Gwen Stefani

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Melhor.gif AVISO: ESTE ARTIGO É SOBRE UMA FALSA GOSTOSA!

Gwen Stefani usa e abusa de Photoshop, maquiagem e propaganda, faz lipo
com frequência, pode ter silicone na bunda e botox na cara.

Mesmo assim, você ainda acha que ela é gostosa!


Emblem-sound.svg Gwen Stefani
Gwen-stefani-april-27-2019.jpg
Tentando o anonimato em 2019
Nome Rinite Stefânia
Origem Califórnia, Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Sexo Só para ter bebê
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.svg
Impressora, Karaokê
Gênero Falsa gostosa
Influências Madonna, Marilyn Monroe
Nível de Habilidade Icon 00 percent.png
Aparência Loira burra plastificada
Plásticas Todas as conhecidas por humanos e macacos
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Bananas, bebês, plagiar o Japão, plagiar a Marilyn Monroe e entulhar-se de cirurgia plástica
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg
Madonna
Uma inocente criança dançando as músicas de Gwen Stefani... possivelmente você na infância.

Cquote1.svg Você quis dizer: Madonna Cquote1.svg
Google sobre Gwen Stefani
Cquote1.svg Você quis dizer: Lady Gaga Cquote1.svg
Google sobre Gwen Stefani
Cquote1.svg Cala a boca!!! Cquote2.svg
Britney Spears sobre Guín Istefâni.
Cquote1.svg Você traiu o movimento ska, véio! Cquote2.svg
Dado Dolabela sobre Gwen Stefani
Cquote1.svg Essa tem CATIGURIA!! Cquote2.svg
Bebel sobre Gwen Stefani
Cquote1.svg Porque lá em Pato Branco existia uma menina que cantava no Karaoke e tinha um topete daí. Cquote2.svg
Bozena sobre Gwen Stefani
Cquote1.svg Não foi essa que eu comi. Cquote2.svg
Ana Carolina sobre Gwen Stefani
Cquote1.svg MINHA MUSA!!! Cquote2.svg
Fergie sobre Gwen Stefani
Cquote1.svg Minha amiguinia de esquina Cquote2.svg
Christina Aguilera sobre Gwen Stefani
Cquote1.svg O mundo da música é como a escola e a Gwen Stefani é uma líder de torcida. Cquote2.svg
Courtney Love sobre Gwen Stefani
Cquote1.svg Sou uma líder de torcida sim, mas, não sou uma prostituta Cquote2.svg
Gwen Stefani sobre Courtney Love
Cquote1.svg Mas já foi.. Cquote2.svg
Courtney Love sobre comentario acima
Cquote1.svg Minha irmã gêmea que eu amo tanto! Cquote2.svg
Marilyn Manson sobre Gwen Stefani


Gwen Rinite Stefani é uma sub-celebridade cantriz de covers e compositora de músicas-feitas , estadunidense, que ficou famosa há um tempo atrás por ser a vocalista dos No Doubt e por sua voz nasalada, de quem está sofrendo de entupimento do nariz. Em 2004 lançou-se na carreira a solo e foi uma otaka pioneira, fazendo apropriação cultural pagando-pau pra japonesa, junto com suas bailarinas importadas do Japão, as Harajuku Girls. Seu maior contributo, contudo, foi na área da educação, ao ensinar toda uma geração a como soletrar "bananas".

Infância[editar]

Gwen esbanjando beleza e bom gosto na Década de 1990.

Nascida num local obscuro da Califórnia, Gwen teve uma infância ordinária... no sentido de "comum", não das outras safadezas que você, seu tarado, está pensando. Seus pais, que eram muito fãs de música, lhe mostraram grandes canções de sertanejo e pagode, o que a levou a ambicionar tornar-se cantora um dia. Gwen corria todos os dias para levar a marmita de seu pai, Joselmiro, momentos antes dele ir para o trabalho cortar cana. Tinha mais 8 irmãos: Robileison, Craudemira, Joseiphane, Rodeimar, Carineison, Xanaina, Prudinei, Maricleide, que faleceram tragicamente na infância devido a um acidente com a máquina de salsichas da sua falecida mãe, que fez com que sua pequena casa de argila pegasse fogo enquanto dormiam. O oitavo irmão, Estupráfio, foi o único sobrevivente.

