo. Você pode assistir o presidente no Youtube onde um cara chamado Richard Rasmussen entrevista animais assim como os rinocerontes. No mundo todo, aliás, o rinoceronte é um animal cômico ao ponto de fazer as pessoas rirem e ficarem atordoadas, o que é tão engraçado quanto aos filmes como Um Tira da Pesada e Vozozona. Os rinocerontes comem quantidades jactanciosas de hercúleas de batata frita e só tomam Coca-cola disfarçada de água mineral de cor escura para atingiram aquele corpo nada esbelto. Esses atos diários sagrados são assistidos e acessados por 342 marechais, 1.043 almirantes, 2.087 generais-de-aviação, 5.124 generais-de-serviços-secretos, 7.123 generais-de-brigada, 12.467 ministros-de-assuntos-recreativos-VIP, 23.895 coronéis-de-assuntos-de-espionagem, 39.879 brigadeiros-de-assuntos-especiais-excêntricos, 56.897 conselheiros-sexuais, 69.821 pais-de-santo, 98.659 discípulos-de-Walter-Mercado, 102.365 membros-do-conselho-secreto-do-partido-comunista-para-assuntos-constrangedores, 214.986 gogoboys-comunistas, além de uma força-tarefa estimada de 850.000 pessoas envolvidas nas mais complexas tarefas, sendo massagistas eróticas e especialistas em computadores dos anos 1970 que precisam editar imagens usando a altíssima e secreta tecnologia do Photoshop, recentemente descoberta por eles, pois até então o mais moderno computador usado no país para photoshopear era um PDP-11 de 1974 que foi roubado por um revolucionário nomeado Mártir em 1980 na Coreia do Sul, assim como os editores de imagens de DOS também roubaram algo. Os DOS foram descobertos em 1983, mas foram apenas recentemente postos em uso, devido à burocracia comunista tradicional, afinal, rapidez e agilidade são coisas ocidentais venenosas ao povo comunista. O comunismo não tem pressa, afinal, estamos sempre à frente dos capetalistas. E por falar em tecnologia, foram recentemente descobertas e louvadas 3 tecnologias inacreditáveis no ramo da qualidade de vida na Coreia do Norte: Os cientistas descobriram que esfregar bicarbonato de sódio nas axilas diminuem o cheiro de asa azeda; Descobriram que o bicarbonato diminui o mau-hálito; Descobriram que tomar banho reduz os desagradáveis e podres odores corporais. Sendo então, as três descobertas impressionantes.

Subdivisões[editar]

A Coreia do Norte é o único país do mundo que não possui subdivisões, pois a única coisa que seu povo precisa saber é que existe Pyongyang e fora dali só plantação de arroz. Alguns países imperialistas, todavia, subdividem a Coreia do Norte unilateralmente em províncias e alguns campos de concentração (chamados carinhosamente de "Regiões Administrativas Especiais").


Economia[editar]

Trabalhadores norte-coreanos num ambiente de trabalho tão salubre e confortável que podem ficar até 20 horas ali.

A economia da Coreia do Norte está experimentando atualmente um tremendo crescimento. Um crescimento tão forte que mesmo a infraestrutura soberbamente desenvolvida do país não consegue fornecer a capacidade necessária de escoar toda a produção, embora as locomotivas a vapor soviéticas dos anos 1970 já tenham sido reativadas. Localizado no norte, um país relativamente frio, como o carvão deve ser utilizado nas indústrias, para o aquecimento em residências, aquela lareira no meio de uma cabana de 0,5 cômodo, o governo oferece algumas bandeiras dos EUA para serme queimadas.

Se o Partido dos Trabalhadores da Coreia ficar sem dinheiro, isso não é um problema, eles apenas permitem que alguns dólares americanos sejam reimpressos, e para não gerar inflação compram apenas produtos da China com esses dólares, não afetando a macroeconomia nacional.

Sobretudo agrário, a Coreia do Norte é a primeira maior exportadora de repolho do mundo, apenas atrás da Romênia que está em último lugar, perdendo para todos os outros países asiáticos em produção de arroz, sendo também o terceiro maior exportadora de almas gratuitas do mundo, estando a frente do Japão que está em sexto lugar. A agricultura tem importante papel não apenas na economia norte-coreana, mas também no moral de seu povo pois é a agricultura que eleva o espírito do norte-coreano que ao se deparar com aquelas paisagens estéreis sob o sol e o calor excruciantes que destroem as delicadas plantinhas que mal conseguiam formar raízes e as ervas daninhas que crescem demais para permitir que o trigo sequer crie caules, os insistentes trabalhadores não se intimidam com nada disso e fazem de tudo para a plantação dar certo. Sua economia é totalmente baseada no trabalho escravo e gastos na "beleza" do ditador, se você pensa que trabalhar numa fazenda na Coreia do Norte é um trabalho remunerado, pense, vire e vá para a Coreia do Norte perguntar se os coreanos não tem nada para fazer a não ser ficar quietos, assim você ganha 200g de repolho por dia além de ganhar um trabalho sugeridos por escravistas por toda sua vida.

