Shrek

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
0547 shrekgato.jpg Pirlimpimpim! Este artigo é encantado!

E é um oferecimento de "Andalásia" estilistas.

Cquote1.png Que todos tenham um final feliz! Cquote2.png

 

Chewbacca.PNG ANIMAAAAAAAL!!!

Este artigo trata de algum animal, ou alguém que pareça um animal, ou alguém com nome de animal, ou alguma bosta que te faz se sentir um animal, ou ainda um ANIMAL. Licenciado pelo IBAMA.

Desentrevistasminibox.PNG O Desentrevistas
possui uma entrevista com
Shrek
Todas as crianças amam Shrek

Cquote1.png Você quis dizer: Jureg Cquote2.png
Google sobre Shrek
Cquote1.png Você quis dizer: Xeréqui Cquote2.png
Google sobre Shrek
Cquote1.png Você quis dizer: Ótimo filme... Podes parar de apontar essa arma para mim? Cquote2.png
Google sobre melhor filme
Cquote1.png Você quis dizer: Wayne Rooney Cquote2.png
Google sobre Shrek
Cquote1.png Você quis dizer: Xerecque Cquote2.png
Google sobre Shrek
Cquote1.png Você quis dizer: Xeréca Cquote2.png
Google sobre Shrek
Cquote1.png Experimente também: Chuéqui Cquote2.png
Sugestão do Google para Shrek
Cquote1.png ... Cquote2.png
Bussunda sobre Shrek
Cquote1.png Ele surgiu quando eu dei um Randhouse Kick no Hulk Cquote2.png
Chuck Norris sobre Shrek
Cquote1.png Meu primo! Cquote2.png
Hulk sobre Shrek
Cquote1.png Quem é shrek? Cquote2.png
Gutym sobre Shrek
Cquote1.png Pede pra sair!!! Cquote2.png
Capitão Nascimento sobre Bussunda
Cquote1.png Chureque ? Cquote2.png
Seu avô sobre Shrek
Cquote1.png Meu irmão! Quero ir tomar Noku! Cquote2.png
Wayne Rooney sobre Shrek
Cquote1.png Na União soviética Shrek assiste VOCÊ Cquote2.png
Reversal Russa sobre Shrek
Cquote1.png Eu queria ver o filme do Pelé... Cquote2.png
Chaves sobre Shrek
Cquote1.png Não seria impreciso supor que eu não poderia não dizer exatamente se isso é quase parcialmente incorreto. Cquote2.png
Pinóquio sobre Shrek
Cquote1.png Olha o Sherek mãe! Cquote2.png
Você sobre Shrek
Cquote1.png Cala a boca filho da puta! Cquote2.png
Tua Mãe sobre Você
Cquote1.png Tire essas salsichas verdes e deliciosas de cima de mim! Cquote2.png
Fada Madrinha sobre Shrek
Cquote1.png EU AMU CHUREKI E DAÍ? Cquote2.png
Dono de comunidade noob sobre Shrek
Cquote1.png FAZ O URRO Cquote2.png
Menino gordo do urro sobre Shrek
Cquote1.png NOSA JUREG Cquote2.png
Burro sobre Shrek

"Isso não é mulher, isso é uma puta ogra do cacete...(hic)...pooorra"

Shrek é um personagem de desenho animado criado pela Coca-Cola/Disney Company. É o herói de uma trilogia de quatro longa-metragens: Shrek - O Filme (1974), O Casamento de Shrek (1981), A Ira de Shrek (1990) e Shrek encontra os Muppets em Nova York (2005). O primeiro filme da trilogia é considerado pela crítica o melhor filme infantil para adultos da história do cinema.

Shrek é a antítese do herói de cinema americano: feio, desprezado pelas mulheres, flatulento, inteligente e dotado de senso crítico. É uma simbiose de Frankenstein, Quasímodo e Arnold Schwarzenegger.

Seu par romântico é a princesa Fiona, que revela-se uma putinha relaxada, mas depois torna-se uma ogra flatulenta. Seu arqui-inimigo é Príncipe Encantado, que além de frosô é uma fraude, pois não é filho de rei nenhum.

Enredo[editar]

Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que o Takumi era o fantasma do monte Akina, ou que Fate/Stay Night e Tsukihume são animes do mesmo universo.

Spoiler3.jpg
"Traz já esse rabo gordo pra cá, trás..."

Shrek é um puta maconheiro do caralho que vive em uma colônia naturista caidaça queimando baura e come gnomos. Seu parceirinho favorito é um gnomo anão russo, até por ser, além de falante, desbocado e saber várias obscenidades e barulhos estranhos.

Um dia, o morro de Shrek é desapropriado e traficado pelo Governo, e ele e seus amiguinhos gnomos são despejados. Então iniciam um movimento de excluídos e saem pelo caminho espalhando pedaços de pão podre e ouro em protesto. Até que invadem um Castelo. No quarto de casal, Shrek encontra a noiva do dono do Castelo, princesa Fiona, adormecida em sono profundo enquanto é molestada por sete anões. Heroicamente, ele mata os anões um a um e se apodera da princesa junto a seus gnomos.

Mas a princesa é deserdada por não ser mais virgem, e inicia-se o drama do casal, enquanto os gnomos tentam achar uma maneira de matar os pais dela e roubar sua fortuna no reino da Terra do Nunca. Shrek tenta usar como bode expiatório para o crime, o Príncipe Encantado, o pricipe do crack, safado das ruas do Nunca e ex-namorado da Fiona.

Contudo, os planos do ogro e seus amiguinhos são sempre frustrados pela vagabunda da Fada Madrinha, a vilã da história, uma puta megera desgraçada que comanda uma grande incorporadora fábrica de poções e que dominou a cidadejunto com os anoes. Seu plano é usar Fiona como prostituta de luxo e Shrek como atração circense e os gnomos como atração turisticas - além de transformar otros gnomos e facas de cozinha e torradas.

"Uii... tá olhando o quê? Olha a faca!"

A megera, além de controlar o principal canal de tevê do país - o manipulador Espelho Mágico da rede globo - ainda tem o maior traficante no bolso, que ajuda no tráfico pesado de poções do amor, Boa Noite Cinderela e viagra.

Shreke e gnomos apenas conseguem deter a terrível Fada Madrinha juntando suas forças com o Gato de Bolas, chefe do tráfico de drogas no Morro da Floresta Negra e estranhamente a favor do famigerado cheiramento de gatinhos do acre. Em soma, bicho fudido do caralho que encomenda a morte da velha em troca do controle total das bocas da Terra do Nunca.

Com o caminho livre, Jureg e sua trupe de gnomos passam a perna nos coroas da Fiona e dão o maior calote no palácio. Porém, na hora da partilha do money, rola uma treta forte entre o gnomo chefe e o Gato de Bolas, e Shrek é obrigado a enfiar o bichano num saco e jogar no meio do riacho.

No final, todos gnomos e ogros vivem felizes para sempre, até que Shrek se enche de Fiona ter virado uma puta mocreia gorda e nojenta e pede o divórcio, vira um puta gayzão e vai embora com seus gnomos de volta para o bosque, que até aquele momento continuava esperando as obras do Governo.

A Versão Original[editar]

O processo de criação de Shrek, em sua primeira versão (1929)

A primeira versão de Shrek veiculada pela Disney, antes de sua fusão com a Coca-Cola, era em preto e branco, muda e feita nas coxas e foi a público em 1929. Tinha a direção e o roteiro original de Oscar Wilde - que também adaptou o roteiro e recortou os desenhos - e narração de Charlie Chaplin.

Devido às limitações técnicas da época, o desenho era apresentado na forma de slides, enquanto os atores liam suas falas atrás de uma cortina. Foi um fracasso tão grande que virou cult e hoje as cópias valem uma fortuna.

É interessante notar que essa versão sofreu profundas penetrações alterações por força dos tabus morais da época. Aqui, Shrek é violentamente morto e esquartejado pelo Príncipe Encantado, que termina ficando com a princesa, para não escandalizar a audiência norte-americana.

Personagens Principais[editar]

Shrek/madri[editar]

O herói peidorrento, é feio, arrota na mesa, peida embaixo do lençol, come ranho, deita com os pés sujos de lama, sodomiza ums gnomos no barranco atrás da casa, mas é dotado do mais puro coração e da mais nobre alma, como dito ali atras ama ate demais os gnomos. Revela-se merecedor do amor da horrivel princesa, até por ela não passar de uma putinha e ser uma ogra.

Shrek na adolescência, quando era rebelde e deixava o cabelo comprido

Fiona[editar]

Putinha relaxada e mimada, não faz nada pela vida, vive sonhando à espera de um príncipe que venha lhe salvar. Quando era pequena, um dia saiu saltitando pelo bosque fugindo de um lobo mau e acabou cortando-se na agulha de uma roca, caindo em seguida em sono profundo. Se acha a última bolachinha do pacote, mesmo depois de ficar gorda, nariguda e cascorrenta. Trai Shrek com o Príncipe Encantado e vice-versa.