Ao longo da sua adolescência, ela sempre foi uma guria do Sertão sem os dentes da frente mas trabalhadora, risonha, muito esforçada e dadeira, e começa trabalhando servindo sorvete para conseguir casa, cama, comida, um discman e uma lata de Pringles sabor Sour & Cream. Com apenas 10 anos encontrou o líder da Yakuza que, por acidente da TAM havia ido parar em seu quintal imaginário, que, para sua surpresa, era pedófilo. Gwen não se conteve e deu e foi paixão à primeira vista, mas o Yakuza (conhecido como "Super Loko") não estava satisfeito e levou também o seu irmão Estrupáfio. Tudo isso não passou de um pesadelo sonho que a guria teve mas acreditou que aconteceu mesmo e escreveu a música Simple Kind of Life, honrando esse episódio. Assim também se iniciou sua obsessão pelo Japão, acreditando que viveu lá numa vida passada ou qualquer porra New age semelhante. Como qualquer outra guria retardada ela gostava de maquiagem (muita maquiagem) e de escutar cassetes da Xuxa e Madonna, seus ídolos de então. Escutar essas coisas logo desperta nela o mesmo desejo que toda a garota da sua idade tem: ser famosa através de canções medíocres, melhor conhecidas como "música pop".

Carreira[editar]

Ânus 90[editar]

Numa suruba com os integrantes da banda.

Gwen, agora com todo o material de Madonna, estudou milimetricamente como criar uma carreira de escândalos, visando sempre um novo método de vender seu corpo, já que não ligava muito para a música, mesmo. No entanto, seu irmão Estrupáfio era metaleiro e mudou de nome para Eric (inspirado no complexo personagem do filme indie/cult A Pequena Sereia) e lhe apresentou um ritmo satânico e nazista: o Ska. Mas nem tudo eram flores na vida de Gwen, pois ela era obrigada a trabalhar noite e dia na Disney como Pato Donald, enquanto seu irmão ficava em casa desfrutando de uma vida de relaxos. A pobre moça vivia estressada e em estado do tensão pré-menstrual crônica... Certo dia, seu irmão vagabundo lhe apresentou três neo-nazistas e um indiano (que, apesar de inacreditável, levou em consideração a filosofia nazista, sendo o único nazi não-caucasiano da cidade). Juntos, fundaram a banda No Doubt, que traduzindo significa sexo selvagem.

Gwen festejando os fracassos sucessos dos No Doubt.

Já em 1992, lançam seu primeiro álbum, originalmente intitulado de No Doubt (Sem Bunda), mas fracassou... e então Gwen mata um integrante do grupo (mais tarde foi alegado suicídio). Em 1995 vinha o segundo, The Beacon Street Collection (As Biscaites da Rua Colecionadas) que... também fracassou e, por isso, Gwen chutou seu irmão do grupo. No ano seguinte de 1996 tentaram o sucesso (de novo) e porque o povo diz que à terceira é de vez, lançaram Tragic Kingdom (Traçada por Todo o Reino), que, va lá, foi um hit bombando na rádio. Mas desta vez foi Gwen que foi chutada pelo namorado depois de descobrir suas macumbas e alienações religiosas.

Após um pote de água óxigênada ser jogado por um fã do Metallica em seus lindos cabelos castanhos, Gwen ficou mais loira burra que alemã no Inverno, foi na mesma época que, depois de dar safadamente para o indiano e satisfazer seus impulsos mais secretos, Gwen se tornou uma superstar mundial com os hits Don't Speak (Não Chupe), Just a Girl (Fingindo ser Menina), e Hey Baby (Hey Gatinho). Contudo, seu namorado lhe dá o fora e termina tudo (inclusive a banda), deixando-a traumatizada e sem emprego. Apesar do golpe emocional, isso só lhe serviu de combustível para a realização de seus planos em direção à Dominação Mundial. Mais tarde, Gwen viria a escrever uma porrada de músicas sobre isso.

Ânus 2000[editar]

Gwen citou clássicos de padaria como sua inspiração capilar.

Depois de ser despedida dos No Doubt, Gwen entra em crise emotiva por ser apenas conhecida como "a garota da banda" na mídia e, para continuar enchendo os cofres, decidou lançar-se numa carreira a solo. Sua inspiração maior foram Madonna e Cyndi Lauper, e queria fazer o mesmo que elas haviam feito na Década de 1980 e conseguiu, em parte, graças á morte da música decente e com a ajuda de rezas à Nossa Senhora e macumbas que fazia dia após dia, pedindo por inspiração, o que ajudava em suas ideias mais oníricas e loucas.