No setor industrial, por falta de máquinas, escravos são usados para o trabalho manual repetitivo. Para aumentar o moral num trabalho tão entediante, nas fábricas norte-coreanas existem alto-falantes que gritam palavras de incentivo para que as pessoas trabalhem mais rápido.

Graças a dinastia da família Kim, a Coreia do Norte é o único país do mundo totalmente auto-insuficiente, ganhando até mesmo da Venezuela.

Turismo[editar]

Olho de Sauron localizado no centro da capital, um dos tantos pontos turísticos.

A Coreia do Norte, apesar de tudo, tem se tornado um popular destino turístico de pessoas curiosas em conhecer como é o cotidiano do pior país do mundo. Sendo assim, o turista vai perceber que após as 17 horas da noite as ruas ficam completamente vazias, e o único lugar que você encontrará pessoas é em cassinos onde apenas é permitida a entrada de turistas estrangeiros em busca de putas. Após esse horário, as patrulhas andam pelas ruas para metralhar e queimar as pessoas vivas que permanecem andando desrespeitando o toque de recolher, pois precisam dormir para conseguirem acordar cedo dispostas a trabalhar no dia seguinte.

Os pontos turísticos estão todos na capital, como o Estádio Primeiro de Maio Rungrado, o maior e único estádio do país com capacidade para 150.000 pessoas. Apesar do tamanho, o estádio não é usado para eventos esportivos, mas sim para festas em homenagem a Kim Il-Sung ou ao estado norte-coreano, onde todos os cidadãos são oferecidos como escravos sexuais aos estrangeiros.

Em 2002, para celebrar os 60 anos de Kim Jong-il, 100.000 pessoas participaram de shows de ginástica e dança erótica homossexual que também é considerada como sadomasoquista e zoofílica em homenagem ao líder, que teve apenas 50.000 espectadores acompanhados de uma brigada de 1.000 soldados armados com vibradores para obrigar o público a aplaudir, é claro.

Infraestrutura[editar]

Transportes[editar]

Mesmo o país não tendo carros, uma invenção imperialista, a Coreia do Norte constrói largas avenidas para exibir a sua capacidade de escravizar pedreiros para construir tais rodovias.

A Coreia do Norte não precisa de carros, essa invenção capitalista opressora incentiva as pessoas a ficarem preguiçosas, e o mesmos e aplica a metrô e ônibus. Por isso, para que o norte-coreano se mantenha saudável e apto ao trabalho braçal, o governo oferece uma bicicleta Caloi aro 26 para cada habitante te rum meio confortável e saudável de se deslocar para o trabalho todas as manhãs. Acredita-se que há apenas 1 carro para 25.000.000 de pessoas e não é aceito alguém andar de moto, charrete, disco voador, foguete americano ou até mesmo russo, catapulta, cavalo e camelo, pois tudo isso representa a cultura estrangeira, o que seria ilegal e passível de punição e morte.

Educação[editar]

Com escolas e universidades sérias, sem aquela putaria que os japoneses fazem das escolas deles, conforme vemos nos animes, as crianças norte-coreanas desde o jardim de infância aprendem que Kim Jong-Un é a pessoa mais bonita, inteligente e amigável do mundo com anedotas locais, contos infantis nos quais Kim salvou os 3 porquinhos, matou o Lobo Mau e salvou a Chapeuzinho Comunista vestida com as cores do partido, plantou um pé de arroz que cresceu até as nuvens onde morava um gigante ganancioso capitalista a quem Kim derrotou, isso sem contar ensinamentos nos quais Kim pode jogar golfe melhor do que Tiger Woods.

