República Árabe Unida

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
180314 10150093294026158 8104797 n.jpg

"Vai tomar no cu", em árabe
Brimo, este artigo é árabe!
Se você entrar no harém dos outros, correrá sério risco de ficar sem petróleo

Horus.jpg

Este artigo é egípcio! Ele foi escrito num pergaminho sagrado e seu escriba é um sacerdote mumificado.

Não profane este artigo, ou a maldição do Faraó irá cair sobre você!



●República Frustrada dos Egípcios e Sírios
●República Árabe Unida
●RAU RAU RAU ou Estados Árabes Unidos

Bandeira da República Árabe Unida (1958–1961).png Brasão da RAU.png
Bandeira Brasão
Mapa da república árabe unida.png
Mapa da RAU mais comum - sem os traíras do Iêmen
Capital Cairo
Língua Árabe, brimo!
Tipo de Governo Ditadura socialista
Ditador Presidente Novo Faraó
Moeda Libra egípcia e Libra síria
População Uns 32.203.000 em 1961, antes da porra virar pó



Não confundir com o paraíso de jogadores de futebol mais ou menos do Brasil!

A República Árabe Unida, RAUl Gil, Estados Árabes Unidos (só na época em que o Iêmen do Norte se juntou com eles na empreitada) ou em árabe الجمهورية العربية المتحدة, al-Jumhūrīyah al-‘Arabīyah al-Muttaḥidah / al-Jumhūrīyah al-‘Arabīyah al-Muttaḥidah ou seja lá o que isso significa, se bem que alguns dizem se chamar Tentativa FAIL de um Presidente Egípcio Ressuscitar a Era dos Faraós, foi uma bostinha de curto período que unificou o Egito e a Síria, e tinha como projeto unificar o resto dos países árabes em meio à Guerra Fria Árabe e o pan-arabismo contra o malvadão rei Faisal da Arábia Saudita e sua corja de imperadores do mal (Hussein da Jordânia e Faisal II do Iraque) e também contra os países imperialistas ocidentais. Entretanto a ideiazinha do nasserismo acabou frustrada porque pouquíssimos países quiseram realmente se unir a eles (a República Árabe do Iêmen chegou a se juntar por um tempin só, mas rapidin também deu o fora, e até o Iraque chegou a pensar em ingressar na brincadeirinha, mas desistiu porque seu reizinho mandou a puliça descer o Alcorão na cabeça dos palhacitos dissidentes), e do nada a Síria sofreu um golpinho de Estado de levis e daí a RAU deu com os burros n'água e o Gamal Abdal Nasser teve de se contentar em usar esse nome estúpido apenas no paizinho dele até 1971 quando o povo já de saco cheio pela falta de turistas que não faziam ideia de onde diabos estava mais as Pirâmides de Gizé, decidiram retornar ao nome de Egito.

Ver também[editar]

Dado Dolabella diz que este artigo é um esboço que traiu o movimento punk.
Faça que nem o João Gordo e mande-o SUMIR DAQUI!