Gordon de Minotauro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ulica Kenobiego.jpg Artykuł ten jest polska!

Gordon de Minotauro joga The Crims e Tibia todo dia, não sabe pronunciar seu próprio nome de 250 consoantes, enche a cara no bar de leite, adora checar putas e odeia comunistas.
Se você vandalizar, Robert Kubica vai lhe mandar pro Corredor Polonês!


Death99.png
Gordon de Minotauro já morreu!

Cortaram o fio de prata pra vender no camelô!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Gordon

Espectro-gordondeminotauro.jpg

Classificação Espectro
Cavaleiro
Deus a que serve Hades
Armadura Minotauro
Golpes Grande Machado Esmagador (Grand Axe Crasher)
Perfil
Nacionalidade Bandeira da Polônia Polônia
Local de Treinamento Nasceu sabendo
Nascimento 18 de Dezembro (Sagitário)
Frase Favorita Cquote1.png Perto do meu machado, a sua Excalibur é apenas uma espada enferrujada Cquote2.png


Cquote1.png Você quis dizer: Aldebaran de Touro Modo Espectro? Cquote2.png
Google sobre Gordon de Minotauro
Cquote1.png Experimente também: Minotauro Cquote2.png
Sugestão do Google para Gordon de Minotauro
Cquote1.png A única palavra que ele sabia falar era meu nome! Cquote2.png
Mu de Áries sobre Gordon de Minotauro
Cquote1.png Beijos, me liga! Cquote2.png
Labirinto do Minotauro sobre Gordon
Cquote1.png Injustiça! Cquote2.png
Shiryu de Dragão sobre Gordon de Minotauro e mais dois que vieram bater nele

Apresentação[editar]

Gordon, o menino boi.

Gordon de Minotauro é mais uma pecinha do xadrez do Imperador do Submundo Hades, mais exatamente um peão, já que é tão inútil e desnecessário quanto o Markino de Esqueleto, que nem um Espectro pode ser considerado direito. Ele é utilizado mais exatamente para preencher um espaço deixado pelos 108 Espectros já mortos da Saga de Hades, presentes no anime/mangá Os Cavaleiros do Zodíaco.

Ele não é nada além de uma cópia do brasileiro Aldebaran de Touro, só que vestindo uma Sapuris (a Armadura do Mundo Inferior), coisa que o Dourado Cavaleiro da Casa de Touro nunca usaria, bem diferente de Camus de Aquário, Saga de Gêmeos, Afrodite de Peixes, Shura de Capricórnio e Máscara da Morte de Câncer fizeram (assim como uma gama de Cavaleiros de Prata defuntos). Por esse motivo, Masami Kurumada resolveu criar esse Espectro, em uma crise de falta de criatividade, já que o cara em nada esconde ser um esboço do Aldebaran, já que é grande, forte e praticamente burro.

Sua participação veio somente no final da Saga de Hades, para impedir que os Cavaleiros da Deusa Athena chegassem aos Campos Elísios pelo rombo que foi feito no Muro das Lamentações pelos Cavaleiros de Ouro, sendo que isso foi uma tentativa inútil, já que eles são protagonistas e sempre venceriam. Por ter morrido e não agradado ao autor, acabou nem entrando na outra fase do anime conhecida como The Lost Canvas, pelo menos não em um papel de destaque.

História[editar]

O imponente [carece de fontes] Gordon de Minotauro.

A história de vida de Gordon, assim como de muitos outros animais Cavaleiros, principalmente Espectros, não é dada muita importância no anime, afinal, já bastam aquelas conversas demoradas e chatas antes do quebra-pau para que todos realmente possam prestar atenção no desenho. Se ainda rolar história de vida, aí que a coisa complica, pois todo mundo sabe que nenhum Cavaleiro tem uma história alegre e feliz (mesmo que muitos sejam alegres e felizes a maior parte do tempo). Mas como aqui é uma enciclopédia (ou não, pelo menos tentamos) a vida dele será contada, para a tristeza o deleite dos leitores.

Gordon e sua família viviam na Polônia, como toda e qualquer família pacata e rica da cidade. Chegando o mês de julho, eles resolveram passar as férias em algum lugar do mundo, já que tinham dinheiro e podiam ir para onde quisessem. Quando estavam passeando de avião, e lá estava rolando maior festa (afinal, Primeira Classe é outra coisa), a mãe de Gordon estava tão chapada de Coca-cola que deixou ele cair do avião pelo buraco do vaso sanitário, que tinha sido deixado aberto pelo pai dele, que não tinha o costume de abaixar o acento do troco todo.