Saúde[editar]

A Coreia do Norte se preocupa com a saúde de seus habitante, por isso é obrigatório todos estarem na cama após o pôr do sol para que todos possam descansar para terem energia e saúde para a manhã seguinte. Para fazer isso, as luzes da rua não são acesas antes das 5 da manhã e todos os cidadãos escravos que deixem suas casas após o toque de recolher são sumariamente fuzilados - uma atitude ríspida, mas justa, pelo bem maior. Este programa de toque de recolher é uma parte essencial do controle demográfico norte-coreano: como os trabalhadores mais velhos com mais de 60 anos muitas vezes não tem a agilidade necessária de chegar em suas casas a tempo depois de trabalharem nos campos estes são portanto liquidados, o que permite que apenas 0,02% de todos os norte-coreanos atinjam a idade da aposentadoria que é de 80 anos. O cidadão norte-coreano vive, portanto, em um mundo feliz e afirmativo, rico em vitamina K que oferece tudo o que ele precisa. Rumores de que os cidadãos deste país estão sendo torturados, oprimidos, negligenciados e mantidos estúpidos e pobres obviamente são irrealistas, teorias respondidas pelo Líder Supremo Kim Jong-Un com a citação "Você ainda tem o direito de expressar livremente sua opinião, se eu concordar."

Na Coreia do Norte não existem aleijados, cegos, coxos e vítimas de acidentes industriais. Estes são levados para tratamento no interior do país em clínica especializadas e nunca mais voltam porque, conforme o governo central, aquele lugar é tão maravilhoso que seu parente decidiu nunca mais voltar, é verdade.

Segurança[editar]

Na Coreia do Norte não é permitido a traição entre as famílias, se um primo de 50 anos cometer um crime violento como escolher o emprego estrangeiro, ligar o rádio na AM, falar sobre televisão, rir, dar a opinião sobre o Big Brother Coreia do Norte, olhar para o lado enquanto caminha, parar o trabalho escravo para cagar, mijar, respirar, dormir, tomar água ou se matar, a família toda será presa por 3 ou mais gerações, ou até mesmo morta em público por ter um parente malcriado, pois todas essas coisas impuras ofendem o princípio comunista juche de hereditariedade dos maus costumes. Há casos extremos de famílias de norte-coreanos serem mortas pois um de seus primos de segundo grau era pobre ao ponto de se matar de fome, o que é considerado suicídio e passível de punição por ser desperdício de mão de obra semi-escrava, pois passar fome é uma ordem, uma MODA, e um estilo de vida na Coreia do Norte, moda que TODOS devem seguir, a não ser os membros do paltido comunistóide. Os únicos membros da família que não são mortos são os bebês e os animais, pois eles são doados ou leiloados para norte-coreanos que também são pobres e podem os usar para fazer ensopados, pois são muito baratos e vendidos a quilo. Carne humana e de cachorro são parecidas, segundo eles. Quase qualquer tipo de crime cometido por um membro inútil da família todos ficarão sabendo e cientes que tem um parente inútil e malcriado.

Exército[editar]

A ideia norte-coreana sobre semar a paz.

O alistamento militar norte-coreano é obrigatório para homens e mulheres de 2 a 99 anos. Por isso 99.999% (1% pro lanche da tarde do Kim Jong-un) do PIB do país é gasto na indústria bélica e pseudo-nuclear, que não é muita coisa, isso explica um armamento precário vindo da época em que Stalin brincava de tiro ao pombo com a luftwaffe e mísseis que enguiçam 10 segundos após o lançamento ser preparado explodindo então em seus silos de 1925. Essa tecnologia revolucionária dos anos 20 é o orgulho da cópia barata nacional que todos os norte-coreanos santificam diariamente graças às suas lavagens cerebrais aplicadas nas escolas.

A Coreia do Norte, que sempre acha que assustará alguém, tem um arsenal nuclear arrasador que contém no total 10 bombas que seriam usadas contra 9.400 dos Estados Unidos e 12.000 da Coreia do Sul. Os atuais equipamentos doe xército norte-coreanos são:

4 fuzis dos anos 50;
3 garruchas velhas falsas datadas 1885;
3 gibis do Chacrinha;
2 baladeiras (sendo 1 com a liga ruida);
1 geladeira quebrada com a porta escorada servindo como armário;
1 fogão também quebrado cheio de baratas;
2 AK-47 de brinquedo;
1 fuzil padrão musketBaby (versão KIDs são fabricados pela Estrela em 1982 com capacidade de 2 tiros por minuto para fazer propagandas e ameaçar o mundo com suas terríveis armas de brinquedo).

Comunicações[editar]

Google Maps entendendo a Coreia do Norte.

A Coreia do Norte é uma das nações mais isoladas do mundo onde é proibido o uso de celulares e internet, também é proibido falar qualquer coisa que seja merda com qualquer pessoa, não é legal andar na rua (principalmente após às 17 horas), não é permitido a condução de veículos por mulheres, e não são permitidos traidores e mendigos (99.988888% da população é considerada mendiga).

