Fiat Siena

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Para quem é viciado no gamezinho de merda Car Town (Facebook), essa é a versão do Fiat Siena para ele.

Cquote1.png Você quis dizer: Carro de taxista Cquote2.png
Google sobre Fiat Siena
Cquote1.png Você quis dizer: Fiat Hiena Cquote2.png
Google sobre Fiat Siena
Cquote1.png Você quis dizer: Palio com porta-malas maior e GNV junto Cquote2.png
Google sobre Fiat Siena
Cquote1.png É o carro da mamãe Cquote2.png
Garotinha de três anos reconhecendo o Siena na revista Quatro Patas Rodas
Cquote1.png Siena 1.8 é carro de fuga, É NÓIS Cquote2.png
Bandido olhando para um Siena 1.8 estacionado, baseando-se na experiência que teve com um Palio 1.8R
Cquote1.png Tem bancos de couro? Cquote2.png
Ex-dono de Fiat Linea que se endividou e teve que dar um downgrade para um Grand Siena,a cópia do Linea

Fiat Siena é uma derivação que possui o mesmo entre-eixos do Palio Weekend, que tem a base no Palio, que tem a base do Mille, baseado no Uno, baseado no Fiat 147, que teve como ancestral o Fiat 127. Mas continua a ser um carro bem vendido no Brasil, pois ninguém sabe disso...

O Siena do capeta, vermelho e tão feio quando ele!!!.

O Siena nasceu em 1997 mais feio do que o capeta, com a frente torta do Palio, rodas "esburacadas" e traseira de Ornitorrinco, e foi melhorando com as re-estilizações que recebe de seis em seis meses. Hoje, ele está parecido com os carros da Alfa Romeo, mas não se engane: entre e você vai ver que o espaço interno continua o mesmo desde 1997, e o painel continua com as ridículas saídas de ar-condicionado baixas.

O Siena tem muitos, mas muitos outros problemas:

  • Botões do Ar-condicionado serram as suas unhas
  • Botões do rádio são podres, curtinhos, parecem botões de CD Player de R$ 80
  • Motor 1.0 manco, não passando de 60 km/h na estrada e 30 km/h na cidade
  • Entre-eixos de 1 metro
  • Carpete inflamável
  • Extintor de incêndio fora do prazo de validade
  • Maçanetas internas do Uno Mille
  • Entrada USB torta de fábrica
  • Lanternas que acumulam água
  • Porta-óculos quebrado

Atualmente, o Fiat Siena serve a diferentes tipos de pessoas:

  • Taxistas (1.0 ou 1.4)
  • Taxistas muquiranas
  • Velhinhas de 70 anos ou mais, que receberam o carro de presente
  • Mamães que tem uma criança que precise utilizar cadeirinha (é, só uma, pois o Siena não dá conta de duas)
  • Assaltantes (e tem que ser o modelo 1.8 HLX, ELX, ou qualquer porra parecida, pois se for Fire 1.0 ou ELX ou Tetrafuel 1.4 eles se fodem)

O Siena está tão derrubado que a Fiat mudou drasticamente o carro em 2012, chamado de Grand Siena, e ficou quase igual, ou melhor dizendo, uma cópia do Linea.

Se você vai ao sítiozinho, e precisa ter um sedan, seus probremas acabaram com o Siena Adventure Locker!!! (ATENÇÃO: Esse carro tem motor 1.8, então cuidado com os ladrões, pois isso é um assalto, porra!)
Linea e Grand Siena: qualquer semelhança é mera coincidência.

Verdades sobre o Fiat Siena[editar]

  • O Julius Rock tem um Grand Siena na garagem.
  • Pode contar: de 10 carros na rua, vai ter pelo menos alguém Siena. Numa favela, três de cada 10 carros são Siena.
  • Os bandidos podem até gostar do Siena, mas preferem a brutalidade e a caçamba da Fiat Strada Adiventure Lóquis.
  • Os donos que compram Siena HLX (ou Grand Siena Essence) nunca utilizaram a entrada USB no porta-luvas.
  • Todo Siena de mulher tem as rodas ou os para-choques arranhados. (Mesmo que tenha sensores de estacionamento)
  • A Fiat, com a união com a Chrysler, cogitou uma versão do Siena R com conjunto de motor, câmbio e suspensão do Dodge Viper V10. Mas a frente do Siena teria que ser aumentada em três metros.