Band-Maid

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
ASA.jpg

Yeaah! Band-Maid é algo relacionado a J-Rock!!!

De preferência, leia-o de olhos fechados

Phantasmagoria 8265.jpg
Bandeide
Band-Maid.jpg
Ô lá em casa...
só pra fazerem uma faxina, claro.
Origem Bandeira do Japão Japão
País Como foi dito, Bandeira do Japão Japão
Período 2013 - atualmente
Gênero(s) Heavy metal, hard rock, J-rock
Gravadora(s) Várias
Integrante(s)
  • Miku Kobato
  • Kanami Tōno
  • Akane Hirose
  • Misa
  • Saiki Atsumi
  • Ex-integrante(s) Enfermeira Joy
    Site oficial Não entre, com certeza tem vírus


    Band-Maid, ou como é mais conhecida, Babymetal pra pessoas normais, ESTILIZADO COMO "BAND-MAID" PORQUE AQUI É ROCK PORRA, é uma banda de metal pesadão formada em 2013 no Japão. É o resultado de quando minas japonesas aleatórias se juntam pra fazer uma banda de rock/metal que não foca em fazer música pra introdução de animes. A banda canta em japonês e engrish, mas o inglês da vocalista é tão "bom" que parece que ela tá cantando em japonês mesmo, não faz diferença nenhuma.

    História[editar]

    Miku Kobato, guitarrista e fundadora da banda, trabalhava em um maid café, o lugar com mais otakus por metro quadrado do planeta, na cidade de Aquienrabaram, famosa por esses restaurantes com mulheres com uniforme de mulher empregada doméstica, mas ela odiava o fedor do sovaco de quem frequentava seu local de trabalho. Miku era obrigada a tocar guitarra 36 horas por dia a pedido de seus pais e quis ter uma banda só pra usar o uniforme de faxineira, que é muito style, e ainda por cima, depois dos shows, pode aproveitar e ir trabalhar de empregada de verdade mesmo.

    Ela sabe o que você fez no verão passado

    Procurou na deep web — único lugar onde teria outra japonesa, viva ou morta, que tocasse instrumento, gostaria de ter uma banda DE METAL e fosse minimamente bonita — outras membras para compor a banda. Achou uma guitarrista com cara de bunda que é muito braba na guitarra e faz altos solos, Kanami Tōno. No começo ela era cantora e compositora pois não tinham achado um rostinho bonito e que usasse as cordas vocais direito. Kanami Tōno, por sua vez, convidou, sem ninguém pedir, a sua amiga colegial (o artigo agora é da banda Scandal) e baterista Akane Hirose, o sobrenome é quase virose só que não é, ela é feinha mas é simpática e dá pro gasto na bateria. Agora tava na vez da Akane recomendar alguém. A pressão era tanta que ela recomendou a baixista Misa, que frequentava a mesma escola de música que ela, Hogwarts[1]. E pronto! Já tinha membras suficientes pra fazer shows e ganhar rios de ienes.

    A banda histérica com a fama

    O primeiro show foi em julho de 2013, e foi uma droga, pois os contratantes do show acharam que elas iam só limpar o palco e não fazer um show. Elas perceberam que precisavam de uma vocalista gostosa pra parecer um pouco mais uma banda de verdade, então falaram foda-se para as habilidades vocais de Tōno e recrutaram a gostosona Saiki Atsumi. Com ela, a banda ficou completa, pois ainda não precisam de uma tecladista, gaitista ou sanfonista. Ainda...

    Visual e filosofia[editar]

    Esse visual meigo e inocente, de quem parece que apenas quer arrumar o teu quarto, contrasta com o susto que o ouvinte que recém descobriu a banda tem ao abrir uma música delas e ser recebido com barulhos violentos de instrumentos, pois o ouvinte idiota achou que era apenas mais uma banda de K-pop feminina. Ele não viu os instrumentos pois estava hipnotizado com as belas damas da banda.

    A banda leva muito a sério a filosofia das Maid Girls. Elas se referem aos fãs como: "Gados", as fãs mulheres como: " ", nada, porque mulher não escuta rock pesado, e os shows como: "caralho, tem uma hora de show ainda pra fazer, preferia ir ver o filme do Pelé".

    Ver também[editar]