Pandora Heinstein

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


1133064800.jpg Pandora Heinstein se trata de uma mulher malvada.

Você nunca conseguirá algo com ela.


Maikoigreja.jpg Este artigo se trata de uma Hentai Girl

Ela é gostosa, mas nón ecziste. Ela participa de algum desenho, jogo ou quadrinhos e sabe a tática do Infernal Silicone.


Frauleinpre.jpg Desciclopëdia über alles in der welt!!!

Estä arrtigö é alemon! Issö querr düzerr que ele é parrte dö conspürraçon gerrmänica parra inwadir ö Frankreich por trrás öutrra wez. Non faça scheiße, öu te porremos de quatrro nö cörredorr polonës.

Pandora

PanX.jpg

Classificação Serva de Hades
Cavaleiro
Deus a que serve Hades
Armadura Nenhuma
Golpes Ela toca harpa e tem uma lança, se faz algo...
Perfil
Nacionalidade Bandeira da Alemanha Alemanha
Local de Treinamento Nenhum
Nascimento 3 de Setembro (Virgem)
Frase Favorita "Ikki, não machuque o Senhor Hades!"


Cquote1.png Você quis dizer: Aquela que abriu a caixa que liberou todos os males do mundo? Cquote2.png
Google sobre Pandora Heinstein
Cquote1.png Experimente também: Athena Cquote2.png
Sugestão do Google para Pandora Heinstein
Cquote1.png Já comi! Cquote2.png
Ikki sobre Pandora
Cquote1.png Vaca! O Shun é meu... Cquote2.png
Saori sobre Pandora
Cquote1.png Vaca! O Shun é meu... amigo Cquote2.png
Hyoga sobre Pandora
Cquote1.png Não, não é possível... será que... Hades... Atena... não, esta Pandora não pode acreditar nisso. Cquote2.png
Pandora sobre ela própria
Cquote1.png Vaca! O Shun é meu... Se bem que ela também... Cquote2.png
Ikki sobre Pandora
Cquote1.png Como ela de todas as maneiras possíveis Cquote2.png
Hades sobre Pandora
Cquote1.png Como é que a história aí? Cquote2.png
Persefone (esposa de Hades na mitologia grega) sobre citação acima
Cquote1.png Persefone, você aqui? Querida, eu posso explicar, amor da minha vida, luz do meu viver, única criatura que eu tenho medo além de cavalos alados, não é o que você estar pensando... eu juro meu amor, minha rainha do submundo!!! Cquote2.png
Hades sobre inesperada citação acima (Persefone apareceu apenas em um RPG online de CDZ... mas apareceu)
Cquote1.png Cara ver o pratão assim foi estranho e engraçado ao mesmo tempo... kkkkk Cquote2.png
Thanatos sobre reação de Hades
Cquote1.png Já comi! Cquote2.png
Radamanthys de Wyvern e qualquer um dos juízes sobre Pandora
Cquote1.png E antes que eu me esqueça, Deus salve a Rainha Cquote2.png
Radamanthys de Wyvern sobre Pandora (lembrando que ele é inglês)
Cquote1.png Amadora. Cquote2.png
Orfeu de Lira sobre a música que ela toca.
Cquote1.png EMO NeUnKA,!... Cquote2.png
Emo sentindo-se ofendido sobre Ser comparado a Pandora
Cquote1.png Recuse imitações!... Cquote2.png
Amy Lee sobre Pandora
Cquote1.png Você era uma pirralhinha de 8 anos quando eu criei essa personagem... Você nasceu em 1981, e eu criei ela em 1989 então quem imita quem. Cquote2.png
Masami Kurumada (criador dos Cavaleiros do Zodiáco) sobre citacão acima
Cquote1.png Já fiz cosplay dela, aliáis vivo vestida como ela Cquote2.png
Gótica sobre Pandora
Cquote1.png Sim ela já participou de rituais de gothicismus, e é gothica de carteirinha Cquote2.png
Lord Gothar Tennebrian sobre Pandora

Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Pandora Heinstein.

