Espiritismo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Francia d.JPG ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Lembre-se de quem perdeu todas as guerras para a Inglaterra.

Cquote1.png Você quis dizer: Macumba Cquote2.png
Google sobre Espiritismo
Cquote1.png Você quis dizer: Amigos do Gasparzinho Cquote2.png
Google sobre Espiritismo
Cquote1.png Na União Soviética o espírito recebe VOCÊ!!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre espiritismo
Cquote1.png Essa história de fantasmas não existe!! Cquote2.png
Scooby Doo sobre espiritismo
Cquote1.png Não sei, nunca ouvi falar, mesmo se soubesse de algo eu não diria Cquote2.png
Disney sobre Espiritismo
Cquote1.png Porque a Bíblia e o espiritismo se completam. Poderíamos dizer que a Primeira Aliança ou Velho Testamento, a Nova Aliança ou Evangelhos, e a Terceira Revelação fazem parte de um projeto divino, onde Moisés iniciou, Jesus aperfeiçoou e Kardec concluiu. Cquote2.png
Espírita sobre o que leu na Veja
Cquote1.png Uma fábrica de idiotas Cquote2.png
Machado de Assis sobre espiritismo
Cquote1.png Ei, seus idiotas, vão estudar... Cquote2.png
Espírita Nervosinho sobre este artigo

Orgulho Espírita.

Entende-se por Espiritismo a adoração aos seres de outras dimensões (gnomos, duendes, fantasmas, vampiros, mulas-sem-cabeça, políticos honestos e advogados de bom caráter). É também popularmente conhecido como "macumba da classe média".

Conceitos

Allan Kardec

Rivail pregando.

Hippolyte Léon Denizard Rivail nasceu em 1804 na França. Formou-se em Pestalozzi na Suíça. Era um pedagogo frustrado que não conseguia ter um bom retorno com nenhum de seus livros sobre educação. Em 1855, fez um pacto com satanás para ficar famoso e vender suas obras. Em 1868, já era um autor renomado. Tem sido acusado injustamente de racismo, quando, na verdade, tudo o que ousou fazer foi defender a justa e compreensível superioridade dos europeus e seu consequente direito de dominar as outras civilizações menos evoluídas.

Centro Espírita.

Centro

Todos os anos, milhões de pessoas se dirigem aos Centros Espíritas, que nada mais são do que templos de adoração a belzebu. Os Centros vem recebendo queixas da Sociedade Protetora dos Animais devido ao grande número de galinhas pretas que são sacrificadas para alimentar seus rituais macabros. Com o grande crescimento do número de fiéis, os centros espíritas vem se tornando insuficientes para atender a demanda, e já pensa-se em usar também as bordas espíritas.

Sessão kardecista durante a vigência do AI-5

Chico Xavier

Francisco Cândido Charles Xavier era um vendedor ambulante de sapatos usados, que nas horas vagas ganhava a vida fazendo cover do cantor Roy Orbison. Após um acidente em uma escada invisível, tornou-se paralítico. Isso o impediu de ser um vendedor ambulante(pois de vez em quando tinha que correr do rapa, isso o impediu de tal façanha), e então resolveu se dedicar à psicografia. Seus negócios prosperaram tanto que ele pôde prestar grande ajuda humanitária aos moradores do Planeta Chupão, desolados pela epidemia. Relatos inquestionáveis e verdadeiros da liga dos espíritos defensores do sistema solar afirmam o Planeta Chupão foi desestabilizado de forma bastante similar à Terra durante o dilúvio da época da Arca de Noé, fato provado por publicações científicas de Xavier, que apontam que o planeta Chupão passou próximo da órbita da Terra nessa época.

Algumas correntes acreditam que Chico Xavier seja na verdade o pseudônimo do lendário Imperador do Acre Chico Mendes, este, um Highlander milenar, testemunha ocular da história do pobre interior do Brasil.


Ectoplasma

Camada periférica do citoplasma celular que envolve o endoplasma. É constituído de água e moléculas de proteína.

Médium

Chico Xavier, maior representante dos médiuns no Brasil.

Médiuns são pessoas iluminadas capazes de se comunicar com fantasmas ou fazer mágicas genuínas que, curiosamente, são sempre menos impressionantes que os truques do x-pírita David Copperfield. Os médiuns são pessoas evoluídas e sem apego material: apesar de serem capazes de provar que fazem coisas sobrenatuais, nunca se importaram com o prêmio de um milhão de dólares oferecido pelo mágico profissional James Randi na Califórnia, nem mesmo para fazer caridade.

