Game Boy

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Um Game Boy com visor em preto e branco.

Sculpture samurai.jpg

Made in Japan
Este é um artigo com tecnologia do sol nascente né.
A mão de desenhar mangá chega a tremer.


Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Game Boy.

Cquote1.png Nossa, que gráficos reais! E ainda tem som! Cquote2.png
Nerd jogador de Tibia sobre Game Boy

Cquote1.png Não sei porque o Game Boy Color é mais caro... Cquote2.png
Daltônico sobre Game Boy

Cquote1.png NINTENDO GAMEBOY NOOOO!! I WANT NINTEENDO SIXTYY FOOOOOOUUUURR!!! Cquote2.png
Muleque doido do N64 sobre seu presente de natal

Cquote1.png Isso é pra fazer o muro? Cquote2.png
Predeiro sobre Game Boy

GameBoy.gif O Game Boy (em português Menino Jogo) é um tijolo portátil feito pela Nintendo, lançado nos anos 50, com 25 cm de largura e 30 kg, que fez muitas crianças tomarem bomba pra passar uma hora jogando. Foi um grande sucesso de vendas para a Nintendo e para as fábricas de pilhas.

História[editar]

Primeiro protótipo do Game Boy na época do Atari.
Game Boy do Milhão edição Silvio Santos.

Ao contrário que muitos acham, o Game Boy não foi o primeiro portátil, foi o Brick Game Jurassic, do ano 4000 a.C, que tinha a altura de um prédio de dez andares feito de madeira e botões de pedra, para resistir às garras dos dinossauros e as unhas de Dercy Gonçalves. Mas aí você pergunta: desde quando essa pº##@ de quinze toneladas é portátil? Desde quando Chuck Norris carrega ele no bolso.

Mas já que nem todos são iguais ao Chuck, o Brick Game foi diminuindo ao longo dos tempos até o Brick Game tróia, que tinha 9 metros. Depois de desistirem de zerar Tetris, os troianos levaram aquela merda em um cavalo de madeira para os gregos, que eram mais competitivos e tentaram zerar até a morte; e finalmente, depois da revolução tecnológica, foi feito em latidos do séc XX o primeiro Brick Game ∞ in 1, com infinitos Tetris, um mais diferente que o outro.

Se aproveitando que o Tetris é impossível de se zerar (só Ciro Bottini e Ray Charles tinham zerado), o que deixava o jogadores putos da vida, a Nuintendo Inc. Sa. Ltda. criou o portátil do Super Mario e dos jogos fáceis de zerar: o "Game & Watch" (ingrês para jogue e enxergue), mas algumas pessoas que entenderam isso ao pé da letra, como jatobá, Geraldo Magela e Ray Charles, jogaram e "não viram" nenhuma diferença, processando a empresa por propaganda enganosa. Mesmo assim, a Nãointendo continuou no ramo de portáteis lançando o revolucionário e leve no bolso (só no bolso) Game Boy! que vendeu mais de 5 milhões de cópias na Terra, 1 milhão em Marte, 10 mil na Lua, 150 mil no Acre e 1.123.456.789.056 trilhões no Planeta-Dos-Ets-Que-Enxergam-Preto-e-Verde.

Lista de jogos do Game Boy[editar]

Não dava pra ver merda nenhuma nessa tela.
Um dos zilhões de acessórios extremamente úteis do Game Boy.

Aqui estão os jogos que mais fizeram sucesso:

Game Boy Advance[editar]

Game Boy ganhou uma versão "advançada", apelidada carinhosamente de GBA (Grande Bosta Azul/Amarela). O design também mudou, agora ele tinha mais dois botões que mudaram a sua vida, R e L. O portátil da Nuintendo tinha aparelhinhos de celular, pingentes da Hello Kitty, conexão wireless semwork, vibrador e por aí vai, até onde sua imaginação não alcança. Isso multiplicou bilhares de vezes as vendas pois emos e viados começaram a comprar só para ter Internet, celular, um console cor de rosa e o ultravibradô.

Para mais detalhes sobre o "avanço", leia o artigo Game Boy Advance.

Ver também[editar]