Apresentação[editar]

Pandora tocando uma... harpa

Pandora Heinstein é a irmãzinha mais velha do Imperador Hades, o Senhor do Mundo dos Mortos, no anime hentai yaoi Cavaleiros do Zodíaco (anime da falecida Manchete e que ninguém ainda teve coragem de trazer para a televisão de novo). É ela quem comanda toda a porrada de espectros de Hades, quando o Imperador não se encontra por aquelas bandas do Inferno. Seu nome vem do grego Pan (muitos) e dora (dote) significando (logicamente) bem-dotada, fato facilmente identificável com um simples olhar em certos pontos da garota.

Foi a primeira mulher (segundo a Mitologia Grega, pelo menos, pois a Bíblia disse que foi Dercy Gonçalves Eva a primeira gostosa do mundo), a ser criada por Zeus para a deliciação dos homens. Mas, como para toda mulher tudo não é o suficiente, foi quem abriu a famosa "caixinha" que guardava todas as desgraças do mundo dentro (o pior é saber que alguém tinha uma caixa dessas e a deixou perto de uma mulher). Pandora terá a história dela no anime contada cronologicamente aqui pois somos um site sério e com conteúdo verídico, para evitar que não fique a todo momento aqueles flashbacks comuns nesse desenho, e que ocupa quase um episódio inteiro e que enche uma linguiça que dá até raiva de ficar assistindo.

Pandora na Infância[editar]

Pandora, em versão Live-Action

Pandora nasceu na Alemanha, durante o poderio do grande Adolfinho e seus seguidores alegres. Mas, por ser uma crente no politeísmo (como todo o anime, afinal), e não no judaísmo, acabou não tendo ela e nem nenhum membro da sua família ameaçada por ele, que achava a mitologia grega e seus deuses (fortes, bombados, geralmente gays e que sempre andavam nús) "MARA". Por esse motivo, Pandora vivia uma vida muito feliz, em uma casa grande (grande o caramba, o local era um castelo), tinha vários animais (incluindo o pai dela), um fiel cachorro, muito dinheiro, era um perfeita Patricinha e pais carinhosos, que lhe davam tudo o que ela sempre quis (e que você também, sempre quis!).

O excesso de cores fez Pandora passar de uma garotinha mimada barbie, para uma garota gótica depressiva daltônica, entregou seu castelinho para o gotchisismus Religião do Santo Hades

Mas, de tanto secarem a felicidade da pobrezinha, um dia a casa acabou caindo para a menina. Em um dia, quando estava passeando pelo enorme quintal da Família Heinstein (que nada tem em comparação com aquele seu quintal cheio de mato atrás de casa), seu cachorro a levou para um lado do quintal que ela nunca havia se aproximado (o que não me admira, haja visto o tamanho do terreno que eles tinham). Chegando lá, ela se depara com uma cabaninha de pobre antiga e empoeirada bem no meio do terreno. Seu cachorro fica com medo e vai embora daquele local, a deixando sozinha, mas ela ficou curiosa (como toda criança, e mulher, ainda por cima). Aproximando-se do local, que se encontrava fechado, o cadeado abriu magicamente, permitindo a entrada de Pandora no recinto, o que ela acabou fazendo sem hesitar.

Pandora quando começou a ficar viciada em cheirar gatinhos

Adentrando, ela observa uma caixinha que estava sobre uma mesa, com um selo de Athena em cima. Ao retirar o selo e abrir a caixa (vai ser curiosa assim no Inferno), Pandora vê um pózinho branco dentro e, acidentalmente (ou não), o cheira, começando a ter alucinações "bacanas e coloridas", em que surgem dois amigos imaginários, que se denominam o deus do sono, Hypnos e o deus da morte, Thanatos. Ela acaba se tornado assim aquela que irá cuidar do espírito do Imperador Hades (que seria o irmão que ela iria ter) e o encaminhar ao seu verdadeiro corpo (que, nessa época, era a bibinha do Shun de Andrômeda), recebendo em troca a bendita (e sempre prometida) vida eterna.