Mutantes

Segundo o X-Piritismo, os xpíritas são mutantes que tomarão conta da Terra e de outros mundos do universo. Por serem mais evoluídos que os humanos primitivos, são mais inteligentes, mais legais e mais santos, e quase nunca sentem vontade de cair na putaria no ectoplasma mundano. Além disso, cada um deles tem poderes específicos, como por exemplo, escutar à distância, ler lábios, escrever com letra de médico, praticar brainstorms, hipnotizar, voar e ensinar física quântica para leigos.

Um poderoso X-pírita, conhecido como David Blaine tem o poder de transformar seu corpo em borracha e flutuar alguns centímetros acima do chão, com a ajuda de forças cósmicas brutas e brutais. Já um outro também famoso, David Coperfield consegue desmaterializar o corpo e atravessar a Muralha da China. Como é um processo muito visceral, ele faz tudo por trás de lençóis. Note que os dois chamam-se David, que ao contrário lê-se Divad, ou ainda, Diva D, a mesma pessoa com quem Crent Richaço e Nike Jegge dançaram um dia.

O maior amigo e inimigo dos X-píritas é o Dr. Froúid Magneto, que vive usando a força bruta contra a força do plasma x-pírita, divulgando o poder do metal com seus capangas Milho, Dama de Ferro, Zepelin de Chumbo, Acide-se, Homem Pantera e o perigoso Bom Jovem, que juntos conspiram contra o silêncio do hiperespaço, além de querer ferrar tudo aqui na Terra com os violentos General William Stryker e Senador Kelly Key .

O Dr. Froúid Magneto é frequentemente culpado pelos X-píritas por fazer o bem e o mal. O que se sabe é que ele joga xadrez num xadrez de vinil. Lá ele recebe mulheres vestidas com botas e saias de vinil, só ouve música de vinil e senta-se num sofá de vinil. E ele já fugiu de lá pisando em vinis do Zeca Baleiro.

Segundo os X-píritas, se você não é um mutante, azar o seu. Não há nada que você possa fazer a não ser curtir uma vida desregrada e sem culpa, afinal de contas, um cego não pode se culpado de estar brega...

Vocabulário espírita

  • Metempiscicose: método de pesca que consiste na utilização de música para atrair os peixes. Aquaman se mostrou um grande adepto desta mediunidade.
  • Parapiscicologia: uso de técnicas não ortodoxas na captura de peixes, como, por exemplo, o uso de diálogos convincentes para que o peixe pule pra dentro do barco. É muito utilizado na região norte, e a prática é conhecida como pororoca, provando que os caboclos nortistas são muito mais inteligentes que os caboclos do sudeste, que acham que sabem falar a língua dos animais (a mesma que os Testemunhas de Jeová falam).

Diálogo típico na técnica da Parapiscicologia:

-Hum mizifio... tá ruim aí na água?
-Tá não...
-Vúixumxê tem qui pulá pra di dentru do barco, xinão vóixumxê vai ficar gripado.
-E o que eu ganho com isso?
-Humf..buf..cof... xumxê ganha uma cama quentinha....

A parapiscicologia é alvo de calorosos debates na moderna seita satânica doutrina. O fato central da discussão é a interpretação kardecista de que o nortista é um ser mais evoluído que o povo do sudeste, que destoa de conceitos fundamentais kardecistas, onde o mais branco é obviamente mais evoluído.

  • Piscicografia: ciência que estuda a dinâmica dos cardumes e suas interações com as correntes marítimas, assim como a influência de diversos fatores (salinidade, temperatura e pH da água). Também é responsável pela delimitação de zonas preferenciais de pesca. Os maiores centros de pesquisa estão localizados no Japão, país com uma das maiores produções pesqueiras mundiais. Mais uma vez, nota-se o interesse do Espiritismo pela pesca.
  • Perspírito: acrônimo de Perspiração do Espírito. Alusão ao fato de o Espiritismo considerar a sudorese um fenômeno etéreo. É tipo um adesivo que cola seu espírito no seu corpo material.
  • Pneumatografia: Os espíritas provam com essa teoria que pneus não sabem escrever. Foi comprovada com pesquisas em laboratório e com análises estatísticas sérias, obsevando-se uma população de 12.000 pneus novos e recauchutados. A conclusão sólida é a de que eles não escrevem mesmo.
  • Reencaração: Olhar para a cara de alguém de novo. Geralmente feito para confirmar se a pessoa está possuída.
Não tem nada, absolutamente nada a ver com o X-piritismo, mas olhe que gordinha cretina.
A técnica de metempiscicose tem sido bem sucedida.
O uso de redes é uma prática conclusiva na metempiscicose.
Zona de pesca.


