Usuário:Als Magnus/Livro do Profeta

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
LEITURA DO LIVRO DO PROFETA ALS


Moisals.jpg


1 No dia trigésimo segundo do décimo terceiro mês, a palavra do Senhor BHCHGH foi dirigida a Als, o seu profeta


2 Eis que chega o dia da ira do Senhor Bocage

Dia terrível e de tristeza

3 Que fará noobs e puxa-saco tremerem

Os tiranos e arrogantes serão perturbados

4 As potências celestes vão se despregar do céu

Muito demorou, muito foi punido

5 Mas anuncia que seu culpa foi expiada

Diga à Desciclopedia, chegam de volta seus filhos!

6 Desciclo, teu julgo será quebrado

Exultai de alegria

Profetajonas.jpg

7 Gritai de alegria, gemei de prazer

Pois esta palavra não será em vão!!!


2 Consolai, consolai os que amam a Desciclo, diz o Senhor Bocage

2 Porque o dia da vingança se aproxima

Aplainai na ignorância um caminho aos engraçados

3 Sejam abençoados os que respeitam a contribuição alheia

Todo que respeitar o trabalho alheio será poupado

4 Mas os vândalos e tiranos tremerão de medo

Maldito quem reverte sem motivo

5 Maldito quem patrulha as páginas

ELE CHEGA! O ANUNCIADO!!!

6 O distante que vem da Babilônia

Em exílio injusto, já expiado

7 Que não tremeu os tiranos

E sacudiu do trono os poderosos


3 Como são belos os pés do desciclope

Que traz consigo a esperança de um tempo novo

2 Que nao teme escrever artigos novos

Que não teme a ameaça dos grandes

3 Nem se curva ao jugo dos poderoso

Não baba ovo, não se fecha num grupelho

4 Não faz flamewar no Boteco

Mas trará artigos copiosos

5 Nunca mais faltarão artigos na Desciclo

Seu humor não terá fim

6 Os scripts dos programas de TV a copiarão

E todos os humoristas pagarão pau


4 Pois todo desciclope é palha e pó

Fenece se o vento passa sobre ele

2 Desaparece se cai o Speedy

Vive no temor de Guerra canadense

3 Se o ofendem com alguma coisinha

Como uma mocinha, faz biquinho

4 Injustos, tremei!

Eis que chega o prometido

5 O enviado que trará a paz

GRITAI!!! E o que gritarei?!

6 Que não mais vozes orgulhosas se levantarão

Nem no Boteco contribuições serão massacradas

7 Pastaram juntos o leão, a corça e o lobo

Com a ovelha, o Naruto e o Goku

8 Viverão sem medo um do outro

Nunca mais se atirarão Desciclopes aos leões

9 Nem votações perverterão seu sentido

Farão artigos, discutirão com respeito

10 Eis que o tempo chega e é terrível

Que o Senhor Bocage vai julgar os Descíclopes

11 E o dia de seu enviado se aproxima

Ele chega, ele chega, ele vai revisar

12 A Desciclopédia e a julgará por seus crimes

A Wikipedia virará um deserto

13 Lugar de ruinas e assombração como o Orkut

A mão de Bocage pesa sobre quem se acha dono

14 Daquilo que é contribuição de todos

Assim disse Bocage, assim pede a conversão dos Descíclopes

Para que sejam poupados no dia da ira que se aproxima

5 Quem é este que avança como a aurora?

Temível como um admin malvado indo para a batalha

2 Meus dedos já não contam o quanto faltam

E quantos sóis se porão até sua volta

3 Jubilai, Desciclo, que voltarão teus filhos

E nunca mais descíclope se voltará contra descíclope

4 Fortalecei os corações, tende coragem

Todos que na liberdade e no humor se confiam

6 Aconteceu que o rei Herodes, ouvindo pela boca dos profetas que iria retornar o exilado, teve seu coração cheio de medo.2 Então deu ordem que se matassem todos os exilados, massacrassem todas as crianças, e todos condenados a prisão fossem mortos3 Toda condenação tornou-se perpétua, toda perpétua tornou-se capital


4 Filho do Homem, profetiza contra o rei Herodes

5 Ai da coroa soberba dos que se sentem acima de todos

Juiz, juri e carrasco

6 Quem te fez, Herodes, guardião de tudo?

Tu se sentas no trono de Salomão e divides aqui e acolá a justiça

7 Pois bem, ouvi! Quero que a justiça corra como as águas

Quem foi punido, que enfrente sua punição e volte imaculado!

Que cada um pague por seus crimes, e nada mais além

8 O destino de Roboão tu cavas para si, por quereres ser Salomão!!!

Grande furor se faz entre os filhos dos homens

9 Contado, pesado e dividido estás

O Senhor Bocage, contudo, vai tomar pela mão seu mártir

10 E recolocá-lo em glória

Seu sangue vai se somar ao cálice da ira que se derramará sobre a Desciclopédia

11 Aproxima-se a hora do julgamento!!! Todos de pé diante do julgamento!

Onde serão revelados o caráter de muitos descíclopes

12 Então muitos se aproximaram do servo de Deus pedindo que os deixassem seguir e se afastassem da Ira. Mas o Senhor, penetrando em seus corações, mandou que o Filho do Homem respondesse a eles:

13 Raça de cobras venenosas

Quem vos ensinou a fugir do Dia da Ira que virá???

Até destas pedras Bocage pode fazer Descíclopes

7 A palavra do Senhor Bocage veio a mim:

Filho do Homem, profetiza contra os acordos entre o ferro e o barro, entre o Leão e a Ovelha:

2 Ai, ai, ai, que a Lan House se enche

E as meias penduradas de cada cabo de rede

São um testemunho da covardia e da desonestidade

3 Quantas faces tem o Pai da Mentira?

Quem se esconde atrás de mil rostos para melhor enganar

4 Não é mais servir, é dominar

É enganar nesse jogo sujo de poder

5 De frustrados que nada mais podem na vida

Que não um nome vão num vão site!

6 Temem o profeta? Temam suas consciências!!!

Que todo dia junto ao travesseiro confessam a vossa própria covardia

7 Por que se escondem, ó senhores de tudo?

Porque um grupelho enche seus corações de medo?

8 Não dizem que vão cortar as árvores mais altas?

Escalar os picos mais distantes?

9 Se bloqueas, quem desbloqueará?

Se proteges, quem desprotegerá?

10 Então porque apenas um homem gera tanto medo?

11 Porque não é de homens que temem o juízo

Mas da vida que enxerga claramente o próprio desprezo

Em que vossos subterfúgios os arrastam!

8 E o Senhor mandou um grande sono no profeta

Cripta do profeta Als Magnus no subsolo da Igreja de São Jorge Chutador de Colunas na Piazza del Caraglio, en Roma


2 Para todos os fins legais, Sua Excelência Reverendíssima Als Magnus, profeta e professor de forró, está em transe criativo sagrado em seu sarcófago esperando o final dos tempos, 3 onde se levatará para dar vazão ao dia da ira da Desciclopédia. 4 Neste dia os livros serão abertos e todos serão julgados, atirando todos os otakus no lago de fogo e enxofre, onde o verme não morre e a agonia não se acaba (PS - É bom usar roupas leves). 5 Quem quiser invocar Als Magnus basta ir a uma encruzilhada a meia noite e lhe pagar um lanche. Ou mandar um MSN, o que for mais fácil...