Tendo aceito esse pedido essas ordens dos deuses (não em troca da vida eterna, mas sim de mais desse pozinho lisérgico por toda a vida) ela começa a sua rotina macabra. Mas ela não sabia o que tal decisão acarretaria. Seu vício começou a matar as plantas de sua casa, os animais que lá tinham (incluindo o seu fiel cachorro babão), os criados e, finalmente, os pais dela (mas a mãe dela, somente depois de ter parido o espírito de Hades, se não, nada feito). Com isso, Pandora teve que começar a se virar sozinha, vagando pelo mundo sem destino algum, até bater no Japão (WTF? Da Alemanha pro Japão?) onde encontrou o finalmente o corpo que serviria de receptáculo para o seu "querido irmão".

Encontro com Ikki de Fênix[editar]

Cansei de dar! Pandora mais crescidinha

Após a morte da mãe durante o parto do bebêzinho, o pequeno Ikki teve que cuidar do seu irmãozinho recém-nascido sozinho, pois seu pai havia sumido misteriosamente, já que era um completo filho da puta desleixado, que os havia abandonado quando a mãe deles ainda estava grávida de Shun. Carregando-o para um lado e para outro por todo o canto, protegendo-o sempre, não me pergunte com que Ikki alimentava a bendita criança, mas que ele dava algo para por na boca do pequeno Shun e que saía algum leite, ah, isso ele dava, agora não me pergunte como ele fazia esse nojento milagre.

Em um dia tempestuoso, Ikki caminhava (como sempre) carregando Shun em seus braços, até que acaba pegando uma bela queda, jogando o seu irmão longe, que abre o berreiro, afinal, ele é pequeno e não tem culpa de ter um irmão idiota e que o vive derrubando a todo momento (Shun devia estar cheio de hematomas a essas alturas). Pegando de volta o garoto do chão, Ikki se depara com uma menina da pesada, que estava afim de aprontar muitas confusões que até Zeus duvida que, mesmo pequena, já mostrava sinais de que seria bem hentai gostosa no futuro, o que lhe despertou logo o interesse. Porém, a garota deixou logo bem claro que não queria nada com ele (talvez mais tarde), mas sim com o seu pequeno irmão, que seria o corpo que um deus utilizaria.

Cquote1.png E aí gatinha? Afim de deixar esses pirralhos para trás e dar uma volta? Cquote2.png
Ikki aos 4 anos passando uma ideia na Pandora.

Ikki se admira com isso e se revolta pois só ele assediava o seu irmão e ninguém mais, pois ninguém tiraria Shun dele, ainda mais quando Pandora falou que ela era a irmã dele e não Ikki. Ela então pede para que Ikki entregue o bebê, pois ela iria juntá-lo com o Espírito de Hades que estava em seus braços. Nesse momento, Ikki repara que o baby que Pandora carrega tem a cara do universo (ou seja, o pequeno era feio que duia) e se afasta dela. Pandora então lança um Chidori golpe elétrico em Ikki, fazendo-o largar o pequeno Shu, fazendo-o cair pela trocentésima vez no chão (com certeza, Shun já deve estar mais do que puto com tudo isso, só ele é que se machuca nessa porra).

O pequeno Ikki então cai, Pandora se aproxima para pegar Shun, porém, mesmo fraco, Ikki ainda tem forças suficientes para proteger o seu irmão, protegendo-o com a mão (o que deixa Pandora excitada com tal homem admirada com a persistência dele). Por fim, ela decide que ainda não seria a hora de possuir o corpo de Shun, mas deixa nele um colar de ouro com as inscrições "Propriedade do Senhor Hades, Afaste-se" e apaga todo aquele encontro da memória de Ikki, que, ao acordar, pensa que aquele cordão pertencia a sua falecida mamãe, apesar da inscrição nele demonstrar verdadeiramente o que é que aquilo significava (mas tudo isso são detalhes, detalhes). No dia certo, aquele cordão apontaria ao espírito de Hades por onde ele deveria penetrar e possuir o interior (ui!).

