Porsche 911

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Típico sonho de consumo da classe média. Este artigo é sobre um carro.

♫ Puta que pariu, pisa no freio, Zé... ♫

Ele queima óleo, suja sua garagem, solta fumaça e sempre lhe deixa na mão no meio da estrada!
Frauleinpre.jpg Desciclopëdia über alles in der welt!!!

Estä arrtigö é alemon! Issö querr düzerr que ele é parrte dö conspürraçon gerrmänica parra inwadir ö Frankreich por trrás öutrra wez. Non faça scheiße, öu te porremos de quatrro nö Berliner Mauer.

O Porsche 911 é o verdadeiro Das Auto. Não aquelas breguices que são feitas pela Volkswagen que são apenas um carrinho com rosto bonito mas que em uma peixada já se desintegra totalmente.

Origem[editar]

O primeiro 911 foi feito quando Ferdinand Porsche resolveu sair da indústria de churrascos e a criar o primeiro carro com motor central traseiro, ou seja, para que seus churrascos podessem ser mais bem tostados sem necessitar de carvão, ao invés disso ele passaria a usar a gasolina. Porsche então fez uma parceria com o Führer da Alemanha que queria um carro popular pro povão andar na cidade depois de perderem a Primeira Guerra Mundial, ele criou um conceito de churrasqueira móvel pra vender pro povão nas ruas. Como Porsche não havia tirado sua carteira de motorista ainda, ele resolveu dar uma de esperto e contratou seu filho, Enzo Ferrari pra poder andar nas ruas vendendo churrasquinho com Skol, a primeira cerveja fabricada pela Porsche. Devido ao enorme sucesso, o 911 passou a ser vendido em outros países por um representante da marca da Volkswagen e exportado para as Américas também.

Desempenho[editar]

O Porsche 911 conta com motor central traseiro. Suas primeiras versões eram capazes de assar um churrasco tradicional com espeto de picanha, salsichão e frango em questão de até 1:30. Conforme tecnologias foram evoluindo os carros passaram a ser mais potentes e contarem com motores 1600, inicialmente sendo apenas de 1000 cilindradas. Como o sucesso de vendas continuou, os donos dos carros passaram a apostar corrida nas ruas da Normandia e da Champs-Elysées, modificando seus carros e galgando o caminho para futuras competições de ruas da Porsche. Os modelos mais atuais da marca possuem um conceito de modor 3.6 litros (até 200-, no qual houve downsizing em 2016- em diante inclusive do Porsche Cayman com motor de 4 cilindros novamente, voltando às origens da marca). Infelizmente os motores atuais não são capazes de assar churrasco porquê o esquema de montagem do motor é muito mais sofisticado e a Porsche o encapuslou dentro de uma esfera do dragão para que pudesse ser usado sem causar problemas de matar o motorista com gás carbônico, visto que não havia mais Gás Vespeno suficiente para que a montagem dos antigos motores continuassem a fazer sucesso assando churrasco.

Processo contra Porsche[editar]

Devido ào número de morte causado por carne não fiscalizada a Porsche teve que parar de vender churrasco nas ruas; Ao invés disso ela resolveu patentear um churrasco-brinde para cada compra de seu carro. Além de ajudar o instituto Ronald McDonald a cuidar de crianças com câncer, o dinheiro do churrasco será revertido para futuras pesquisas em bomba atômica e implementados na ciência. Todo dono de um porsche conta com auxílio de até 5 anos para visitar restaurantes e churrascarias por conta da Porsche, para fazer homenagem ao primeiro motor assador de carne da história.

Veja também[editar]

v d e h
*Automóveis, atropelamento e fuga