Stefani e suas escravas japonesas, as Harajuku Girls, em 2005.

Em 2004 lança seu primeiro álbum a solo, intitulado Love. Angel. Music. Baby. (L.A.M.B. - Lambida), onde dizia plagiar modernizar os clássicos que ouvia no Ensino médio para impressionar a nova pirralhada. Logo sai o primeiro single What You Waiting For? (Em que você está enfiando?) onde dá uma de Alice no videoclip e falava sobre sua obsessão em se tornar numa encubadora de bebês mãe. A crítica mais positiva que isso recebeu foi que era "divertido". Pouco depois lança o single Rich Girl (Cadela Rica) que não é mais do que um cover plágio da música If I Were a Rich Man da banda Louchie & Michie One. Seu único grande hit veio com Hollaback Girl (Rola Atrás da Garota), onde ensinava a criançada a soletrar banana e se apresenta suas putas japonesas dançarinas importadas do Japão, as Harajuku Girls, que eram escravizadas pela cantora, que se achava superior a elas e as obrigava a dançar em músicas de merda "leves e com batidas roubadas a outros artistas "carismáticas". É dito que as Harajuku Girls, para impressionar sua mestre, faziam de tudo e até limpavam suas nádegas de Gwen com seus próprios rostos macios e nipônicos, visando uma menor irritação em seu ânus. Entretanto, lança um terceiro single Cool () mas não teve notoridade na mídia... ela também viria a escrever uma porção de músicas sobre isso mas ainda não sabemos quais.

Esbanjando beleza em 2006.

Em 2006, lança seu segundo álbum The Sweet Escape (A Doce Fodida), com músicas ainda mais comerciais-lixo que só serviam para passar na balada. O disco foi um fracasso, repleto de canções cheias de mensagens subliminares satânicas. Lança o single Wind It Up (Se Masturbe) e surge no videclip plagiando o filme indie/cult/baseado em fatos reais A Noviça Rebelde, onde é vista tagarelando no alto das colinas com as cabras risonhas ao lado de japonesas e chaves gigantes encantadas. Logo de seguida vem o single The Sweet Escape, que conta a estôria de quando esteve presa e conseguiu fugir, revelando ao mundo seu elaborado plano de fuga. Por volta dessa altura, os No Doubt juntam-se e começam trabalhando num novo disco para sambar na cara dela. Gwen vai parir seu segundo filho e quando quer regressar à música descobre que seu lugar fora roubado por uma demente insuportável e sofredora de gagueira crônica recém-chegada à mídia: Lady GaGa. Revoltada e emotiva por ter sido substituída, sume durante uns tempos para aprender que, como diz o povo: quem vai ao ar, perde o seu lugar.

Ânus 2010[editar]

Cquote1.png Sua pesquisa - Carreira internacional depois dos Anos 2000 - não encontrou nenhum documento correspondente. Cquote2.png
Google sobre procura sem sucesso sobre Carreira de Gwen Stefani

Qualquer um sobre Gwen Stefani depois da Década de 2000.

Em 2012, depois de muito implorar e chorar e boquete para os outros integrantes dos No Doubt, eles a aceitam de volta e vão gravar um novo álbum Push and Shove (Puxa e Empurra), que só deve ter feito sucesso lá nos States, e ainda assim, só entre os (poucos) fãs da banda. Fora disso, Gwen se dedicava a tentar aguentar a fama da melhor forma que podia, geralmente à custa de seus miguxos Pharrell Williams e Adam Levine que a deixavam ir fazer de "extra" aos concertos... geralmente o espetáculo de abertura (que todo mundo sabe está reservado àqueles artistas novatos ou caídos no esquecimento, sendo o último o caso de Stefani). Sem ideias, em 2014 vai fazer de jurada para o The Voice, mas temporariamente, pois só ia substituir Christina Aguilera. Ainda nesse ano lança dois singles que supostamente fariam parte do seu terceiro álbum a solo: Baby Don't Lie (Querido, não metas) e Spark the Fire (Fogo no cú) mas foram ambos tão ruins e sem qualquer projeção que foram retirados do disco futuro. Sem ideias sobre mais o que escrever e sem perpetivas do disco ser lançado, se dedica a fazer de "feat." em canções desconhecidas de artistas modinha e amigos seus, que tinham pena dela, entre os quais o próprio Pharrell, Eminem e Sia.

