Lada Laika

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Ferrari
Loser 2.JPG Lada Laika já morreu!

Não era corredor, mas esticou as canelas!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno

Carrinho spmercado.jpg Este artigo é sobre um carro.

♫ Não é homem, não é nada, mulher gosta é de carro... ♫

Ele queima óleo, suja sua garagem, solta fumaça e sempre lhe deixa na mão no meio da estrada!
NewBouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Lada Riva.

Cquote1.png Você quis dizer: Lada Bosta Cquote2.png
Google sobre Lada Laika
Cquote1.png Na União Soviética, o Lada Laika dirige VOCÊ!!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Lada Laika
Cquote1.png Olha pai, finalmente o carrinho que eu desenhei anda! Cquote2.png
Criancinha sobre Lada Laika
Cquote1.png Isto non ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Lada Laika em um museu de artes
Cquote1.png AAAii QUii CaRRuu FeiuUuU! Cquote2.png
Menino Emo sobre Lada Laika

O Laika, uma merda boa aposta da Lada no Brasil

O Lada Laika ou Lada 2105 [1] foi um carro russo que era uma cópia ridícula e falsa do fusca com motor paralítico na frente e uma carroceria muito bem projetada igual a que você desenhava quando tinha 5 anos. Se deu bem no Brasil graças ao número de pobres retardados que não se importavam em ir do ponto A a ponto B sem conforto, e sim com o preço do carro, que mesmo sendo importado, continuava sendo o sedã popular mais barato do país!

Equipamentos[editar]

o novo Lada, continua o mesmo

A lista de equipamentos do Laika era um dos atrativos do modelo da Lada. A lista era bem parecida com a da Samara, que tinha: banco ejetável; desembaçador dos vidros traseiros queimado de fábrica; limpador do para-brisas dianteiro que tinha função arranha-pára-brisas; bancos de semitecido courvin, que causava uma lordose maldita; rodas anguladas com função "rebola lacraia"; tanque de combustível furado com função "demarcação de território" e propulsor com função de autodestruição explosiva, além do exclusivo carpete vagabundo no porta malas que rasgava quando raspava na roda traseira e dos botões no painel que caíam até naquelas batidas a 10 quilômetros por hora. Outros itens opcionais era ventilação gerada por um ventilador portátil, que ficava em cima do painel, rodas de liga bem, mas bem pesada leve, rádio AM com ondas curtíssimasas, com entrada para fitas caralho cassete, pneus radiais, bancos de tecido um pouco mais luxuoso ( couro, sintético, é claro), telefone (?!), luzes de cortesia, chuveiro, um George Foreman Grill embutido no painel, aquecedor de cigatinhos, função "desumanizar", mini-reator nuclear no porta-malas, entre outros opcionais que diferenciavam o Lada de sua concorrência. Interessante notar a qualidade na montagem do veículo, visto que a empresa inovou ao substituir a solda dos metais pela utilização de chiclete mastigado para unir as peças.

O nome do Laika havia sido inspirado no primeiro cachorro a ir para o espaço, mas a única semelhança entre os dois era o banco e a pele do animal, que quando molhados, exalavam um cheiro NADA agradável.

Motor[editar]

O motor do bagulho era o mesmo usado no Samara e cia., um Singer que tinha uma força impressionante de 3 éguas e 5 cavalos, o bastante para levá-lo até os 15 quilômetros por hora. mas o consumidor queria algo mais, digamos, rápido. E aí a marca botou outro motor também usado pelo Samara e cia., conhecido como Arno, que ao mesmo tempo que gerava uma força estupenda de 6 éguas e 9 cavalos que o levava a 24 quilômetros por hora, cobrava o pato preço gastando o de gasolina o que seu tio bebe no bar de pinga (ou seja, muito), o que o dava um consumo de 1,25 km com um litro de gasosa, uma mistura de porra com água e "aquele troço" que era tirado do mar pelas refinarias de petróleo.

Vendas[editar]

Vendido no começo dos anos 90 até... o começo dos anos 90, foi um dos carros que todo mundo amava detestava, assim como todos os outros carros da fábrica (Lada Samara e Lada Niva). Em termos de "carro e fábrica lixo", perdia para a horrorosa Gurgel , que pegava um cubo de metal e botava motor e rodas, igualzinho ao desenho do seu filho de 5 aninhos ( pensando bem, acho que nem ele desenha tão mal), e para as "companheiras" na abertura das importações, Saab, Daewoo e outras empresas. O Lada Laika era vendido em uma rede de concessionárias enorme (maior até que a da Chevrolet), que contava com 1 revendedora autorizada e 3 oficinas, que também revendiam o carro, que era trazido em lotes de 100 unidades por mês da Rússia. Foi lá que Niko Bellic comprou seu primeiro carro. Adivinha qual foi?

