Psicologia infantil

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Pica-Pau mostrando o conteúdo real de um livro de psicologia infantil.

Cquote1.png Ahhhhhhhh mulequi! Cquote2.png
Seu pai usando a psicologia infantil nas suas fuças.
Cquote1.png Vai pro cantinho da disciplina! Cquote2.png
Super Nanny sobre uma utilização imbecil da psicologia infantil que não ajuda em porra nenhuma.
Cquote1.png Na minha época se resolvia na base do tapa mesmo! Cquote2.png
Sua mãe sobre essas frescuras de hoje em dia, tsc tsc.
Cquote1.png DEU IM MIM VÔ DENUNCIÁ NO ISTATUTU DA CLIANSSA E DU ADOLÈSSENTI! Cquote2.png
Você, quando não sabia nem falar direito porcaria nenhuma já querendo dar uma de machão pros pais.
Cquote1.png Quando alguém tiver um filho contumaz e rebelde, que não obedecer à voz de seu pai e à voz de sua mãe, e, castigando-o eles, lhes não der ouvidos, Então seu pai e sua mãe pegarão nele, e o levarão aos anciãos da sua cidade, e à porta do seu lugar; E dirão aos anciãos da cidade: Este nosso filho é rebelde e contumaz, não dá ouvidos à nossa voz; é um comilão e um beberrão. Então todos os homens da sua cidade o apedrejarão, até que morra; e tirarás o mal do meio de ti, e todo o Israel ouvirá e temerá. Cquote2.png
Deuteronômio 21:18-21 sobre psicologia infantil dos judeus.

Psicologia infantil nada mais é que uma das dezenas de centenas de milhares de zilhões de subdivisões da psicologia, sendo essa subdivisão uma criação bizonha feita por falsos profetas e falsos moralistas (ex: um certo "cumpanheiro") que faziam merda pra caralho quando mais novos, e assim, óbvio, tomavam cinturão, palmada, tapa, chinelada, Avaiana de Pau e similares no meio do cu forévis. Com isso, inventaram esse monte de frescura e compilaram e enviaram pro Unicef através do Criança Espertança (pelas mãos do Seu Didi, ops, Doutô Renato), de lá pra ONU que criou o ECA, Estatuto da Criança e do Adolescente (com uma sigla dessas, já se vê a qualidade fodida do documento).

E assim, a psicologia infantil começou sua jornada, a princípio tentando desvendar os mistérios da formação da mente infantil através de estudos um tanto questionáveis de pessoas como Freud, Dr. Roberto Jean Piaget e o Behaviorismo. Depois, começou-se a questionar como se deveriam os pais cuidar dos filhotes para que eles pudessem ser realmente bem educados, chegando à conclusão mais que óbvia que isso tudo, como diria o matuto do sertão, "é falta de pisa!" levando à criação de estatutos imbecis, casas de "recuperação" (com suas famosas "medidas socioeducativas - quer dizer, é menor, pode votar, pode dirigir, PODE MATAR, não vai pra cadeia, né cara?) e leis retardadas como a Lei da Palmada, que impede que você dê sequer um carinhoso e doce "CALA A BOCA, PORRA!" num filho da puta como o seu filho.

Cquote1.png É por isso que esse país tá uma putaria! Cquote2.png
Alborghetti sobre o que foi dito logo acima.
Cquote1.png É assim que a viadagem dominou esse país! Cquote2.png
Jair Bolsonaro sobre as leis da psicologia infantil.

Atualmente existe uma vertente dentro da psicologia infantil, representados por Ratus Pequeninus, Boxer Sambá e Estevão Cegão, que defendem uma atitude bem direta com crianças desobedientes e que não se tocam, uma ensinada pelo sábio Dr. Woody Woodpecker nos anos 50:

Cquote1.png Reginaldo, o que eu faço com você? Cquote2.png
Mãe desesperada sobre seu filho destruidor de brinquedos, carros novos e estufas.
Cquote1.png Ei senhora, use a PSICOLOGIA INFANTIL! Cquote2.png
Woody Woodpecker dando sua contribuição ao mundo da ciência e da psicologia de maneira prática.

O resultado:

ISSO É QUE É PSICOLOGIA APLICADA!

Ver também[editar]

Este artigo é um tapa na cara da sociedade.
ME AJUDA AÍ!!! O Anônimo !!!