O Patinho Feio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Patinho Feio)
Ir para: navegação, pesquisa
CorvoBailarino.gif O Patinho Feio é uma ave!

Este artigo é sobre um bicho que voa, tem penas e asas! (ou não)

Se vandalizar, um pombo fará um ninho branco na sua cabeça.

Cquote1.png Na União Soviética a droga vende Patinho Feio a Você Cquote2.png
Reversal Russa sobre Feio Traficando
Cquote1.png Esse pato é um Cisne! Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Patinho Feio
Cquote1.png Eu me inspirei nesse maluco, brow, ele eh da nossa chapa aí Cquote2.png
Fernandinho Beira-Mar sobre Patinho Feio
Cquote1.png Esse tal de feio é um froxo, ele passou pelas coisas que eu brincava quando era criança Cquote2.png
Chuck Norris sobre Problemas do Patinho Feio

Feio em um cena típica de Tom e Jerry

O Patinho Feio é um pato que não é bonito.

História[editar]

Existia nos EUA, nos anos trinta, uma pata chamada Patolina que não tinha dinheiro para comprar comida para seus filhos, por isso usava o rostinho bonito deles para ganhar algum dinheiro, ela já atuou em diversos desenhos do Tom e Jerry e, em 1937 o inevitavel aconteceu, Patolina engravidou do Pato Donald, que na época era um galã do cinema mudo, Donald disse que o patinho deveria se chamar Alexandre, e deveria jogar futebol no Internacional, mas logo que o patinho nasceu a mãe dele olhou e resolveu chama-lo de Feio. Patolina tentou colocar Feio em alguns episódios do Tom e Jerry mas Feio não tinha carisma e tentou se suicidar diversas vezes, sendo obrigado a se internar em várias clinicas de tratamentos contra suicidas, e um ano depois ele saiu e tentou recomeçar a vida.

A Vida depois das clínicas[editar]

Em 1939 Feio saiu da clínica de reabilitação e tentou recomeçar a vida na frente das câmeras, estreando vários filmes que não tiveram lucro algum, e em 1940 ele finalmente faz sucesso com o filme "O Conde de Notredame", mas o sucesso foi pouco, e em 1945 Feio começou a usar drogas, na verdade ele usava somente maconha, mas naquela época era pior que Crack, ele andava pelas ruas, caia em valetas, bebendo Jhony Walker (na época era mais barato que cachaça Pitú).

Brasil[editar]

Em 1950 Feio resolveu vir para o Brasil, onde segundo seus irmãos bem-sucedidos iria acontecer Copa do Mundo. Ele chegou no Rio, com muitos sonhos, tentando viver o sonho brasileiro (isso me lembra GTA IV), mas Feio não consegue e acaba indo morar na Favela da Rocinha onde acabou virando traficante, e inspirando diversos outros traficantes, em 1960 Feio foi preso e levado para São Paulo onde ficou 30 anos na cadeia.

Saída da cadeia[editar]

Em 1990 Feio saiu da cadeia prometendo para sí mesmo que iria parar com essas coisas ilícitas, e saiu em direção ao centro de São Paulo, passando pela Augusta ele viu as prostitutas e viu como elas ganhavam bastante dinheiro, e lutando contra certos preconceitos, começou a se prostituir. Até os anos 2000 Feio consegui reunir uma imensa fortuna, tendo um super carro, o Tipo 1.0 e comprando um Apê na frente do Morumbi.

Ressurgimento[editar]

Enquanto caminhava pela Avenida Paulista, uma bailarina russa o descobriu e o transformou em seu Padawan no balé, Feio aprendeu rápido e em menos de um ano já estava se apresentando na Broadway.

Dois meses depois, Pato Donald fez um teste de DNA em Feio, revelando ao mundo que Feio não era filho de Donald, ele ficou tão feliz, mas tão feliz que morreu, mas ressurgiu duas horas depois, como um Cisne, achou a sua mestra Jedi e junto com ela dança o Lago dos Cisnes até hoje. Porem eles morreram e viveram felizes para sempre em seus caixões