Limousin

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Limusine Cquote2.png
Google sobre Limousin

Cquote1.png Já invadi Cquote2.png
Visigodo sobre Limousin

Cquote1.png Eu Também Cquote2.png
Romano sobre Limousin

Um dos poucos patrimônios históricos de Limousin que não foi destruído

Limousin é uma ex-região da França, hoje anexada por Nouvelle-Aquitaine. Pertencente aos romanos, dos visigodos, dos alemães, dos homens da caverna e de mais alguns seres que alcançaram a proeza de invadir esta região. É uma área praticamente rural bem no centro da França.

História[editar]

A história de Limousin é bastante antiga, inicia na Idade da Pedra Lascada, quando Pedro (RRRrrr! Na Idade da Pedra) invadiu o território que era ocupado pelas Borboletas Rosas. Ele espantou as borboletas, porém adquiriu todo o glamour e suavidade de seus movimentos (característica francesa conservada até hoje).

Depois os Romanos estavam passeando por lá, e resolveram invadir aquele território, a fim de anexar mais terra ao Império, visto que os homens que lá habitavam ainda tinham instrumentos muito rústicos de batalha.

Por volta de 1000 d.C., os habitantes de Limousin resolveram aderir à doutrina da Evangelização. Péssima ideia. Os visigodos não gostaram e resolveram invadir também. Eles trouxeram junto o Mal de Ardentes, doença que também resolveu atacar a região.

Castelo parcialmente destruído pelos visigodos

Os ingleses também quiseram invadir a região, porém o Rei da França, com pena da região, ofereceu a duquesa Alienor da Aquitânia como moeda de troca, a fim de não ver mais mortes na região. Resultado: eles finalmente conseguiram respirar.

A indústria de tapeçaria ía muito bem na região, trazendo incontáveis lucros para os moradores locais, outrora violentamente saqueados, queimados e invadidos. Tudo que é bom dura pouco, pois a Espanha estava querendo alguns tapetes para colocar no Palácio Real. Como sabiam que o Rei da Espanha era um mal pagador, eles recusaram a venda. Resultado: (adivinha) INVASÃO!!!

No fim do século XVIII, uma outra atividade teve êxito na região: a cerâmica. A China não gostou da ideia de ter concorrência para os seus belíssimos vasos de porcelana chinesa. Resolveram invadir a região, para não perder o costume.

Na Segunda Guerra Mundial, Adolfinho acidentalmente invadiu esta região e matou alguns de seus amiguinhos bambis. Depois ele se matou, pois não conseguia mais se aguentar em pé de tanto chorar.

Economia[editar]

A fonte econômica desta região é a atividade rural, que por ventura não vai muito bem, pois os agricultores querem plantar pães franceses e vinhos franceses, a fim de não ter o trabalho de fazer o produto depois.