Lorena (França)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

A Lorena é um estado francês situado naquela região que você não sabe se é Alemanha ou França, atualmente extinto a anexado ao Grand Est.

História[editar]

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...nunca existiu Lorena alguma!

A Lorena surgiu quando foi habitada pelos lotaríngios que fundaram o reino da Lotarínge, vizinho da Laringe e Faringe, em tempos de seca os lotaríngios sempre sofreram com o excesso de catarro. Quando os lotaríngios o povo que uniu a arte francesa de ser gay e a arte alemã de apreciar salsichas foram dizimados pela Peste Pneumática que atacou também os larígios e faríngios, aquele território, mesmo pútrido, passou a ser cobiçado pelo Sacro Império Germânico, assim como pelos francos e muita purpurina e salsicha rolou na região.

Joana D'Arc na época que anexou Orleans ao estado da Lorena.

Carlos, o Calvo da França (é incrível como os franceses sempre conseguem ser tão ridículos) junto a Luís, o Germânico Turrão do Império Germano uniram as salsichas e práticas emos para fundarem a Lorena como estado independente. Usaram o nome Lorena, pois foi a forma mais plausível que os alemães acharam de chamar menos gay possível a região. A Lorena ficou 1 dia em paz quando a França e Alemanha voltaram a guerra pela Lorena.

A Lorena foi o local de nascimento da louca Joana d'Arc, ela se utilizando de seu grande carisma e retórica convenceu o povo da região a entrar em cruzada contra o paganismo. Sob liderança de Joana d'Arc, a Lorena conseguiu conquistar metade da França na época de maior auge do estado. Após a morte por queimaduras de terceiro grau de Joana d'Arc em um incêndio (dados do governo) a Lorena foi retroagida novamente a um pedaço escondido na fronteira com a Alemanha.

Atualmente a Lorena, junto a Alsácia lideram uma cruzada por independência, pois a população possui um meio termo entre a boiolice escancarada dos franceses e a cara de mau dos alemães e falam até uma língua incrivelmente estranha que mistura o dialeto boiola conhecido como francês com gritos medonhos conhecido como alemão. A culinária típica de Lorena são a Salsicha com Camembert.

Política[editar]

Possui apenas dois partidos políticos. O Partido do Salsichão Alemão e o Partido da Purpurina Francesa. Dependendo de qual partido conseguir frente ao governo da Lorena ou a prefeitura das várias cidades, é que fica decidido o que é França e o que é Alemanha na Lorena.

Geografia[editar]

Constituído por uma infértil planície de ar poluído e futuro natural condenado, a Lorena possui uma alta taxa de desemprego em função da confusão da população entre se especializar em fabricar suspensórios ou boinas.

Na Lorena se situa a cidade de Domrémy-la-Pucelle, local de nascimento de Joana d'arc, a mais famosa francesa mártir da luta contra o homossexualismo masculino francês.

Departamentos[editar]

Durante a Revolução Francesa a Lorena foi dividida em quatro departamentos criados para facilitar os planos separatistas da Lorena: