Sexo nasal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.


O sexo nasal é uma forma de sexo feita para substituir o sexo vaginal pelos antigos judeus anti-ssemitas que viviam no Ártico nas Eras Remotas, quando um ancião deu a ideia de enfiar o pênis no nariz de sua ex-posa para comemorar o Ano do Jubileu.

Quando o ancião se deu conta, todo mundo estava fazendo sexo nasal, desvalorizando o Ano do Jubileu. Para tornar o sexo nasal algo único e sagrado novamente, o ancião então criou o sexo anal e o sexo oral. Desde então foi proibido fazer sexo nasal sem data comemorativa. Com isso, o sexo nasal caiu no esquecimento, fazendo apenas 15% da população judaica praticar Sexo Nasal.

Com a vinda de Hitler da Segunda Guerra Mundial esse número baixou para 2%, pois Hitler era contra o sexo nasal sem camisinha (não existia na época).

Método[editar]

Atualmente há dois meios de se fazer sexo nasal, um chamado de sexo nasal feminino e o outro de sexo nasal masculino.

O método feminino é usado apenas por 3 pessoas (Felipe Castanhari, Luciano Huck e Pinóquio) por terem um nariz grande o suficiente para satisfazer o(a) parceiro(a).

O método feminino consiste em enfiar o nariz na vagina (ou cu) do parceiro até o orgasmo. Pode acontecer do narigudo inalar a secreção.

O método nasal masculino consiste em enfiar a piroquinha cabeluda no nariz de seu parceiro sem dó nem piedade, causando um enorme tesão.

Por culpa da cavidade nasal ser pequena, os pica das galáxias (como eu) não podem fazer sexo nasal por terem um pau muito grande até podem mas vai causar uma deformação monstro em seu nariz.