Compradores[editar]

Os compradores de Lada, em sua grande maioria, eram:

  1. Sua vó e seu vô;
  2. Sua mãe e seu pai;
  3. Débeis mentais como você;
  4. Chuck Norris (a explicação está no decorrer do texto);
  5. Dercy Gonçalves;
  6. Idiotas como eu;
  7. Russos como o Niko Bellic;
  8. Melancias;
  9. Melões;
  10. Seu pênis;
  11. Pedro Luiz Pivetta.
Niko Bellic, um dos compradores de Lada Laika quando vivia na Rússia

Fatos[editar]

O principal instrumento usado para enfiar no teu cu desenhar o Lada Laika
  1. Você tem um;
  2. O Niko Bellic tinha um;
  3. Dercy Gonçalves tinha um para desfilar na favela Cidade onde morava;
  4. Chuck Norris usava um para passar em cima dos inimigos na guerra;
    Cquote1.png Um belo carro! Cquote2.png
    Chuck Norris sobre Lada Laika
  5. Seus pais tiveram um;
  6. Seu tinha um. Acabou morrendo quando um pedaço do volante foi parar em sua garganta em um acidente a 24 quilômetros por hora;
  7. Sua estava com seu vô no acidente mostrado acima. Acabou morta quando um parafuso do motor atingiu seu peito;
  8. O carro que bateu no Lada de seus avós era um Lada Niva;
  9. Hoje em dia, o Lada continua sendo vendido com o nome de Renault Logan;
  10. Seu irmão também, só que com o nome de Renault Sandero;
  11. A Lada Niva virá em breve, com o nome de Renault Duster;
  12. Existem carros mais feios que o Lada Laika;
  13. Eu já cansei de escrever Lada Laika;
  14. Uma melancia não tem dinheiro para comprar um Lada Laika (pobre!);
    Cquote1.png Ei! Cquote2.png
    Melancia pobre sobre Eu
  15. Nem um Melão;
    Cquote1.png Ei! Cquote2.png
    Melão pobre sobre Eu
  16. Nem Você tem dinheiro para comprar um Lada Laika;
    Cquote1.png Ei! Cquote2.png
    Você sobre Eu
  17. Minha família toda odeia a Lada;
  18. Alguma coisa está fedendo dentro dos bancos do Lada Laika;
  19. A cachorrinha Laika morreu no espaço antes de voltar ao mundo novamente, assim como o Lada Laika;
  20. Você está sem dinheiro;
  21. 99.99999975% dos donos de Lada Laika odeiam ele;
    Cquote1.png Você não vale nada! NADAAAA! Cquote2.png
    Donizildo sobre Lada Laika
  22. Jesus não está feliz com seu Lada;
  23. Você precisa tomar banho;
  24. Um Lada Laika era vendido por um preço de 3000000000000 reais cruzeiros, enquanto um Daewoo Espero, outra merda importada, era vendido por 4000000000000 cruzeiros;
  25. Uma vez, a Maxis tentou fazer um jogo inspirado no Lada Laika de Chuck Norris, o Lada Rage. Vendeu uma unidade, da qual Chuck Norris e os empresários da Lada usaram para limpar a bunda;
  26. Eu não sei mais o que escrever na lista de fatos.

Problemas[editar]

O "esquema" era assim: você comprava o carro, rodava 10 quilômetros e o carro já tinha que ser rebocado para a oficina autorizada, onde os imbecis bons funcionários davam um jeito. se o problema era mecânico, eles trocavam o motor; se era batida, tinha que esperar uns 20 meses para a porra peça chegar e permitir que você rode mais uns metros com felicidade. Até um outro entrar na sua frente e fazer você você bater, tendo que voltar à concessionária a cada merda de semáforo.