É permitido apenas o uso de internet caso o governo norte-coreano aceite, pois ele preparou bastante sites inúteis para que você acesse para perder o seu tempo com informações falsas que podem te levar à lavagem cerebral. Um dos sites preparados é o famoso Big Brother Kim Jong-un (BBK), cujo site mostra cenas e/ou imagens editadas via photoshop do ditador Kim Jong-sei-lá-o-quê onde esse é exibido cagando no gramado de sua residência. Os seus excrementos são considerados um atentado e terrorismo, pois podem causar diversas doenças por serem infecciosos, radioativos e tóxicos com cheiros de esterco que deverão ser recolhidos manualmente pelos infelizes escravos que estão condenados. Os excrementos serão utilizados como oferenda sagrada aos Deuses comunistas, assim como o Lenin, Stalin e Marx. Kim Jong-un tem dificuldades para mijar, pois seu pênis é pequeno no meio de suas banhas e pança fedida. A Coreia do Norte também aplicou uma lei onde os homens somente vão poder ter um tipo de corte de cabelo e terão que viver sem o Instagram onde é uma rede social de mulheres nuas que recebem várias punhetas em homenagem às suas belezas.

Há poucas linhas de telefones fixos na capital e são todas pertencentes a membros do alto escalão do partido norte-coreano, trazendo sobretudo conteúdos eróticos englobando a imbecil cômica saga comunista e a liberados para o 0900 do Walter Mercado e seus discípulos.

Todos os canais de televisão são de dentro da própria Coreia do Norte, sempre louvando as ridículas e caricatas figuras inúteis do partido comunista, fazendo o povo se tornar idiota, não é permitido assistir a conteúdos sul-coreanos ou americanos, pois geraria a execução do infrator em público na frente da família e das crianças, assistir a conteúdos russos ou chineses gerariam apenas em prisões. A população norte-coreana gosta de passar fome e alimentar a pança AVANTAJADA de Kim Jong-un, comendo baratas. Atualmente estão sem ter o que ver no Netflix, até porque nunca existiu Netflix nesse país, nem ao menos Domingão do Faustão, e MUITO menos Programa Silvio Santos. Isso explica o porquê de Kim Jong-un estar sempre ameaçando os Estados Unidos, o Japão e a Coreia do Sul através de bombas nucleares inexistentes, pois não tem o que fazer, pois em sua TV não pega a Globosta nem o SBsTEIRA.

Há também um eficiente serviço de correios, os carteiros contam com bicicletas para entregarem correspondências entre as províncias. Uma carta demora em média de 21 anos a 25 anos para ser entregue, mesmo a um quarteirão de distância.

Cultura[editar]

Livrobase.jpg
A Desciclopédia possui um livro sobre esse assunto em sua biblioteca: Um dia como cidadão norte-coreano


Norte-coreanos comuns num momento de lazer.

A Coreia do Norte é reduto dos mais abismáveis topetes e cortes de cabelo do novo milênio. A expressão cultural mais presente no país é essa norma que obriga todo norte-coreano ter aquele cabelinho de "cortar na frente e pica atrás".

Em todo lugar que você vai há pôsteres com fotos de Kim Il-sung, Kim Jong-il e Kim Jong-un, nas paredes das escolas, das bibliotecas, dos bares, dos mercadinhos, dos puteiros, e de etc., e se tirar os pôsteres ou sequer tocá-los tomará prisão e pena de morte, envolvendo tortura sua e de toda a sua família, como sempre. As estátuas de Kim Il-sung, Kim Jong-il e Kim Jong-un são encontradas a 1 ou a cada 2 metros de distância uma da outra, e não se ajoelhar por 1 minuto ao passar na frente delas é crime. Tudo na Coreia do Norte é crime, até mesmo peidar na presença da estátua de Kim Il-sung é crime, ao peidar, você deve pedir desculpas ao ditador e ao partido comunista, caso contrário, estará desonrando o país, despurificando sua honra, atentando contra o partido, traindo o povo e os ideais. Nunca peide. Jamais. Isso é coisa de ocidentais que estão podres por dentro e traidores que serão mortos em público.

Os norte-coreanos que são presos são encaminhados para postos de escravidão, todos acusados de fazer ações em horas erradas como o ato de comer, beber, estudar, trabalhar, rir, cagar, peidar, mijar, tomar banho, escovar os dentes - caso não são caminhados para posto de escravidão, logo estão sob pena de ser queimados vivos ou afogados, assim como toda a família que está viva também poderá ser punida. Aqueles que efetuam quaisquer uma dessas atitudes depravadas, insanas e impuras, que destroem a filosofia comunista do governo estarão sujeitos a todas as punições impossíveis. A única atitude aceitável e pura para o regime norte-coreano é ficar ajoelhado 24 horas por dia sem comer, beber ou respirar diante de uma estátua inútil do boneco ditador que é uma Ivete Sangalo mimado e fantoche que está a serviço de um cômico sistema pseudo-atriofílico-satírico-debochado-comunista.