Saga de Hades - Fase Santuário[editar]

O chefão da Pandora penetra com força no corpo de Shun (ui!).

Pandora cresce e fica bem mais gostosa e má do que nunca, sendo a governanta dos domínios do Imperador Hades, enquando o Imperador ainda estava a vagar sem corpo pelo Acre por aí. Ela detem o poder sobre os 108 espectros do mal, sem falar sobre o poder total sobre os Titãs infernais (que são os três juízes do Mundo dos Mortos). Durante a Fase do Santuário, é ela que ressuscita os Cavaleiros de Ouro e os Cavaleiros de Prata que já estavam há muito tempo mortos (mas que, por incrível que pareça, não tinham o corpo em decomposição). Ela lhes dá a missão de que eles deveriam matar os principais Cavaleiros de Bronze de Athena (Seiya de Pégasus e companhia) e a própria deusa protetora da Terra.

Eles teriam doze horas para isso e, caso conseguissem, receberiam (como sempre) a (tão prometida) vida eterna. Radamanthys de Wyvern, um bombado que só tem uma sombrancelha, é foderoso e que paga um pau louco para a Senhora Pandora, não gostava muito da ideia e resolve mandar alguns espectros ao Santuário de Athena, para vigiar tais ressusrecto Cavaleiros, tudo isso sem o consentimento de Pandora. Com a "morte" (finalmente) de Athena (entre aspas, pois ela se matou e não foi morta como tinha que ser), Pandora descobre tudo isso e dá uma lição em Radamanthys, um especial de porrada bem dado (ui!) nele, para que ele jamais se esqueça de quem é que manda por alí.

Com a chegada no Castelo de Hades de Saga de Gêmeos, Camus de Aquário e Shura de Capricórnio com o provável "corpo de Athena" (sendo que Athena já tinha ido pro Inferno - literalmente - há muito tempo), eles enganam Pandora com um lençol cheio de sangue e a ameçam, sendo que Shura fica por trás dela, pronto para enfiá-lhe cortá-lhe a cabeça, caso ela faça algum movimento brusco. Mas como o vida deles já estava (mais uma vez) pelo fim, Pandora conseguiu escapar facilmente dalí, achando melhor voltar para o Inferno e esperar os Cavaleiros de Athena que provavelmente chegariam por aquelas bandas.

Saga de Hades - Fase Inferno[editar]

Ahhhh... vai fundo, Ikky...

Depois do retorno ao Mundo dos Mortos, Pandora só tem uma participação realmente relevante, que é com o aparecimento de Orfeu de Lira, provavelmente em um dia de quarta-feira, ao Giudecca (o aposento de Hades no Inferno), para tocar uma musiquinha para o Imperador como de costume. Armado de um plano mirabolante, ele leva Shun de Andrômeda e Seiya de Pégasus ao Cocytos (dentro de um baú apertado e abafado) para enfrentarem Hades. Porém, o baú é enfeitado com várias flores (além das que já estavam lá dentro), para disfaçar um presente para o Senhor do Mundo Inferior (como se ele fosse fresco para gostar de flores). Imaginando que pudesse ser um truque, Pandora enfia a sua lança no baú, acertando alguns buracos, mas nada de incomum, pedindo desculpas a Orfeu por duvidar dele.

Orfeu então a enfeitiça com sua música (junto com Aiacos de Garuda e Minos de Griffon), mas acaba morrendo pelas mãos de Radamanthys, que não foi idiota o suficiente para cair no truque da música encantada. Descobre-se por fim, que Shun é o corpo de Hades, e Seiya é mandado para o Cocytos, sob as ordens dele. Durante as estocadas que Pandora dava no baú que Orfeu tinha trazido, acidentalmente atinge o corpo de Hades na mão, mas cuida cuidadosamente da munheca do Imperador, enchendo-a de beijos e se martirizando por ter feito isso. Durante os cuidados ao Imperador, Pandora sente um ki chakra cosmo muito quente por aquelas bandas, e descobre que se trata do mesmo cosmo que ela já havia presenciado no início do artigo quando pequena.

