Política da Suécia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Lazy Homer Simpson.jpg
Garfieldpimp.jpg
Política da Suécia possui um refinadíssimo senso de vadiagem.

Sabe muito bem como fingir que trabalha, mas faz porra nenhuma de útil.

Clique aqui pra ver mais gente com vida mansa.

Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Política da Suécia.
Delma Hellsef na fundação do Partido Operário Social.

A política da Suécia é algo perfeito incorruptível e exemplo para países de terceiro mundo como o Brasil. Sempre que uma merda ocorre na política dos países do hemisfério sul, a Suécia é o primeiro país a ser lembrado para servir de bom exemplo, mesmo que na prática ninguém exatamente conheça o que realmente acontece por lá.

O sistema anarquista da política sueca foi criada por vikings social-democratas que estatizaram os primeiros barcos de piratas de Thor, fundando o primeiro programa social da história da Escandinávia, o "Meu barco minha vida". Os vikings liberais são minoria na Suécia e militam no PO (Partido de Odin). O político mais importante da Suécia é o grande ex-presidente Thorica que tem como lema: "pior que o nosso chapéu só a pi.. do Ricardo Coração de Leão."

Atualmente a vida política sueca é dividida entre aqueles que atacam a presidenta Delma Hellsef e os que defendem o seu programa junto com o ex-presidente Lulasting Möllusk.

Partidos políticos[editar]

  • Partido Operário Social-Democrata da Suécia - Partido dominante do país, anarquista, composto por ex-vikings social-democratas que estatizaram os primeiros barcos de piratas de Thor, fundando o primeiro programa social da história da Escandinávia, o "Meu barco, minha vida".
  • Partido Moderado - Partido Headbanger, que tem como projeto acabar com o curto verão sueco, estabelecendo o programa "Minhas trevas, minha vida".
  • Partido Popular Liberal - Minoria no país, defendem Odin e pretendem reunir as sete esfirras de Odin.
  • Partido Pirata - Partido de ideais anarquistas que defendem que a Suécia adote Odin como seu Deus supremo e único.

Programas sociais[editar]

Os programas sociais da Suécia foram criados (exceto o "meu barco, minha vida") em 1945, após a guerra mundial dos emos de Adolfinho ter acabado. Chateados por seu país ter quase a forma de um pinto murcho, os criadores do viagra foram até lá para ajudar Delma Hellsef. Criaram o projeto CDF (Classe Destruídora de Fêmeas), em que ajudavam os vikings broxantes a terem ereções facilmente a um baixo custo.

Em 1950 foi lançado o Meu barco, minha vida, em que os barcos de pescadores e vikings "probres" eram pagos inteiramente pelo governo de Delma.

Flag-map Suécia.png
Suécia
HistóriaPolíticaSubdivisões
GeografiaEconomia
CulturaTurismo