Na Coreia do Norte é preciso ter licença para portes de celulares e máquinas fotográficas, sendo que essas licenças na Coreia do Norte são tão complicadas de serem obtidas quanto um combo simples de transplante de rim, fígado, coração, pâncreas, tripas no Brasil através do SUS.

Culinária[editar]

Cquote1.svg Não acredite em propagandas capetalistas da América como 'Mc'Donalds', como vê, somos muito bem alimentados. Cquote2.svg diz o supremo líder para seus soldados norte-coreanos se preparando para refeição mensal (na verdade é uma montagem de Photoshop barata encomendada a um prestador de serviços russo que estava desempregado, pois aqueles alimentos nem sequer são conhecidos por lá). A falsidade da foto é perceptível pelas caretas faciais que eles estão fazendo ao olhar para a comida estragada, inspecionada grão por grão pelo presidente eleito democraticamente.

A República Popular Democrática da Coreia é o primeiro país do mundo a construir uma sociedade sem classes, sendo assim o estado garante uma ração alimentar suficiente para todos (100 g de arroz por dia), sendo que cada cidadão tem a obrigação de ele mesmo caçar e capturar um cachorro caso realmente queira carne. Os mendigos que trabalham como escravos deverão comer ratos, e até mesmo uns aos outros.

A comida é toda racionada e distribuída mensalmente pelo exército, você pode ser executado por estocar ou esconder alimentos, e acredita-se que o Líder Supremo pretenda acabar com a fome do país criando coelhos gigantes, ele obriga também os trabalhadores a examinarem cada grão de arroz para garantir qualidade no tamanho e cor, pois ele realmente precisa comer tudo.

Religião[editar]

Cita3.pngVários milhares de anos atrás, a Ásia estava envolta em trevas, sem entidades separando a Luz das Trevas. O Eterno Presidente Kim Il-sung então disse "Eu formarei o sol glorioso para representar a Melhor Coreia, e ele brilhará sobre o mundo como um exemplo de meu poder". E o Eterno Presidente Kim Il-sung criou o sol, e foi glorioso!Cita4.png

As religiões são permitidas na Coreia do Norte, com a pequena ressalva de que todos devem adorar a Dinastia Kim como deuses. Os cristãos são torturados e espancados até a morte por se recusarem obstinadamente a adorar grandes estátuas de bronze do chefe de estado maior do que qualquer Jesus Cristo que nunca fez nada pelos norte-coreanos. Portanto, o país chega à situação engraçada em que os católicos norte-coreanos adoram Kim Jong-Un como o Filho de Deus, Kim Jong-Il como Deus Pai e Kim Il-Sung como o Espírito Santo. Como alternativa, os protestantes retratam Jesus Cristo com três cabeças dos três líderes supremos. A figura de Kim Jong-Un com barba e turbante é sagrada para os muçulmanos norte-coreanos que o homenageiam com longos jejuns de vontade unilaterais.

Ver também[editar]

Flag-map Coreia do Norte.png Coreia do Norte
HistóriaGeografiaDemografia
PolíticaSubdivisõesEconomia
MoedaTurismoCultura
BandeiraBrasãoHino
Jackiechan.jpg
Ásia
v d e h

Países: Afeganistão | Arábia Saudita | Armênia | Azerbaijão | Bahrein | Bangladesh | Brunei | Butão | Camboja | Cazaquistão | China | Chipre | Coreia do Norte | Coreia do Sul | Egito | Emirados Árabes | Filipinas | Geórgia | Iêmen | Índia | Indonésia | Irã | Iraque | Israel | Japão | Jordânia | Kuwait | Laos | Líbano | Malásia | Maldivas | Mongólia | Myanmar | Nepal | Omã | Paquistão | Qatar | Quirguistão | Rússia | Singapura | Síria | Sri Lanka | Tadjiquistão | Tailândia | Timor-Leste | Turcomenistão | Turquia | Uzbequistão | Vietnã

Territórios: Abecásia | Caxemira | Chipre do Norte | Coreia | Curdistão | Estado Islâmico | Goa | Hong Kong | Ilhas Spratly | Macau | Manchúria | Ossétia do Sul | Palestina (Cisjordânia e Faixa de Gaza) | República de Artsaque | Taiwan | Território Britânico do Oceano Índico | Tibete