Lácio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mafiapre.jpg PORCA MISÉRIA!!

Questo articolo è 100% made in Italia ed è sotto il controllo di Cosa Nostra! Perciò sta' bene attento a dove metti le tue manacce zozze o i nostri amici verranno a casa tua per spezzarti le gambine!


Cquote1.png Você quis dizer: País Desenvolvido Cquote2.png
Google sobre Lácio
Cquote1.png Você quis dizer: O Acampamento de Lazlo Cquote2.png
Google sobre Lácio
Cquote1.png Até tu, Lácio, meu filho Cquote2.png
Júlio César representando a Itália em uma peça teatral sobre Lácio

Cquote1.png Porca Miseria! Nós não queremos essa italianada aqui, nós somos superiores! Cquote2.png
Habitante de Lácio demonstrando o forte sentimento de xenofobia

Paisagem típica de Lácio

Lácio é uma região da Itália, conhecida por ser o centro administrativo do Império Romano. Tem uma cordilheira que faz o papel de caneleira da Itália. Foi uma das únicas (ou melhor, a única) região que não foi incubida de produzir Vinho para os generais romanos. Sua capital é Roma.

História[editar]

Antigamente, Lácio foi colonizada por Macacos Peludos Megalomaníacos Xenófobos. Eles não deixaram ninguém se aproximar do seu território durante milênios.

Um dia apareceu um etrusco por lá e fez amizade com um dos macacos. Ele era muito inteligente e os ensinou a arte das ferramentas e utensílios.

Quando apareceram mais alguns etruscos no território símio, eles abriram escolinhas e começaram a lecionar a seu alfabeto para os macacos.

Um romano preparado para conquistar mais territórios

Os macacos foram desenvolvidos mentalmente e, quando deram os etruscos como inimigos intelectuais em potencial, mataram os mesmos.

Agora, mais parecido com os humanos, os macacos perceberam que quanto mais pessoas eles deixavam entrar, mais aprendiam e mais tinham alimento posteriormente.

Depois dos etruscos vieram os fenícios, os quais lhe deram boas noções de economia e comércio, tendo como base principal o livro Pai Rico, Pai Pobre.

Cidade plantadora de uvas de Lácio

Com tudo em mãos para dominar o mundo, os macacos resolveram fundar uma cidade chamada Roma, e designaram-na como a Capital do Império que eles iriam construir.

Com uma superioridade numérica e bélica, os macacos, que se denominavam romanos, conquistaram uma imensidão de terras.

Eles deixaram o território que ocupavam, o qual chamaram Lácio, por causa do primeiro macaco que chegou às terras, como um depósito de tranqueiras estátuas e malandros pessoas do poder. Enquanto o resto da Itália contribuía com 100% do PIB, Lácio contribuía com 80% dos gastos.

Depois da queda do Império Romano, os romanos tiveram que aprender a conviver com outros povos.

Atualmente, Lácio tem uma certa miscigenação de raças, embora a símia ainda seja a dominante. Eles conseguiram se desenvolver estupendamente e hoje pensam em se separar da Itália, pois estão cansados de ser a caneleira da mesma.

Geografia e Clima[editar]

O terreno de Lácio é montanhoso e o clima é agradável, o que o torna perfeito para o cultivo de uvas. Por isso, hoje, Lácio tem algumas das melhores vinícolas da Itália.

A Beira-mar é formada por uma imensa cordilheira, com fito a deixar a canela da Itália protegida.