Kirby

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Esta página é sobre a série de jogos. Se procura o protagonista homônimo da mesma, consulte Kirby (personagem).
Quibe
Kirby cutest.jpg
O próprio
Gênero Kodomo
Desenvolvedor Nintendo e seus escravos
Publicador Nintendo
Plataforma de origem Game Boy
Primeiro lançamento Kirby's Dream Land (1992)
Último lançamento Kirby Star Allies (2018)
Kirby-fgtsze kirby stand-animblink.gif

Kirby é uma série de jogos ridículos do gênero plataforma criada pelos maconheiros da Nintendo. Seu protagonista é uma bola rosa escrota que mais tarde seria reciclado e utilizado como a principal fonte de inspiração para a criação de Jigglypuff, um bicho tão escroto quanto, da igualmente bem sucedida franquia Pokémon, também da Nintendo.

Jogabilidade

Kirby demonstrando o quanto seus jogos são empolgantes.

Como já deve estar mais do que óbvio, o jogador controla Kirby e movimenta-o pelos cenários de forma imbecil e saltitante, tendo como objetivo coletar uma série de itens escondidos que desbloqueiam mais partes do jogo e são necessários para obter um resultado final (high score) que atinja 100%. Cada fase se passa em um ambiente diferente de Pop Star, a região que abriga Dream Land, cada qual com seus respectivos bichos escrotos das mais variadas formas, cores e tamanhos.

Os jogos em si não trazem nenhuma inovação para o gênero plataforma, que sempre explorou bastante universos lisérgicos repletos de criaturinhas kawaii inexistentes. Porém, Kirby merece destaque porque o próprio personagem homônimo que dá nome à franquia é uma dessas criaturas. Sim, porque se for parar para pensar, as softhouses na época não costumavam arriscar muito no design de seus protagonistas furries, preferindo baseá-los em algum animal já existente, como ouriços, raposas ou encanadores italianos. No caso de Kirby, ele parece ser uma espécie de bola de chiclete sabor tutti frutti que foi exposta à radiação de Chernobyl e acabou desenvolvendo boca, olhos e patas, ou seja lá como podem ser chamados os cotocos membros dessa coisa.

Também há outros personagens igualmente bizarros, digo, carismáticos além do próprio Kirby. Vale destacar o misterioso Meta Knight, uma versão mais sombria do protagonista, com asas de morcego e armadura, o que o torna mais tosco ainda. Ele parece sofrer de bipolaridade, pois ora ajuda Kirby, ora tenta matá-lo. Também merece destaque o grande vilão King Dedede, um pinguim mutante que deseja dominar a terra encantada de Dream Land, onde a história é ambientada.

Além dos jogos canônicos, que já não são poucos, Kirby também deu origem a inúmeros spin-offs de outros gêneros, como pinball, quebra-cabeça, corrida... Se bobear, deve ter até eroge.

Técnicas do personagem

Kirby fazendo uso de uma de suas técnicas mortais.

Sendo Kirby uma criatura inexistente, a Nintendo teve a total liberdade de viajar geral na maionese e inventar poderes que não fazem o menor sentido. As principais habilidades dessa porra são:

  • Inflação - Kirby entra em crise finaceira devido à alta inflação ocasionada pelo péssimo governo de King Dedede e a alta do dólar.
  • Absorção - Kirby fica menstruado, e precisa reter seu fluxo com o uso de absorventes higiênicos.
  • Elasticidade - Kirby faz um regime e emagrece, o que melhora consideravelmente seu condicionamento físico e sua coordenação motora, tornando-o mais ágil e apto para realizar movimentos e posições que antes pareciam ser impossíveis.
  • Convocar estrela - Após fumar altos baseados, Kirby passa a ter alucinações e enxerga estrelas imaginárias, que ele acredita que podem transportá-lo por aí.
  • Multiplicação - Kirby perde a virgindade e torna-se uma criatura ninfomaníaca, de forma que sente a necessidade de estar sempre transando. Por consequência, ele acaba emprenhando todas as fêmeas do jogo, multiplicando assim sua espécie.
  • Agilidade - Kirby aprende a bater carteira por aí com trombadinhas, de forma bastante ágil e sorrateira.
  • Ajudante - Por influência de uma viagem que fez à Bahia, Kirby fica preguiçoso e não quer mais trabalhar. Contrata então um substituto para fazer as inutilidades em seu lugar.