Gerhard Berger

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Gerhard Berger (27 de Agosto de 1959) é um famoso piloto austríaco de Fórmula 1. Sim, piloto! Sei que é difícil de acreditar que exista um austríaco famoso que não seja compositor da música erudita, mas essa é a verdade. Gerhard Berger ficou famosíssimo por ter sido companheiro de equipe de Ayrton Senna, e também por quase ter morrido na mesma curva que o seu companheiro. Ai, que burro, dá zero pra ele!

História[editar]

Gerhard Berger era conhecido pela sua pilotagem agressiva.

Gerhard Berger nasceu na Áustria. Só por causa disso, ele já tinha 99% de chances de se tornar um compositor da música erudita. Porém, por incrível que pareça, Berger não tinha talento para isso.

Quando criança, os pais de Berger queriam que ele começasse a estudar música. Porém, o que Berger realmente queria era se tornar um grande astro do automobilismo, pois achava que isso era muito mais interessante do que ficar apenas com a bunda em uma cadeira tocando porcarias que ninguém entende. Obviamente, os pais de Berger ficaram muito complexados com isso, mas como respeitavam as decisões do seu filho (ou seja, não tinham nenhuma descendência brasileira), eles deixaram que Berger fizesse o que queria da vida.

Assim como todos os grandes pilotos, Berger sabia que teria que começar correndo de kart se quisesse se tornar profissional algum dia. Poré, encontrar alguma equipe de karts em seu país estava difícil, pois todos os seus compatriotas que não eram compositores da música erudita, tinham morrido na Segunda Guerra Mundial junto com o seu líder, Adolf Hitler. Mesmo com esse "pequeno grande" problema, Gerhard Berger não planejava desistir tão fácil. Então, ele decidiu ir até a Alemanha, pois lá, apesar de metade da população ter morrido enquanto seguia Hitler, ainda existiam algumas pequenas montadoras de karts quase falidas, que estavam admitindo qualquer um para pilotar os seus protótipos.

Chegando em uma dessas montadoras, Gerhard Berger conseguiu imediatamente uma vaga para ser piloto de karts, sendo que nem precisou tirar a carteira de habilitação. Mesmo assim, com toda a certeza, ele dirige melhor do que muitos motoristas do Brasil.

Como a Alemanha estava toda destruída, e as poucas crianças interessadas no automobilismo eram forçadas a ficar erguendo muro para reestruturar o país, Gerhard Berger ficou competindo sozinho nas corridas. E conseguiu o feito de não conseguir completar nenhuma corrida da temporada, pois em todas as provas ele conseguiu o feito de bater nos muros de pneus.

Mesmo assim, como não tinha mais ninguém, Gerhard Berger recebeu um convite para correr pela Ferrari (na época em que essa montadora estava falida, pois ainda não vendia aqueles perfumes e roupas caríssimos). Como estaria realizando o sonho de ser profissional, Gerhard Berger aceitou o convite, e estava pronto para começar a carreira... Coitados dos outros participantes da Fórmula 1. Eles teriam que rezar 24 horas por dia.

Carreira na Fórmula 1[editar]

Gerhard Berger, o único piloto que conseguia causar desastres em uma reta.

Para desespero de todos os outros competidores, quando Gerhard Berger entrou na Fórmula 1, estava formada uma combinação perigosíssima: Piloto ruim pra cacete + Carro rápido = Desastre muito próximo. Por conta disso, ninguém se atrevia a dividir as curvas com Berger, pois sabiam que o resultado poderia ser terrível. Isso explica o porquê de Berger ter sido ultrapassado pouquíssima vezes em sua carreira.

Como acelerava sem nenhuma preocupação com o carro, Berger quebrava em praticamente todas as corridas (para não dizer que quebrava em todas). Nas poucas corridas em que conseguiu terminar com o carro intacto [carece de fontes], Berger até que conseguiu ir bem, sempre conquistando alguns pontinhos. Algumas vezes, quando metade dos adversários quebravam, Gerhard Berger até conseguia vencer. Mesmo assim, ele continuava sendo uma completa incógnita, pois não possuia carisma (ou seja, não ficava fazendo micagens e chupando a pica dos jornalistas sensacionalistas quando vencia as corridas).

Alguns anos mais tarde, quando já tinha se tornado um pilotmo experiente, Gerhard Berger teve a chance de ser o companheiro de equipe de Ayrton Senna. Por conta disso, ele ficou famosíssimo mundialmente como "Aquele carinha que é companheiro de equipe do Ayrton Senna"

Quando Senna morreu naquela fatídica prova, Gerhard Berger ficou sendo o principal piloto da equipe. Então, ele ficou sendo conhecido como "O carinha que substituiu o Ayrton Senna". Na temporada que se seguiu, Gerhard Berger foi tão burro, mas tão burro, que quase morreu exatamente na mesma curva que o Senna tinha morrido, porém, para a sua sorte, ele foi resgatado a tempo pelos bombeiros.

Atualmente[editar]

Após ter se aposentado, Gerhard Berger resolveu comprar algumas ações da Scuderia Toro Rosso, que é conhecida como "Aquela equipe em que os dois carros quebram em todas as corridas". Nem preciso dizer que esse foi o investimentos mais furado da vida de Berger, e ele acabou perdendo todo o dinheiro que tinha ganho em toda a sua carreira. Ai, que burro, dá zero pra ele!

Schumacher dick vigarista.jpg
Buildphotoims4vd.jpg
v d e h
Pilotos da Fórmula 1