Frey (mitologia)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Viking arca de Noé.jpg Ek est årtikkel Vikingen!

Este artigo veio das frias terras dinamarquesas! Ele gosta de remar, louva Odin e o Deus Metal, não tem nenhum senso de privacidade ou de educação e seu autor chegou ao Valhalla. Não vandalize ou envolva a Finlândia neste artigo!

NewBouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Frey (mitologia).
Frey fazendo uma Genki-Dama.

Cquote1.png Você quis dizer: Frei Cquote2.png
Google sobre Frey (mitologia)
Cquote1.png Meu cunhado! Cquote2.png
Odur sobre Frey
Cquote1.png Na União Soviética, quem é fértil é VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Frey
Cquote1.png Ele aparece lá na minha igreja! Cquote2.png
Carla Perez sobre Frey
Cquote1.png Morra seu filho da puta! Cquote2.png
Surt sobre Frey
Cquote1.png Meu irmão, seu cabelo está um luxo, me diga o que você passa nele? Cquote2.png
Freya sobre Frey
Cquote1.png Um gato! Cquote2.png
Capitão Gay sobre Frey
Cquote1.png Tira o olho sua bicha gorda, porque eu vi primeiro! Cquote2.png
Clodovil sobre citação acima

Frey é o deus nórdico da fertilidade, já que trazia chuva, sol e boa colheita pra todos. Frey é também irmão de Freya e filho de Njord.

História[editar]

Frey era um garoto pobre e fudido e não tinha dinheiro pra comprar um pão, então ele decide trabalhar pra Durval, ao qual lhe pediria pra enfrentar uns viadinhos protetores de uma vadia vinda lá da grécia, porém Frey acaba levando uma surra e ainda acaba sendo sequestrado mais tarde, para que Durval lhe pagasse um resgate. Mas Durval não pagou nada já que havia morrido por conta dos viadinhos e Frey quase se fudeu.

Exatamente, quase, pois Frey aproveitou que estava rolando uma treta entre seus sequestradores e fugiu. Sem ter pra onde ir e sem nenhum tostão furado, Frey decide ir morar em Asgard, onde lá, ele fez uma casinha muito engraçada que não tinha teto e não tinha nada. Porém a casa foi feita com muito esmero, e Frey conseguiu termina-la.

Em sua nova moradia, Frey fez amizade com seus vizinhos, os Elfos, aos quais respeitavam tanto Frey que lhe chamavam de Senhor, e então, Frey ficou conhecido como carinha que mora logo ali Senhor dos Elfos.

Frey quando posou para revistas femininas.

Frey também fez amizade com os anões, que viraram seus amigos após Frey convencer a Branca de Neve a dar pra eles. Como gratidão, os anões lhe deram o cu vários presentes, como: um navio mágico grande pra caralho, uns cavalos, uma armadura mark 3 do Homem de Ferro, uma excalibur roubada da Saber, e um javali bem gordo pra ele fazer um rango ou churrasco com toda galera, porém Frey não matou o bicho e decidiu fazer dele seu mascote.

Frey gostou de todos os presentes, porém ele teve que barganhar uma de suas porcarias pra poder comer uma rapariga que ele estava afim. O que ele deu (humm!) pra poder ficar com a mina, foi a excalibur, ao qual entregou para o pai da moça, Gymir, e este permitiu que Frey a comece. O nome da ferlizarda era Gerda, que era gigante, porém Frey sempre dava um jeito de fode-la apesar de seu tamanho (nós da desciclopédia, não ainda não descobrimos qual foi o jeitinho que Frey deu, mas um dia ele nos conta).

Frey estava mais feliz que pinto no lixo, pois perdeu a virgindade e ainda ganhou vários brindes legais, porém como felicidade dura pouco, a de Frey também acabou, já quando ele deu sua espada para Gymir, ele acabou perdendo a arma mais foda que ele tinha e por isso, acabou morrendo no Ragnarok pelas mãos de Surt.

Vida amorosa[editar]

Bom, agora você sabe que Frey conseguiu se casar com Gerda após ele dar sua excalibur para o pai dela, porém, a banda não toca desse jeito não, pois mesmo agradando o pai da moça, esta não quis dar pra ele e ficou fazendo cu doce. Mas Skimir, puxa saco de Gerda, disse que o bofe era gente boa e bom de cama, e então Gerda decidiu se casar com Frey, não só pra não ficar solteira, mas também por causa de uma macumba.

Frey puto porque estava sem dinheiro pra ir no bordel.

Frey se apaixonou por Gerda quando ele a viu pela primeira vez ao sentar-se na poltrona de Odin pra dar aquela relaxada gostosa. Uma vez sentado na poltrona, Frey ficou olhando para a casa das vizinhas pra ver se conseguia exergar algo interessante, e daí, Frey acabou vendo a coisa mais linda, a coisa mais formosa, a coisa mais bem feita, Greda e seu rosto de jovem virgem (o que era mesmo, até Frey tirar seu cabaço).

Mas naquele instante, Frey achou que não poderia tê-la, já que ela era filha de um Jotun e Frey não tinha nada que pudesse agradar a moça. Vendo que iria ser virgem o resto da vida, Frey ficou depre. Njord vendo a tristeza de seu filho, chamou Skimir para falar com Frey. Skimir veio imediatamente, pois além de puxa saco de Gerda, ele também era amante amigo de Frey. Então após muita conversa, Skimir disse que poderia ajudar Frey caso ele desse um cavalo bem dotado para uma orgia furry que iria rolar em Valhala. Frey aceitou, e Skimir foi logo falar bem de Frey para Gerda, mas ela só aceitou mesmo se casar com Frey por causa daquela macumba que eu falei anteriormente, tá lembrado?

Pois bem, quem ameaçou jogar aquela macamba pra ela foi Skimir, que queria que essa puta se casasse logo com Frey por causa do acordo que fez com ele. Claro, após isso, Gerda aceitou se casar com Frey, e Gymir ganhou a excalibur como dote da moça.

Ver Também[editar]