Ford Versailles

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Típico sonho de consumo da classe média. Este artigo é sobre um carro.

♫ Puta que pariu, pisa no freio, Zé... ♫

Ele queima óleo, suja sua garagem, solta fumaça e sempre lhe deixa na mão no meio da estrada!

Cquote1.png Você quis dizer cópia do Santana? Cquote2.png
Google sobre Ford Versailles
Cquote1.png Você quis dizer carro de Tiozão? Cquote2.png
Google sobre Ford Versailles
Cquote1.png Não é aquele seriado que passa na TV?!... Cquote2.png
Carla Perez sobre Versailles
Cquote1.png Não coube na minha garagem!!! Cquote2.png
Proprietário sobre Versailles
Cquote1.png Eu tenho medo!!! Cquote2.png
Chevrolet Monza sobre Versailles
Cquote1.png Não é SANTANA CARALHO, É VERSAILLES!!! Cquote2.png
Proprietário puto da vida sobre as pessoas que confundem os carros
Cquote1.png Vou botar trêskilimei de turbo e dois pares de orbitais!!! Cquote2.png
APzeiro sobre Versailles
Cquote1.png Não é TEMPRA CARALHO, É VERSAILLES!!! Cquote2.png
Proprietário puto da vida sobre as pessoas que ainda confundem os carros
Cquote1.png Isso é um carro ou uma banheira? Cquote2.png
Sua mãe sobre você ter comprado um Versailles

Ford Versailles
Ford-versailles-1.jpg
Origem Bandeira do Brasil Brasil
Fabricante VW Ford
Tipo sedan médio
Ocupantes +10
Nível de Segurança Tanque



História do Versailles[editar]

Versailles com rodas do tipo Audi, típico do APzeiro.

O Ford Versailles surgiu a partir da suruba joint venture entre a Ford e a Volkswagen, chamada Autolatina. A Ford precisava de um substituto para o já idoso defasado Del Rey, e já que estavam com preguiça de criar um carro do zero, resolveram copiar tudo que o Santana tinha com exceção do interior. Vinha inicialmente nas versões GL 1.8 e Ghia 2.0 (ambas com carburador), injeção eletrônica era opcional mas vinha de fábrica a partir de 1993 (carro de luxo e atrasado, palmas para a Ford!!!). Herdou do Landau a capacidade do porta malas ou melhor, porta cadáveres que podia levar quase toda sua família, inclusive você!!! Sendo um carro referência pros manos que adoram botar caixas de som pesadíssima (quase rebaixando o carro) e assassinos de aluguel que não tinham condições de comprar uma perua armazenadora de corpos. Em 1994 os bancos do Versailles passaram a ser o mesmo do Escort, um retrocesso imenso para um carro tão "luxuoso" como diziam que eram, e um ano depois a grelha frontal também vinha do Escort MK5 substituindo aquele frente seca e feia. Com a chegada do Mondeo importado da Bélgica no mesmo ano que o Versailles recebia um facelift no visual, o Mondeo passou a rivalizar internamente e comer o cu tomar o lugar do mesmo no ranking de vendas, portanto, a banheirona da Ford bateu as botas em 1996.

História do Versailles Royale[editar]

Royale pronta pra levar seu corpo pro além.

A versão funerária perua foi lançada um ano depois da versão sedan, em 1992, e só tinha versão duas portas pra não competir com a Quantum o carro original. Também tinha as mesmas motorizações do banheirão, 1.8 GL ou 2.0 Ghia. O porta malas era um pouco maior, podendo levar 4 a 5 caixões de uma vez só. Com o facelift do sedan, a Royale ganhou uma versão quatro portas (até porque o casamento acordo já estava praticamente acabado) e assim como a versão três volumes, a Royale foi pro colo do capeta também em 1996.