Peyton Kennedy

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cannaba.jpg UNCLEFUCKER!!

Este artigo contém humor canadense, eh? Seu autor é um lenhador que vive em uma floresta de pinheiros. Se você vandalizar, a Polícia Montada e o Toronto Maple Leafs irão atrás de você!

Lesbian logo.png Este artigo pode levar-te para o Lado Azul da Força!

Este artigo contém fatos sobre sapatas e joga futebol aos domingos.

Laylakiss.jpg
NovoWikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Peyton Kennedy.
Peyton Kennedy
Peyton-Kennedy.jpg
Peyton e sua cara de criança presa em um corpo de adulta.
Nascimento 4 de janeiro de 2004
Toronto, Ontário
Nacionalidade Bandeira do Canadá Canadá
Ocupação Atriz
Altura 1,75
Peso Meio Quilo
Signo Capricórnio
Olhos Castanhos
Cabelo Castanhos

Cquote1.png Você quis dizer: Elfa? Cquote2.png
Google sobre Peyton Kennedy
Cquote1.png Você quis dizer: Dustin versão feminina? Cquote2.png
Google sobre Peyton Kennedy
Cquote1.png Já peguei Cquote2.png
Sydney Sweeney sobre Peyton Kennedy
Cquote1.png Acho que cagamos aí hein? Cquote2.png
Netflix sobre Peyton Kennedy

Peyton Kennedy (4 de janeiro de 2004, Toronto, Ontário, Canadá) é uma pseudo-atriz que mais parece um espantalho, de tão alta e esquelética que ficou conhecida por ter sido contemplada e ter dado uns catos na gostosa da Sydney Sweeney em Everything Sucks! e recentemente fez algumas participações em Grey's Anatomy.

Sobre ela[editar]

Qualquer semelhança é mera coincidência.

Peyton nada mais é que uma mistura de Legolas de O Senhor dos Anéis com o Dustin de Stranger Things, acredita-se que seu nascimento ocorreu devido a uma suruba desses dois indivíduos com a Mama e o Homem-Torto, pois por mais que ela tenha uma cara de criança de 10 anos, a miserável parece mais é um boneco de Olinda.

Peyton fez vários trabalhos desnecessários anteriormente, porém ela se destacou em uma série da Disney chamada de Esquadrão Bizarro (afinal se tem bizarro no meio, nada mais justo essa caricatura humana estar envolvida), a série em si tem uma temática de espiões, missões, órgão de inteligência e tudo mais, ou seja, nada que Lab Rats e Agente K.C. não mostrem, Disney como sempre se mostrando bem original e criativa. Peyton aos 10 anos e 1,70 de altura interpretou a Agente O, uma cientista que fazia todos os experimentos e bugigangas dos pseudo-eapiões, ela ficou na série por umas quatro temporadas até seu fim, e atuou também em um filme derivado da série, como se já não bastasse.

Fora isso Peyton atuou em vários outros filmes e séries desconhecidos e de qualidade duvidosa, que você poderá encontrar mofando pelo catálogo da Netflix.

Everything Sucks![editar]

Peyton aos 14 anos, pegando mulher (gostosa ainda!) mais que você.

Em 2018, veio a chance de Peyton atuar em seu primeiro e único trabalho de grande sucesso, ao protagonizar a série da Netflix, Everything Sucks!, No qual interpretou a sapatona ensebada da Kate Messner, e aínda de quebra deu uns beijinhos na boca dentuça e cheia de gengiva de Sydney Sweeney.

Como já dito acima, ela interpretou Kate Messner, uma sapatona antisocial que é filha do diretor da escola, o pai a cria sozinho, o que faz ela a se vestir pessimamente mal, parecendo um mendigo ou um garoto grunge de gangue, Kate não possui nenhum amigo e vive andando pelos corredores da escola com a maior cara de cachorro abandonado, até que ela conhece Cirilo Luke, um moleque preto chato pra um caralho que é desesperado para come-la e não da sequer um pingo de sossego.

Durante toda a temporada, ela o deixa na maior frienzone, pois desde o início ela já sabe que era chegado mesmo era em uma racha, após ter visto as tetonas de Emaline no vestiário e ter dado aquela pegada gostosa, a partir daí ela passa a ter um paixonite por Emaline que só humilha a pobre coitada, até que em uma forma completamente desesperada em lacrar, os produtores da série fazem elas se apaixonarem da noite para o dia, só para acabarem juntas no final.

Embora Sydney batesse na cintura de Peyton, foi com ela que deu suas primeiras linguadas, aos 14 anos, enquanto você aí lendo este artigo não abandona a porra do Free Fire e do Xvideos. A cena em si rendeu várias críticas já que Sydney embora fosse uma anã, já possuía 20 anos, então para evitar dor de cabeça, a Netflix resolveu mandar a série pro buraco de vez.

Após o fim da série[editar]

Após a Netflix ver a cagada que tinha feito, e também devido ao baixo índice de audiência, ela resolveu mandar a série pra cova sem sequer dar uma chance de segunda temporada, o que claro fez muitos fãs revoltadinhos irem xingar muito no twitter, o elenco até tentou usar suas redes sociais para implorarem por uma nova temporada, mas não teve jeito, a Netflix simplesmente tacou o foda-se pra todo mundo e saiu no maior estilo thug life.

Após isso muitos do elenco foram caçar seu rumo, pois tinham boletos para pagar, enquanto outros foram pra geladeira mesmo e nunca mais foram vistos, Peyton foi parar em Grey's Anatomy, com a promessa de nunca mais tocar no assunto de renovar Everything Sucks,

Em Grey's Anatomy, ela atuou como Betty Nelson (ou Betty Hunt Shepherd, como preferir), uma ex jogadora de futebol, que após participar de umas festinhas com Maradona, acabou se tornando viciada em cheiramento de gatinhos, ela acabou parindo um pirralho pouco depois, e aí o abandonou, pois preferia compras heroína a leite e fraldas pro próprio filho.

Pouco depois, Amélia ficou com pena da desgraçada e a adotou, e Shonda finalmente resolveu dar um filho pra Owen, fazendo ele adotar o filho de Betty, e foram todos morar juntos assim fazendo Betty ser irmã do próprio filho, Owen ser pai do próprio neto, que por sua vez é padastro de Betty, que foi adotada por Amelia.

Ela ficou durante algumas temporadas na série, drama vai e drama vem e blá blá blá, até que durante a 15° temporada ela resolve simplesmente meter o pé, pois Shonda a presenteou com uma passagem só de ida para a geladeira, mas ao menos não a matou dessa vez (ainda...)

Ver também[editar]

v d e h