Velho chapado

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Velhadaslu.jpg Velho chapado é uma velharia!

Provavelmente é de madeira, na cor bege, quadrado, gigantesco e possui durabilidade eterna. Se vandalizar este artigo, um moderador malvado vai jogar um Nokia 97/98 na sua cabeça!

Primeiro-celular-do-mundo2.JPG
Corpo cerveja.jpg Cquote1.png Ê-iê-iê-iê... Cquote2.png

Este artigo tem cheiro de porre! O autor está caído na calçada, gorfando álcool puro. Melhore este artigo e ganhará 6 litros de uísque, mas se vandalizar, será obrigado a tomar Devassa quente!


A alegria eterna de todo e qualquer show decente de metal.

Cquote1.png Você quis dizer: Bikudo Noiado Cquote2.png
Google sobre Velho chapado

Quase uma entidade, quase um semideus, uma criatura é aguardada em todo e qualquer show de metal, punk ou similares, o velho chapado. Esse ente é sagrado, e ao mesmo tempo um ser pagão, que sem o mesmo qualquer show se torna uma coisa bizarra e sem graça, mas como ele todo e qualquer show se torna uma perfeita lenda inesquecível.

Vida e obra[editar]

O velho chapado é um ser bizarro, pois ele acredita-se que se estivesse em seu estado de sobriedade factual dificilmente entraria num show de rock, provavelmente estaria numa seresta, num brega estilo Reginaldo Rossi ou até uma versão mais moderna, como o tecnobrega. Mas após tomar uma quantidade ainda não determinada de conteúdo etílico ele aparentemente começa a bagunçar seu detector musical e começa a despertar nele um sentimento animalesco que o torna mais metaleiro headbanger ou punk que qualquer outro existente na face da terra e naquele show em que ele invadiu sem nem saber do que se tratava, achando que ia rolar uma apresentação de Frank Sinatra ou de Agnaldo Timóteo e de repente começa o pessoal no mosh e muita pancadaria comendo solta entre aqueles seres feiosos com camisetas pretas com estampas de bandas e pulseiras de porco nas mãos, mó cara de nego do metaaaaaaaaaaaaaaaaal puro e definitivo, mas não são nada, eu repito, NADA diante do velho chapado. O velho chapado é tão baratinado das ideias que é capaz de entrar numa roda "punk" e sair completamente ileso de dentro dela, ao passo que seus companheiros de "brincadeira" estarão provavelmente abatidos, outros em coma diante do comportamento errático do velho bêbado, que apesar de bêbado não cai no meio da roda, e quando cai, segue a velha máxima dos filósofos brasileiros: "Beber, Cair e Levantar". Bem, as vezes ele vai mais cair que levantar, na verdade, mas é certo que ele vai descer a mão em todo mundo lá dentro. O velho chapado consegue despertar dentro de si uma alma tão maligna que ele não tem pena de ninguém ao seu redor, nem de si mesmo.

Por isso, é instituição praticamente certa que um show precisa de um ou mais velhos chapados num show, eles fazem a alegria de qualquer evento assim, muito mais importante do que bandinhas quaisquer, a parada é o velho chapado!

Típicas coisas que um velho bêbado faz num show ou outros lugares[editar]

  • Entra na roda com sua roupinha com propaganda de "Super Moura Deputado Federal 4343" ou de algum bloco carnavalesco;
  • Entra no WC mais do que assiste o show;
  • Cai na roda e xinga todo mundo perguntando se eles não sabem mais dançar forró direito;
  • Quer beijar o pessoal, mesmo que sejam todos marmanjos de preto com cara de quem vai bater no primeiro viado que aparecer na frente dele;
  • Fica pulando mais que fã doente em show de Luan Santana;
  • Tenta subir no palco pra fazer discurso ou recitar poesias ou falar de como a política do país está uma merda;
  • Diz que "show de white metal" é uma blasfêmia (se ele for um velho chapado E headbanger tr00 from hell apenas, em outros casos - a maioria - no máximo vão perguntar quando que o Altemar Dutra sobe no palco);
  • Fica perturbando dando glórias mais alto que os irmãos ou querendo saber onde que fica o banheiro (quando entra numa igreja);
  • Baixa as calças e faz a Dança da Manivela no meio do frontstage (e consequentemente logo após sai do show um tanto quanto arregaçado).

Veja também (mas não beba também)[editar]