Farta de ser reconhecida na rua, Stefani começou se entulhando de cirurgia plástica em 2019 para desfigurar sua cara e passar despercebida na rua.

Em 2015 vai de penetra convidada a um concerto em Nova Iorque apresentar um outro single Used to Love You (Costumava Me Fazer Vir), acerca de seu casamento fracassado com Gavin Rossdale e no dia seguinte lança o videoclip pois assim já não dava para riscar o álbum e ainda pagar ao YouTube para fazer hype da coisa. Nesse ano lança seu terceiro álbum a solo: This Is What the Truth Feels Like (O Fracasso Sabe a Isto), que foi um flop tão grande que nem teve qualquer distribuição fora dos Estados Fudidos e ainda assim só conseguiu lançar mais um single, Make Me Like You (Me Faz Vir). Em 2017, a flopada Stefani vai fazer o que todos os artistas sem-ideias fazem: lança uma coletânea... não de best-offs (porque ela não tem nenhum) mas de covers de canções de Natal de artistas mais talentosos do que ela intitulado You Make It Feel Like Christmas (Faz me Vir no Natal). Em 2018 inicia seu concerto-experiência em Las Vegas chamado Just a Girl e quase foi cancelado por falta de audiência, já que ela, nessa década, só era conhecida nos States e, mesmo assim, estava mais para sub-celebridade. Em 2019 regressa como convidada ao The Voice, desta vez para substituir Adam Levine, e acabou substituída por Nick Jonas.

Discografia[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: No Doubt

2004: Love. Angel. Music. Baby.[editar]

No seu afamado videoclip Hollaback Girl (2004).

Tradução: L.A.M.B. - Lambida

  1. What you Waiting for? : Em que você está enfiando?
  2. Rich Girl : Cadela Rica
  3. Hollaback Girl : Rola Atrás na Garota
  4. Cool :
  5. Bubble Pop Eletric : Vibrador Pop Elétrico
  6. Luxurious : Ninfomaníaca
  7. Harajuku Girls : Garota, Haja Cú!
  8. Crash : Créu
  9. The Real Thing : A Dureza Real
  10. Serious : Sexo
  11. Danger Zone : A Zona das Perigosas
  12. Long Way to Go : Caminho Longo pra dar

2006: The Sweet Escape[editar]

Posando para o seu mais recente álbum de 2006.

Tradução: A Doce Fodida

  1. Wind it Up : Se Masturbe
  2. The Sweet Escape : A Doce Fodida
  3. Orange County Girl : Prostituta de Calcinha Laranja
  4. Early Winter : Foda de Inverno
  5. Now That you Got It : Agora que você gozou
  6. 4 In the Morning : De quatro de manhã
  7. Yummy : Estrume
  8. Fluorescent : Foda Indecente
  9. Breakin' Up : Arrombando
  10. Don't Get it Twisted : Não deixe tudo gozado
  11. U Started It : Você começou a meter
  12. Wonderful Life : Foda Maravilhosa

2016: This Is What the Truth Feels Like[editar]

Plagiando Marilyn Monroe em 2016 para solidificar seu status como "astro do POP", em que um dos requisitos é plagiar a defunta pelo menos 1 vez na carreira.

Tradução: O Fracasso Sabe a Isto. Isso foi um flop autêntico e Gwen começa sendo pouco mais do uma sub-celebridade.

  1. Misery : Miséria (minha conta bancária)
  2. You're My Favorite : És a Minha Transa Favorita
  3. Where Would I Be? : Onde Vai Enfiar?
  4. Make Me Like You : Me Faz Vir
  5. Truth : Verdade (estou flopando)
  6. Used to Love You : Costumava Me Fazer Vir
  7. Send Me a Picture : Manda nudes
  8. Red Flag : Buceta vermelha
  9. Asking 4 It : Pedindo pela rola (para engravidar)
  10. Naughty : Marotona
  11. Me Without You : Eu sem Você (Masturbação)
  12. Rare : Rola

2017: You Make It Feel Like Christmas[editar]

Tradução: Faz me Vir no Natal Flopada e já sem ideias, Gwen lança um disco de músicas de Natal e isso basicamente não tem qualquer conteúdo original: são só covers de músicas de Natal de outros artistas com talento superior ao dela.

