Tasman

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Um casal gay olhando o horizonte de uma das praias nudistas e desertas da Tasmânia de Tasman, sim, a região sofre falta de mulher então muitos recorrem ao homossexualismo.

Tasman é uma outra região da Nova Zelândia desabitada, é a quarta maior em número de população e devia ser bem habitada pois é a região que liga a ilha do sul com a ilha do norte (e bem sucedida) neozelandesa, mas é só pra isso mesmo que serve a região: ligar uma ilha a outra.

História[editar]

Não se sabe quando alguém começou a se interessar pela Nova Zelândia. Até então todo mundo pensava que só a ilha do norte existia, os que moravam mais perto da ilha do sul começaram a chamá-la de "Tasman" que seria a mesma coisa que "Tasmânia", aquela ilha da Austrália.

Nem precisa falar que quem estava no governo da nova zelândia colônia deve ter passado um "conto do vigário" nos puritanos e outras pessoas esquisitonas da inglaterra. É bem simples, você diz que aquele navio vai levar à Austrália quando na verdade leva à Nova Zelândia, para facilitar o golpe mudaram a bandeira da colônia para que ficasse bem semelhante à da Austrália.

A ilha norte precisava de gente para habitar então eles colocavam os imigrantes no fim do horizonte que era o fim da ilha do norte, os colonos ficavam longe da coisa que os neozelandeses podiam chamar de civilização, que era Auckland.

Mas, por outro lado, havia a ilha do sul que eles chamavam de "Tasmanânia" na época. Muitos iam para lá e começaram a habitar algumas regiões ilegalmente e se esconderam no fundo da ilha do sul.

No final, a Nova Zelândia virou um país, muitos ficaram putos e se mudaram para a Austrália de verdade e essa região ficou com o nome de Tasman.

Demografia[editar]

Primeiramente, a população total da região é localizada toda ao redor da capital da região, nem mesmo o interior deve ser habitado. Última vez que contabilizaram eram cinco pessoas no interior e 50 mil ao redor da capital. Esses 50 mil são toda a população de Tasman, algo que é facilmente superado por qualquer cidadezinha de Minas Gerais.

Seja como for, vamos à demografia.

  • Em Tasman...
    • 50% das pessoas se dizem estudantes de intercâmbio.
    • 10% são neo-zelandeses da ilha do norte que se arrependeram de ter se mudado para cá.
    • 20% são australianos
    • 15% são maoris da ilha do norte mas que acham que os ancestrais são da ilha do sul
    • e 5% são Kiwis com cidadania neozelandesa, nenhuma pessoa que tenha nascido na ilha do sul ou em Tasman.

Então, seu vizinho da esquerda e da direita são estudantes bêbados de intercâmbio, o vizinho da frente é um australiano, o padeiro é um neozelandês da ilha do norte, seu professor é um maori e as ratazanas debaixo do porão de sua casa são Kiwis com cidadania. Matar um deles é considerado homicídio!

Nem vamos comentar a falta de mulheres: para cada 50 homens em Tasman, há 1 mulher. Logo é a região com maior concentração gay do país, sendo comparada com o Rio Grande do Sul.