Inicialmente, o companheiro de Shrek seria um bode chifrudo, mas a Dreamworks temia que as cenas de sexo fossem confundidas com rituais satânicos subliminares

Burro[editar]

Realmente um burro, além de chato e mané. Não come ninguém em nenhum dos filmes, mas é constantemente barranqueado por Shrek, o que explica seu profundo envolvimento com o ogro, apesar de ser constantemente maltratado. No auge de sua carência sexual, tenta encarar um verdadeiro dragão, mas acaba brochando.

Príncipe Encantado[editar]

É o inimigo natural de Shrek, por ter sido o primeiro a comer a princesa Fiona, quando ela ainda nem tinha peitinhos. Na Classificação Internacional de Gays, Homossexuais e Afins, enquadra-se claramente na categoria Frosô - usa calça de cotton, faz manicure, cabeleireiro, anda na ponta do pé, usa brilho e maquiagem da avon assim como o Justin Bieber e fala com afetação. É filho bastardo da fada madrinha com Clodovil. Acaba se prostituindo juntamente a Elisa Samúdio e tem um fim trágico em um motel no Rio de Janeiro, em companhia de um jogador de futebol, ou seja, goleiro Bruno from Mengão.

Fada Madrinha[editar]

Coroa enxutona, figurinha fácil nas festas da alta sociedade da Terra do Nunca. Ex-Rainha de Bateria, ficou rica dando o golpe do baú em um milionário trouxa, depois pediu o divórcio dizendo que o filho não era dele. Maior empresária da região, controla a indústria de espetáculos, feitiços e enfeitiçados, sendo famosas suas festas para os políticos da Corte, onde rolam bacanais fantásticos. Possui uma grande carruagem rosa que pode voar pelos céus de Tão Tão Distante, além de um cocheiro aparentemente gay chamado Kyle. Canta muito mau!

Gato de Bostas Botas[editar]

Personagem favorito das mulheres e furries, por andar sempre nu, usando apenas um par de botas, e por ser uma fofurinha meiga. Contudo, é um bicho extremamente perigoso, tendo matado já mais de mil. Revela-se homófobico, o que causa constantes atritos com o Burro.

O Legado de Shrek[editar]

A série Shrek foi um marco para a história do cinema e das artes em geral, tendo influenciado inclusive o comportamento da sociedade e o estilo de vida das pessoas. Isso se explica, em parte, pelos efeitos de animação bem bacaninhas, mas também pelo roteiro (adaptado da peça de teatro homônima de Friedrich Nietzsche), que é dotado de grandes ensinamentos e moral:

Orgia furry: a censura brasileira cortou essa e outras cenas
  • Ensina os homens que toda princesa mimada deve ser tratada como uma ogra
  • Ensina as crianças que peidar, arrotar e jogar comida, além de ser algo normal, é também bastante engraçado
  • Foi o precursor e motivador do movimento furry no mundo todo, promovendo o amor aos animais e aos bichinhos silvestres
  • Ensina as mulheres que todo príncipe esbelto e metido a boa pinta é no fundo um boiola enrustido criado pela mãe superprotetora

O Elenco[editar]

A série Shrek entrou para a história do cinema mundial por ter sido o primeiro desenho animado a contar com um elenco de pessoas para dublar as vozes e emprestar seus traços faciais aos personagens principais.

Elenco Original (1929):

Cheech Marin empresta suas feições para a criação do personagem Burro


Elenco do Remake (1974):

Versão dublada em português (by Herbert Richards):

Filmes[editar]

  1. Shrek: É o início de toda a história, um lord com um nome difíscio pra caralho desocupou uns animais de contos de fadas e mandou para o Pântano do Shrek. O ogro extremamente putasso da vida foi até esse lord junto com um burro que não fazia questão de calar a boca. Quando chegou lá o lord disse que se pegasse uma princesa que estava encima de uma torre para ele, ele devolveria o pântano. Só que quando ele descobriu que a princesa era uma ogra, fudeu, se apaixonou por ela.

Ver também[editar]

Shrek é um dos Grandes Vencedores do Emmy de todos os tempos! Emmy!
Pizza slice.png Shrek é obeso(a), ou está "acima do peso"

E transborda piscinas.

Clique aqui para conhecer outros elefantes, se ainda sobrar espaço...