Planeta Chupão

Planeta Chupão.

Planeta místico, infestado por barbeiros (chupões), que transmitem a doença de Chagas. Tal epidemia tem forçado inúmeros espíritos a se mudarem para a Terra.

A vida em outros mundos

Cquote1.png Sim! Há vida em todos os globos que se movem no Espaço! Cquote2.png
Livro dos espíritos, pag. 55

A astronomia avançou com a descoberta de que a Terra não era o centro do universo. Desde então, todos começaram a se perguntar com mais frequência, "existe vida em outros planetas?". Na vanguarda do iluminismo e em nome do progresso universal, a doutrina espírita foi a primeira a responder a questão com clareza, ainda de forma errada e absolutamente vexatória. Assim, jogou se luz nos olhos da humanidade para compreender a Natureza, com o usual toque de pseudo superioridade da doutrina.

Kardec, no alto de seu bom senso mediúnico e imbuído por forte vontade de resolver a questão da vida em outros planetas, foi tomado pelas descobertas de Galileu (ou dos espíritos guias) e afirmou que havia vida em todos os "globos" (sic) do espaço. Cogitou-se colocar a ideia como ridícula. No entanto, é de amplo conhecimento dos espíritas que Kardec só pode ser refutado em partes quando convém, o que não aconteceu. Na época ele era a autoridade central da doutrina religião e ponto de equilíbrio do retardo. O fato é que a partir de então não havia espaço para dúvidas. Certamente havia vida em todos os globos.

Diante de perguntas óbvias como, para onde foram os gênios da humanidade até então?, Kardec consultou mais uma vez o Google seus guias espirituais e com uma livre adaptação, totalmente fora de contexto, respondeu que Jesus Cristo disse: "Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar." (Jo 14:3)

Deu-se a questão como resolvida, pois ninguém pode contestar o que Kardec falou e Jesus confirmou, sob pena de ser visto como um idiota que não entendeu nada. Recentemente a ciência conjecturou a impossibilidade de haver vida em todos os planetas, e para não sair por baixo e parecerem idiotas, mudaram a interpretação. Espíritas agora afirmam categoricamente que Kardec dizia sobre outras formas de vida, inclusive espiritual, fantasmal, de mulas sem cabeça, etc.

Conclui-se, com robustas evidências, que Jesus Cristo falava em códigos e soltava pagadinhas fora de contexto, do mesmo modo que seu tio gordão sem noção no churrasco, que Kardec falou algo que ele não sabia, mas que no fundo ele sabia, e que realmente existe vida em todos os globos.


Esclarecimento: Espiritismo não é religião

Tem sido difundida a ideia errônea de que o Espiritismo é uma religião, quando, na verdade, é uma ciência. Atualmente, existem laboratórios espíritas espalhados por todo o mundo que funcionam nas universidades de Coimbra, de Paris, de Oxford, no Instituto Tecnológico de Massachusetts, na Nasa etc. Já existem infinitas provas científicas de que todos os fenômenos descritos por Allan Kardec estão corretos, como por exemplo evidências anedóticas, testemunhos de gente que não podia estar mentindo e estudos que dependem do ponto de vista subjetivo. Portanto, o Espiritismo não precisa, não deve e não pode ser questionado sob quaisquer argumentos que sejam.

É importante também esclarecer que no espiritismo, não há dogmas. As seguintes frases ilustram bem isso:

1) Deus existe;

2) Deus é justo;

3) Charlatões Médiuns podem se comunicar com os mortos.

Em outras religiões, as frases acima são consideradas dogmas, mas no espiritismo não! Por que não? Ora, por que não e pronto.

Cquote1.png Mas o que não contavam é que, até a Ciência, por sua definição, é auto questionável e, portanto, qualquer estudo ou pseudo-ciência que, por si só, se considere "inquestionável", por definição lógica e história, é dogmático. Ou seja, espiritismo é religião, tenta fazer que seus dogmas sejam considerados incontestáveis, assim como em qualquer outra religião. Cquote2.png
Ciência sobre Frase acima

As obras básicas do espiritismo

As obras básicas do espiritismo, também conhecidas como codificação do demo espírita. Todas as "obras" são fortemente caracterizadas pelo seu cunho científico e moral, além da exposição de verdades e explicações que não existem em nenhum outro local. As obras básicas impõem um forte sentido de superioridade no leitor espírita, pois com esse conhecimento há resposta para todos os males do mundo.

