Thiago Silva

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Thiago Chorão Silva
Thiagochoro.jpg
Quando o Maicon fala que só vai enfiar a cabecinha, mas lembra que pau não tem ombro
Apelidos Chorão
Nascimento 22 de Setembro de 1984
Rio de Janeiro
Nacionalidade Bandeira do Brasil Brasil
Altura 1,84
Peso 79 kg
Posição Zagueiro que acha que é volante
Torto
Clubes Fluminense, PSG
Estilo de Jogo Chorar quando seu time toma gols
Gols Os times que ele defende tomam vários
Prêmios "Melhor choro em uma Copa"


Thiago Silva, simplesmente Thiago Silva é um futebolista brasileiro que atualmente faz ponta no PSG. Ele atua na posição de zagueiro, mas como é o dono do time, ou pelo menos era antes da chegada de Neymar, de vez em quando gosta de jogar como volante.

Suas principais características são tentar sair jogando quando o time adversário encurrala o seu time em seu campo de defesa, o que acarreta em inúmeras roubadas de bola para os rivais, que por sua vez acarreta em vários gols sofridos; outra característica marcante é seu arremate de longa distância. É marcante como ele erra todos os chutes de longe, acertando os torcedores ao fundo do estádio. Há quem atribua essa característica ao fato de Thiago já ter jogado futebol americano na infância, quando marcava muitos field goals.

Também conhecido como o "Capita Chorão", na Copa de 2014 ele foi o único que começou a chorar antes DAQUELA partida, ao saber que seu substituto na partida contra os alemães seria o Dante, que supostamente conhecia os adversários. Nas horas vagas joga vôlei, e por força do hábito, ás vezes acaba colocando a mão na bola no futebol.

Carreira do menino[editar]

Thiago Silva começou surpreendentemente nas categorias de base do Barcelona, onde fez uns testes no infantil. Parecia que era um bom zagueiro, considerado até como o futuro Carles Puyol!

O rapaz, agora mais amadurecido, como profissional, foi jogar no verde time do Juventude. Lá, junto dos gaúchos (chamados erroneamente de gayuchos), ele fez ótimos torneios, principalmente no Campeonato Brasileiro de 2004. Como é fato que é só fazer uma boa temporada que os gringos já te compram, Thiago foi vendido ao Futebol Clube do Porto, o nº3 de Portugal.

Lá, ele não teve muitas chances de jogar, não foi bem aproveitado. Afirmam que isso aconteceu por causa da difícil adaptação de Thiago Silva ao frio de Portugal. Seu empresário, que provavelmente era muito inteligente, mandou o Thiago lá pra Rússia. Isso mesmo, RÚSSIA! Bem, se você não consegue se adaptar ao frio de algum lugar, vá para a Rússia! Depois de voltar de lá congelado você aguenta até o frio de Netuno. Na Rússia, Thiago acabou por ter tuberculose, por causa da inteligência de seu empresário.

Fluminense[editar]

Não é bem esse o faro de gol que ele gostaria de ter

Depois de ficar quatro meses internado, ele voltou para o Brasil, mais precisamente para o Rio de Janeiro onde sofreu com o frio da cidade. Veio para jogar pelo Fluminense , que é o seu time de coração. Thiago é conhecido por ser um dos 15 torcedores do Fluminense ainda vivos.

Como aquele time em 2006 estava um cocozinho, Thiago se sobressaía com boas atuações. Não demorou muito, transformou-se em ídolo dos outros 14 torcedores, algo que até hoje ele considera significativo em sua carreira. Já no ano de 2007, o Flu montou um time um pouco mais digno, onde deu pra conseguir o título de campeão da Copa do Brasil, o caminho mais curto para a Libertadores.

Em 2008, participou da campanha pífia do Fluminense no Brasileirão (a campanha foi ruim porque o Flu "brincou" no Brasileirão, como disse Renato Gaúcho), mas conseguiu levar os tricolores ao vasco-campeonato da Libertadores 2008, onde perderam na final para a altitude Liga de Quito.

Sua despedida do Fluminense foi num lugar especial: dentro de um carro! A torcida compareceu em sua totalidade, mas infelizmente não conseguiu lotar o carro. A despedida do rapaz deu-se depois da sondagem do Milan, no final de 2008.

Milan[editar]

Thiago Silva matando a bola no joelho, comprometendo a zaga

O Monstro começou a jogar pelo Milan num amistoso contra o Ranhover 96, num empate em 2-2, sendo que no segundo gol dos lemães, o terrível monstrão tomou uma caneta do atacante adversário. Mas depois desse jogo, Thiago foi se enturmando, não sentiu tanto frio (pra quem pegou tuberculose na Rússia, a Itália não é nada) e começou a jogar bem os amistosos. Mas deu uma merda, já que tinha uma porrada de estrangeiros na equipa rossonera. Thiago só jogou meses depois, e fez boas partidas, o que não é mistério, já que tem uns caras como Bonera e Yépes, que são horríveis, então, se sobressair sobre eles é tranquilo.

PSG[editar]

Hoje ele está no PSG, onde chegou a formar dupla de zaga com Anderson Varejão durante algum tempo, é um dos melhores zagueiros do mundo (o futebol tem caído muito mesmo ultimamente...).

Seleção Brasileira de Futebol[editar]

Thiago começou a ser convocado para a seleção em 2008, para alguns eliminatórios idiotas, contra Bolívia & afins... Depois fez parte da seleção que tomou um pau da Argentina de Lionel Messi nas Olimpíadas de 2008. Também foi chamado pelo Dunga burro para a Copa do Mundo de 2010, mas ficou no banco.

Foi capitão da Copa do Mundo de 2014, mas tudo que pode fazer foi chorar e assistir do banco o famoso 7x1, já que estava suspenso (não ia fazer muita diferença mesmo...). Depois da Copa perdeu a braçadeira pro Menino Ney e depois de ter feito merda na Copa América de 2015 passou um bom tempo sem ser chamado, até que Otite resolveu dar-lhe uma chance como esquenta banco.

Prêmios[editar]

CounterZero.gifCounterZero.gifCounterZero.gifCounter5.gifCounter7.gifCounter3.gifCounter2.gif
Este é o número de vezes em que Thiago Silva colocou a mão na bola na área