Carreira Cinematográfica[editar]

Tal como todos os outros astros do Pop, Gwen participou em várias produções de Hollywood, mas sempre como ela própria, ou seja, fazendo cameos só para ganhar uma grana extra, em coisas da mesma categoria de Zoolander. Tentou o teste do sofá para Sr. e Sra. Smith, mas não passou com sucesso. Seu único papel foi de figurante no filme O Aviador em 2004 e por isso é chamada de "atriz"... mas só foi escalada porque Martin Scorsese, por incrível que pareça, era fã dos No Doubt.

Vida Pessoal[editar]

Fazendo reza à Virgem Maria, Santa Bárbara, Santa Rita, Santa Ignorância,...

Quando estava nos No Doubt começou pegando Tony Kanal e ficou obcecada por ele, fazendo amarração, macumba para ter filhos com ele, rezas à Virgem Maria, acendendo velinhas na igreja e ainda tinha um altar em sua honra em casa. Como ela é uma católica devota, sexo só depois do casamento (Ou não)! O cara descobriu e ficou muito assutado com essa porra toda e deu-lhe um chute na bunda. Isso levou ao fim da banda, porque Tony estava tão aparovado por ser perseguido por Gwen que teve de botar uma ordem de restrição na polícia só para travar a guria. Ainda assim, Gwen nunca superou a obsessão que sentia por Kanal e anos mais tarde ainda escrevia músicas sobre ele.

Quando foi na maternidade tentar roubar o bebê alheio.

Deprimida pelo fim da relação e sem qualquer bebê, Gwen faz reza à Santa Bárbara para lhe aparecer um cara com quem possa ter filhos (sua grande obsessão). Fontes exclusivas revelaram à Desciclopédia que durante esse período crítico, Gwen foi vista a rondar maternidades lá nos States e na Inglaterra, com o objetivo de raptar o bebê de alguma mãe mais desatenta ou com um parto mais complicado... foi durante uma dessas rondas, por um hospital de Londres, que viria a conhecer o guitarrista dos Bush, Gavin Rossdale. Eles logo se casam em 2002. Depois de muito tentar e rezar às santas, lá têm o primeiro filho em 2006, satisfazendo a necessidade patológica de Gwen por se tornar mãe uma incubadora de bebés. Ela continuou parindo até 2014, conseguindo ter mais dois filhos... e só não teve o quarto porque em 2015 descobriu que era corno e que Rossdale andava pegando a babá gostosa na cama do casal, na cozinha onde preparavam a comida das crianças, nos carros de Gwen e sabe-se lá mais onde. Apesar disso ser contra a sua religião, Gwen logo pede o divórcio porque não aguentava a humilhação.

Mas Gwen não podia ficar assim... só com 3 filhos, ela queria mais, muitos mais. Então, logo após o divórcio em 2015 conhece outro cantor que tinha cara de ser fértil: Blake Shelton. Ainda por cima cantava country, logo parecia mais um "pai de família"... ou não. Gwen logo começa namorando o cara, que era seu colega-jurado no The Voice, na esperança de engravidar de novo, para ir ao quarto, quinto, sexto ou sétimo filho... mas como já estava chegando na menopausa não teve sorte. Em 2018, para combater seu desgosto em não conseguir vir a ter 7 filhos pelo método normal, viciou-se em cirurgia plástica até ter ficado completamente irreconhecível.

(Des)Fatos sobre Gwen Stefani[editar]

Tua namorada não é desmamada... é POBRE!
  • Existem rumores de que Gwen já morreu mais de 10 vezes;
  • Os seus seios possuem vida própria e são afamados por crescer do dia para a noite;
  • Dizem que é uma Jedi;

Galeria[editar]

Livro.jpg
Tiburcio3.jpg
Gwen Stefani ganhou o Prêmio Educação, porque:
ensinou um bando de retardados a soletrar "b-a-n-a-n-a"!!!!
OBRIGADO Gwen Stefani! Parabéns!!!
Seu esforço contribui para a formação de um mundo melhor!!!


Afiliados[editar]