Merchandising[editar]

Na sua propaganda de estréia no Brasil, a marca fez questão de mostrar que o carro era uma porcaria, falando que "o design... a gente dá de graça para você". apesar da lataria de dar inveja na concorrência horrorosa, ela era resistente o bastante para apenas Chuck Norris conseguir amassar, tão mal feita robusta que era a carroceria. Não é por nada que ele teve um para passar em cima dos inimigos na guerra. Provavelmente o verdadeiro Carro de Chuck Norris, conhecido como Chuck-Móvel, possa ser um Lada Laika Preto com listras brancas no capô, e um motor 1.4 Flexpower que gera 6539563957 cavalos!

Mais um guerreiro tentando fugir do pneu do Lada de Chuck Norris, sem sucesso

Avaliação do "irmão"[editar]

uma prova de que o carro é pau pra toda obra

O Laika era tão, tão ruim que muita gente fez questão de mostrar que a marca era uma bomba praga russa. um exemplo é uma revista que comprou a "irmã" do Laika, a Lada Samara, para rodar com o "negócio" por 60 mil quilômetros no Brasil. Resultado do programa de índio: os idiotas funcionários da marca trocaram o motor do carro da revista sem eles nem ficarem sabendo. Duas vezes. Por causa desse e de outros episódios, eles tiveram que parar de fazer o seriado de tv vender os seus carros aqui no Brasil.


Concorrentes[editar]

O Lada Laika não teve uma vida fácil para ficar aqui no Brasil, pois tinha que peidar batalhar para vender alguma coisa aqui no nosso país. O grande problema era sua concorrência, formada por carros de várias marcas como o Honda Civic, o Daewoo Espero, o Chevrolet Opala e o Ford Escort. Por causa deles, o Lada Laika teve que rastejar para a garagem dos infelizes propietários durante anos e anos, de 1991 até 1995.

(In)utilidades do Lada Laika[editar]

  1. Carro - mercado (pra vender merda coisas que você planta no seu quintal);
  2. Carro vendedor de Hot Dog (de preferência podre);
  3. Carro - panfleto (daqueles que te acordam às 7:30 da manhã com uma propaganda de pizzaria vagabunda);
  4. Carro bomba (ideal para Osama Bin Laden)
  5. Carro de uso diário;
  6. Carro de acrobacias;
  7. Carro de Demolition Race (perfeito para isso);
  8. Carro - Estaleiro (vide foto acima);
  9. Carro de Chuck Norris (já falei dele?);
  10. Carro - puteiro (seu espaço do porta-malas permite abrigar 2 vagabundos e 2 putas);
  11. Carro de corrida (já falei do Carro de Chuck Norris?);
  12. Carro - depósito (porta-malas perfeito para isso);
  13. Carro - casa (em 1993 foi feito um protótipo de Lada Laika, com 4 quartos, cozinha, sacada, 2 banheiros e uma sala de tv);
  14. Carro - museu de artes (isto nón ecziste!).

Aumento dos impostos[editar]

O aumento dos impostos sobre os importados, uma atitude muito agradecida pelos tristes e pobres clientes, fez com que a Lada pensasse na porcaria que eles estavam fazendo, e com isso eles resolveram sair do nosso país para não ter que falir de vez ( mesmo saindo do país, eles conseguiram falir anos depois! impressionante!).


A economia após a parada da produção do Lada Laika[editar]

Repare na modernidade do quadro de instrumentos do Lada Laika

Após o Lada Laika parar de ser produzido, uma grande crise econômica atingiu a Rússia, fazendo com que o mundo inteiro fosse abalado pela mesma. Milhares de miguxos perderam seus empregos de merda de vendedores e funcionários na fábrica. A Lada acabou quebrando, pois o Lada Laika era sua única última chance de conseguir vender alguma coisa em algum lugar fora da Rússia. O seu principal cliente, Chuck Norris, acabou parando de comprar os Lada Laika, pois acabou gostando do Corsa Sedan, que era mais bonito, rápido, forte, potente, confortável, divertido, fofo, inteligente, confiável, estável em curvas, barato, era nacional, zero quilômetro (todos os Lada Laika foram usados por um zilhão de quilômetros antes de entrarem nas lojas), agradava mais às mulheres e era mais leve. Essa mudança de gosto de Chuck Norris fez com que todas as esperanças da Lada fossem atropeladas como os inimigos de Chuck.

Galeria[editar]

Vídeos[editar]

  • Felicidade dos compradores com o Lada Laika


  1. Na União Soviética era considerado fururístico, 2105 seria o ano em que os capitalistas conseguiriam alcançar os soviéticos, criando um carro tão bom quanto o Lada Laika
Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Lada Laika no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg
v d e h
*Automóveis, atropelamento e fuga