Thorin Escudo-de-Carvalho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Thorin)
Ir para: navegação, pesquisa
Donamorte1.jpg Thorin Escudo-de-Carvalho já morreu!

Um pé na cova e outro no sabonete!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Cquote1.png Você quis dizer: Tora do Caralho de Carvalho Cquote2.png
Google sobre Thorin Escudo-de-Carvalho

Cquote1.png Você quis dizer: Thorin Escudo-de-Caralho Cquote2.png
Google sobre Thorin Escudo-de-Carvalho

Cquote1.png Experimente também: Anão Chefe Cquote2.png
Sugestão do Google para Thorin Escudo-de-Carvalho

Cquote1.png Eu vou, eu vou, pra Erebor agora eu vou, eu vou, eu... Cquote2.png
Thorin sobre sua canção favorita

Cquote1.png Ui, esse gosta do carvalho!! Cquote2.png
Elfos sobre Thorin

Cquote1.png A montanha é minha!!! As riquezas são minhas!!! A pedra é minha!!! É tudo meeeeeu!!! Cquote2.png
Thorin sobre sua reação extremamente nobre ao chegarem em Erebor

Thorin em uma ilustração feita por Tolkiemaníacos

Thorin Escudo-de-Carvalho é um anão muito poderoso e metido a fodão, e um dos protagonistas do livro O Hobbit, de J. R. R. Tolkien. Ele se diferencia dos outros anões presentes no livro por ser muito importante, nobre, descendente de reis, e ter um estranha fixação por carvalhos.

Origem[editar]

Nascido na Montanha Solitária na época em que o lugar ainda era um próspero e lucrativo lar de anões mineradores de ouro, Thorin viu, ainda jovem, quando o terrível dragão conhecido como Smaug entrou no local e devorou todo mundo, ao confundir os anões com biscoitinhos de chocolate. Junto com seu pai e avô, Thorin se mandou de lá, deixando todos os seus amigos anões morrerem dolorosamente nas mãos do monstro. A verdade é que Thorin nunca deu a mínima pra eles, mas ele sabia que a montanha era cheia de riquezas e por isso sempre sonhou em voltar pra lá e meter a mão em tudo, principalmente da pedra Arken, uma pedra muito brinlhante e esquisista, que Thorin amava muito, mesmo sendo na verdade uma pedrinha de vidro vagabundo comprada no Paraguai.

Ele participou de muitas guerras junto de exércitos de anões, e foi numa importante batalha que ele adquiriu seu apelido de Escudo de Caralho Carvalho, já que enquanto os outros anões morriam em meio a luta, ele simplesmente tinha parado e começado a fazer coisas doentias e perturbadoras com um pedaço de carvalho longo e duro que ele achou no chão. Quando perguntaram o que diabos ele fazia, Thorin disse que o carvalho era só um escudo, e daí veio o nome.

A Caminho da Montanha[editar]

Certo dia, após o pai e o avô de Thorin terem morrido ambos de formas idiotas por não pagarem o aluguel arranajrem briguinhas com orcs, Thorin resolveu juntar um grupelho de anões vagabundos e juntos do mago Gandalf foram se aventurar até a montanha para matar o dragão e roubar de volta os tesouros de lá. Eles também levaram o hobbit Bilbo Bolseiro, pois precisavam de algum idiota que se sacrifica-se servindo de isca caso o dragão ou algum lobo ou orc tentasse devora-los.

O caminho foi perigoso e cheio de ameças, monstros e vendedores ambulantes no caminho mas, finalmente, eles chegaram no destino e invadiram a montanha para matar o dragão. Inferlizmente todos os anões arregaram quando a hora da batalha chegou e preferiram se esconder em alguma toca na montanha quando o dragão os ameaçou, deixando que o monstro atacasse a cidade próxima, até que finalmente fosse morto pelos humanos, lideradoss por Bard. Esses depois foram até a montanha pedir um pouco do tesouro, já que a criatura que os anões atiçaram destruiu a cidade deles e matou um monte de gente, mas Thorin não quis deixar eles pegarem nada.

Quando eles pediram de novo, Thorin teve um ataque de chilique, chorou que nem uma garotinha, gritou que eram todos chatos, feios, bobos e cara-de-mamões e ameaçou cortar os pulsos e xingar muito no twitter. Ainda de quebra expulsou Bilbo do grupo quando ele, sem querer querendo, deu a pedra Arken para os humanos.

A Batalha dos Cinco Exércitos[editar]

A mote de Thorin, o Rei-sob-a-Montanha........ ou talvez ele estja chamando Gandalf e Biblo para alguma putaria na cama.

Enquanto Thorin continuava com seus intensos chiliques na montanha, imensos exércitos de homens, elfos e anões se juntavam ao redor da montanha, atraídos pela choradeira dele, se perguntando o que poderia causar aqueles berrinhos tão gays. Eles estavam meio desocupados e por isso mesmo, prestes a batalhar entre si, mas logo um exército de orcs e lobos chegou lá, e foi contra eles que eles lutaram. Assim começou uma grande batalha, e vendo ela, THorin logo pparou de choramingar e entrou na briga, pois ele adorava brigas e apanhar.

Morte[editar]

Depois do fim da grande batalha, o sempre safado Bilbo, que deu um jeito de se esconder e nao precisar lutar, descobre que seu amigo Thorin estava todo estuprado ferido e já em seu leito de morte. Ele havia sido ferido pelos orcs durante a luta, mais exatamente num momento em que se distraia com um grande pedaço de tora de madeira que um dos orcs estava usando como arma. Em seu leito de morte, Thorin quis pedir desculpas ao pequeno hobbit por ter ferido seus sentimentos e xoingado ele de coisas feias e malvadas, mas tudo o que ouviu do hobbit antes de morrer foi um belo "Ha ha! Se fodeae anão", seguido de um doloroso chute no meio das pernas.

O último pedido de Thorin foi poder brincar uma última vez com seu alongado e enrijecido escudo de carvalho, e foi brincando com ele que ele faleceu, no dia 24 de novembro, às 24:24 horas. Em seu enterro, o jogaram dentro de uma grande casca de carvalho, junto de toda a sua coleção de "Escudos" de carvalho, todos estranhamente cilindricos e alongados.


v d e h
Universo Tolkieniano
LOTR.png