Valtteri Bottas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Valtteri Bottas em 2019.

Cquote1.svg Você quis dizer: Barrichello finlandês? Cquote1.svg
Google sobre Valtteri Bottas
Cquote1.svg E o Bosta também Sérgio, com motor médio (motor médio?) Cquote2.svg
Max Wilson sobre Bottas
Cquote1.svg Mas o Alonso vai incomodar o Bosta Cquote2.svg
Reginaldo Paes Leme sobre Bottas

Valtteri Gato de "Surpriseman" Bottas é um semi-piloto de Fórmula 1, conhecido pelo patrocínio de milhões que é capaz de o levar para algumas equipes falidas e assim poder passear um pouco nos autódromos de Formula 1.

Carreira[editar]

Bottas em algum lugar lá atrás fazendo o que sabe melhor.

Categorias de base[editar]

Bottas de 2006 à 2011 passeou por dezenas de categorias de base ao redor do mundo, sendo coadjuvante em quase todas e ganhando apenas porcarias sem qualquer importância curricular, como Formula Renault 2.0 NEC.

Formula 1[editar]

Williams (2011–2016)[editar]

Tornou-se piloto de testas da Williams em 2011 e 2012 onde ficou fazendo olho gordo, primeiro em cima do Rubinho Barrichello e depois em cima do Bruno Senna, e como ambos tiveram desempenho pífio e Bottas estava cheio de patrocinadores ficou com a vaga em 2013.

Na temporada de formula 1 de 2013, o carro da Williams estava sucateado e Bottas já não é aquelas coisas, então não foi surpresa nenhuma ele ter a estreia mais pífia de um piloto da história da Williams, se arrastando na pista para alcançar míseros 14º lugares, sendo ultrapassado até pela Ferrari defeituosa sem DRS e sem bico de Fernando Alonso que estava cego de um olho no GP do Bahrein.

Em 2014, com um carro de primeiro mundo, à nivel de uma McLaren 2005 ou Ferrari 2004, Bottas migrou da turma do fundão para a turma da frente, inclusive fudendo tudo com seu companheiro de equipe, Felipe Massa, que outra vez vê o fantasma de segundo piloto te rondar, com 4 pódios conquistados pelo Bottas e um 5º lugar no campeonato.

Mercedes (2017–2020)[editar]

Com a aposentadoria de Mico Rosbife (que porra foi isso?), a Mercedes resolveu contratar Bottas pois ele tem o perfil necessário pra ser um bom segundo piloto: Baixinho, loiro dos olhos azuis, cara de trouxa e jeito de garoto almofadinha rico (Não te lembra alguém?). Logo que a temporada começou, Bottas provou ao que veio ao ceder posições a seu companheiro de equipe Hamilton nos três primeiros GPs, dentre os quais conseguiu sua primeira pole da carreira no Bahrein. Na China, foi confundido com seu antecessor e acabou ficando puto e relembrou seus tempos de Williams, camisa 8 do Flamengo, e chegou lá atrás. A corrida seguinte foi na Rússia, e como todo bom finlandês Bottas não pestanejou com o frio gélido de -98°C (também conhecido como "clima de encolher pinto") e passou Vettel e seu compatriota Raikkonen logo no início de prova para conseguir sua primeira vitória na Fórmula 1. Na Áustria, teve uma largada a la Flash fazendo com que o alemão chorão reclamasse no rádio (novidade...), e, contando com Barack Obama ter largado atrás, vence de novo.

v d e h
Pilotos da Fórmula 1