Gordon caiu no meio da floresta amazônica e, por mais incrível que pareça, ele sobreviveu e foi criado por um casal de bois, sendo assim chamado de Minotauro por muita gente, mesmo não tenho nenhuma parte de seu corpo no formato do ruminante (ou não). Crescendo e sendo criado como um animal, não demorou para que chamasse a atenção de todos para tal fenômeno, que acabou virando quase como aquelas atrações bizarras de circo, sendo que isso deixava Gordon tão furioso quanto o próprio Minotauro mitológico.

Sua juventude[editar]

Diz lá se ele não é a cara do Aldebaran de Touro.

Envergonhado, mas ao mesmo tempo revoltado, Gordon não podia deixar tal humilhação barata, treinando tanto quanto podia em um dia, até ficar forte que nem um burro Touro, ou pelo menos próximo a isso. Escola? Pra quê se ele era forte e somente pronunciava uma monossílada. Por isso, muitos confundiam se ele tinha sido criado por bois ou por burros, já que o mesmo não conseguia resolver uma simples conta matemática de soma, deixando-o ainda mais revoltado por essas ofensas que não paravam de crescer.

Gordon tentando disfarçar a cara feia com um elmo de boi, herança da família.

Gordon cresceu bastante até e se tornou um homem bem forte e a única palavra que ele sábia falar era "Mu", já que vacas e bois não possuem um vocabulário muito extenso e somente isso lhe era permitido pronunciar (pelo menos a princípio). Vendo no chifrudo uma grande possibilidade de força para o seu exército sombrio, Hades, que estava sendo controlado manipulado representado por Pandora Heinstein na Terra (enquanto ainda estava aprisionado no corpo feliz de Shun de Andrômeda, resolveu convidá-lo para se juntar ao seu grupinho macabro, sendo que se ele assim o fizesse, poderia se vingar de todo mundo que risse dele e ainda tinha a chance de conseguir a tão sonhada vida eterna.

Hades havia percebido que ele tinha se tornado forte, por isso mandou Pandora buscar ele, Hades tornou ele um de seus servos assim que o cara assinou o contrato de sangue com o Imperador do Inferno. Sua armadura foi a Sapuris de Minotauro, a Estrela Celeste do Cárcere, por nenhum motivo em especial, Hades somente achou que ficaria bonito nele. Porém, um pedido a mais foi feito por Gordon, ele queria aprender a falar como um ser humano. Como Hades também é cultura, Gordon foi colocado em uma escola infernal e ele aprendeu a falar (ou a mugir como um humano, isso ainda está em estudo).

A Saga de Hades[editar]

O Grande Machado Esmagador único principal golpe de Gordon sendo também o único.

Os Cavaleiros de Ouro de Athena conseguiram fazer uma belo rombo no Muro das Lamentações, encontrado no final da Giudecca, com o poder dos seus cosmos e uma flechada certeira de Aiolos de Sagitário. Com esse belo buraco aberto, os Cavaleiros de Bronze, Seiya de Pégasus, Hyoga de Cisne, Shiryu de Dragão e Shun de Andrômeda, puderam passar facilmente para os Campos Elísios, ou pelo menos eles pensavam que isso seria fácil.

Gordon e Shiryu, na hora em que o Espectro quebrou a munheca do Dragão. Ui!

Antes que todos pudessem passar, Shiryu, o cegueta que sempre volta a enxergar (WTF?), acabou percebendo que ainda sobraram três Espectros (de nível inferior aos Titãs infernais) vivos, sendo que tais estavam perseguindo-os, afim de evitar que os mesmos fossem parar nos Campos Elísios principalmente sem os convidá-los para ir para lá. Seiya e Shun (como sempre) foram na frente, pouco se importando com os Espectros que tinham aparecido. Hyoga e Shiryu ficaram, mas o Dragão pediu para que o Cisne seguisse, pois ele, por ser fodão, poderia vencer os três facilmente.

Os Espectros que apareceram alí foram Gordon de Minotauro, Queen de Alraune e Sylphid de Basilisco, os únicos sobreviventes dos 108 Espectros, mas não sobreviventes por serem fortes, mas sim pelo fato de evitarem, até o final, de se meterem em brigas, já que não passavam de um bando de covardes.

Cada um com o seu poder individual, Shiryu atacou a todos, primeiramente, com a Espada Sagrada que Corta Tudo, Excalibur, um presentinho de Shura de Capricórnio dado a ele na Batalha das Doze Casas. Para a sua surpresa, Gordon tinha um poder plagiado do seu, só que no lugar de uma espada era um machado foderoso. Após ter o seu braço machucado pelo poder de Gordon e dos outros dois (afinal, eram três contra um), Shiryu se revolta e owna a todos com o seu golpe plagiado aprendido com o Dohko de Libra, o Cólera dos Cem Dragões (mesmo que ele tenha "visto" esse golpe quando estava cego - WTF?).

Foi esse o golpe que Gordon e seus amigos viram antes de morrer.

Ver também[editar]


Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Gordon de Minotauro no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg
Cavaleirospredef2.jpg