Pandora dando uma espiadinha no Ikki.

Hades também o sente, e deseja ver quem era o gostoso com aquele cosmo todo o dono daquele poder, pois ele já o havia sentido também. Descobre-se então que era Ikki. Ao ver o seu irmão daquele jeito, Ikki tenta fazer voltá-lo ao normal, mas é impedido por Pandora, porém ele lhe dá uma encoxada um empurrão, dizendo que ele não tem tanta paciência com as mulheres como os seus miguxos tinham. E volta a aplicar umas bordoadas em Hades, mas acaba sendo derrotado pelo deus do Mundo Inferior, que nem sentia nada dos tabefes que Ikki lhe dava (se ele desse outra coisa, quem sabe Hades não sentisse), mandando-o também para o Cocytos, junto de Seiya.

Depois de Athena aparecer por lá, ir para os Campos Elíseos junto com Hades e os Cavaleiros de Ouro abrirem um buraco no Muro das Lamentações, Pandora reaparece para Ikki, mas agora já totalmente do bem. Ela finalmente recuperou a memória de que os seus amigos imaginários Hypnos e Thanatos foram o responsáveis por suas desgraças em vida, transformando-a na ninfomaníaca que era irmã de Hades (sem que ela assim desejasse). Para fazer com que Ikki fosse para os Campos com seus friends, Pandora lhe entrega o seu colar (abençoado por Jesus Negão Hades), que lhe permitia fazer essa passagem. Depois de entregar isso, finalmente Pandora morre, para a trsiteza de quem esperava muito mais da presença hentai da irmã de Hades.

CUriosidades[editar]

Pandora até que tentou, mas não conseguiu vaga entre os Cavaleiros Músicos pois, afinal, ela era um mulher
  • Pandora é uma das poucas personagens femininas do anime, que é recheado por homens musculosos de tendências muito suspeitas, o que a diferencia das outras é o fato dela não dar nem bola para o C&A, já que todas as garotas do anime obrigatoriamente o amam, ela prefere alguém sem certos comportamentos no caso o Ikki de Fênix, acontecendo, então, uma das coisas mais confusas já vistas, ela namora o irmão do hospedeiro do irmão biológico dela, traduzindo: AAAAAAAAAAAAAAAAA;
  • Outro fato importante de salientar é que todos os espectros a temem, mas não se sabe o por quê? Senão eles ficam com greve de sexo . Ninguém é capaz de entender por que uma mulher fraquinha consegue dominar 108 caras bombados, com cara de mal capazes de pulverizá-la;
  • Pode não parecer, mas garotas sadomasoquistas assustam e muito. Os espectros que o digam;
  • Ela treinava o dia todo para ver se conseguia entrar para a trupe de Cavaleiros Músicos, mas como o instrumento que ela toca já não é nenhuma novidade para aqueles lá, ela não é prestigiada com tal dádiva (mesmo assim ela ainda continua a tentar);
  • Pandora morre de um ataque cardíaco realizado por Kira Thanatos, que não tolera desobediências, ainda mais vindos de uma mulher;
  • Nasceu rica e morreu fudida pobre, tudo por culpa da reencarnação do seu "querido irmão";
  • É muito mais hentai do que Athena, já que as morenas é que realmente dominam o mundo (além de que é a primeira hentai morena do anime fora Shiryu de Dragão);
  • Batizou o seu cachorro como Adolf Hitler. Realmente, um nome bastante sugestivo, visto que este animal nasceu em terras alemãs;
  • Apesar de ter morrido, continua a viver na mente de casa punheteiro Otaku, que a admira e muito como um pensamento para as práticas onanistas.

Galeria de Pandora Heinstein[editar]

Vídeos[editar]

Ver também[editar]

Cquote1.png Te espero no inferno. Cquote2.png
Pandora deixando um recado para Anônimo.


Cavaleirospredef2.jpg