Rapto das Sabinas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Romanopre.jpg ROMANI ITE DOMVM!!!

HÆC ARTICVLVS ROMANVM EST. LATIM LOQVÆBITVR. NON INTERLEGIT? HVMORIS PRIVATVS NON EST. MVITISSIMVS ENGRAÇATVS! SED ROLA MEAM VADE MAMARE! VADE FŒDERE CVM PORRIBVS NOSTRVM.

Spqrpre.jpg


60px-Bouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Rapto das Sabinas.

O Rapto das Sabinas foi a lenda de maior sacanagem da história de Roma como se houvessem poucas. É uma lenda que conta como os primeiros romanos fizeram séquiço com as vizinhas sabinas para infestar Roma com um monte de criancinhas chechelentas. Inventada por grandes nomes da literatura cheios de inspiração, a lenda do Rapto das Sabinas foi tema de muitas obras do Renascimento, que até hoje inspiram outros autores respeitados, como Clarisse Lispector, a qual escreveu "História é o estudo do passado".

História[editar]

Aqui vemos dois homens se pegando enquanto uma mulher tenta entrar, mas eles não querem

Roma tinha acabado de ser fundada pelos dois pivetes que foram criados pela loba. O problema é que era todo mundo homem, não perceberam que pra fundar uma cidade precisam de mulher para procriar (ou não queriam, vai saber). Procurando alguém para comer, os romanos tentaram negociar com os sabinos que moravam em volta da jovem e excitada cidade. Claro que os sabinos recusaram, pois ninguém quer ver sua filha comida por um desconhecido, pelo menos não na Roma Antiga. Com seu sex appeal do GTA no máximo, Rômulo teve a idéia de fazer uma festa do pijama com as mulheres Sabinas, e os gênios aceitaram a idéia sem segundas intenções. Durante a suruba festa, Rômulo deu um sinal para que os romanos agarrassem e fugissem, enquanto outros comiam os homens para deixá-los incapazes de correr. Após serem sequestradas, as vadias aceitaram o convite, pois gostavam de um pênis desconhecido.

A Wikipédia disse que não houve estupro por parte dos romanos, dizem também que eles deram liberdade de escolha para as mulheres, mas quem pode garantir? Os caras levam as mulheres pra longe de casa indefesas e sem proteção e quer que a Desciclopédia acredite em liberdade de escolha? É mais fácil encontrar um árabe cantando "I love America". Mas como a mentira é boa, as mulheres se tornaram mães de homens livres para virarem gays.

A vingança dos Sabinos idiotas[editar]

Mesmo com a masculinidade duvidosamente questionada Os sabinos não deixaram barato para os romanos, então o rei decidiu invadir a cidade com seu exército de homens fadigados e carentes. Entretanto, para provar que a história é meio duvidosa, os romanos assassinaram o rei e derrotaram suas tropas (?). Logo após, Rômulo conquistou a cidade deles logo na primeira tentativa (?). O triunfo foi comemorado com festas, e as mulheres aceitaram sexo anal dessa vez. Assim foi com todas as outras tribos que tentaram pegar as mulheres de volta: Roma matava, nem fazia prisioneiros, e comemorava comendo o cu deles.

Todas as outras tribos tentaram trazer suas mulheres de volta, mas os romanos estavam finalmente se tornando homens de verdade.