O Evangelho segundo o espiritismo: É a obra mais famosa da macumba kardecista, onde Kardec filosofa e avalia a natureza humana, a caridade e alguns ensinamentos bíblicos. Obviamente, só ensinam sobre bondade de Cristo e caridades, mas por uma razão desconhecida (ou ignorada) retiraram aquelas partes chatas dos ensinamentos da Bíblia que diz que Jesus é o Salvador da humanidade e morreu pelos nossos pecados, que obras não salvam, que é proibido a comunicação com mortos, que mortos estão mortos e toda essas coisas que um cristão deveria saber, ou deveria se ignorar por conveniência. A ideia central é a utilização de partes da imagem e caráter de Jesus Cristo como validador da doutrina no mundo ocidental. Afinal, se não falar de Jesus é pura e simplesmente macumba, e aí o povo não aceita.
A validação dos princípios doutrinários religiosos se dá de forma um tanto complexa: o livro mostra que o mundo é legal, todos são legais e tudo é legal, além também afirmações verídicas e comprovadas sobre vida após a morte. Nota-se uma forte relação com coaching e auto ajuda. Uma obra absoluta (lavagem cerebral), sem contradições, onde se prega o amor de Cristo para todos (exceto para quem não é caucasiano).

A gênese: Explica cientificamente como tudo surgiu, falando sobre vida em Marte e civilizações avançadas como a Lua da Terra.
Falando a verdade, esse livro é tão idiota que eu nem li. Os outros eram engraçados, mas esse é absurdamente imbecil.

O livro dos charlatões médiuns: Teorias para quem quer se comunicar com espíritos. Em geral, refutam-se todas as críticas dessa obra com um satisfatório é assim porque é. Segue um resumo da obra:

  • Capítulo 1: Há espíritos? Sim, eu já vi, então existe. Se você não crê, é burro. Leia todas essas verdades e seja pseudo-intelectual inteligente.
  • Capítulo 2: Eu sei de tudo, uma introdução à charlatanice.
  • Capítulo 3: Reafirmo: quem não acredita em mim é um bosta.
  • Capítulo 4: Como negar o charlatanismo usando charlatanismo. Como negar alucinações e demonismo usando desculpas como demonismo e alucinações. Como sempre, provas irrefutáveis. As provas científicas descritas têm como fonte lixos livros do mesmo autor.
    Exemplo: É verdade porque tá escrito em outro livro meu! (Kardec copiou esta da Bíblia: a Bíblia está certa porque tem um monte de pastores que dizem que está, oras, então está).

Sistema da loucura: É o vale do amanhecer em Brasília, um hospício que tem esse gentil nome por causa de internos que ficaram loucos e acreditaram em Kardec.
A segunda parte do livro, em versões conservadoras possui o nome como o espírito atua sobre a matéria. Nas edições mais liberais lê-se: Como ganhar dinheiro fazendo coisas idiotas se moverem. Subdivido em:
Coisas inúteis se movendo: É tão inútil que nem vale a pena falar sobre isso.
Manifestações inteligentes: Espíritos que dão aula de cálculo integral e diferencial, e são na maioria matemáticos, engenheiros e cientistas da computação. Universidades renomadas no Brasil estudam o fenômeno para implementar um ensino a distância mais dinâmico, onde se tem aula em casa com espíritos. Aulas presenciais no sábado para provas, sem consulta ao Gasparzinho.
Manifestações físicas espontâneas: Soltar peido, falar que não foi você e botar a culpa em espíritos de ordem flatulenta.
Terceira parte: Troca de sexo, bicorporiedade. Especialização em charlatanice. Aulas de autoajuda e de como ser legal para o espiritismo parecer legal.

O céu e o inferno: Sistema penalizante das almas de acordo com a terra dos Teletubbies. Revisado pelo espírito de Dipsy.
Para não desanimar os seguidores do espiritismo e pessoas que acham que vivem nas colinas distantes dos Telettubies, Kardec nos mostra nesta obra com toda a sua verdade inventada e baseada em fatos verídicos de conto de fadas que quando você morre nada é perdido. A não ser claro, sua mente que vai para o esquecimento, seu corpo, sua honra, seu dinheiro, sua mulher e até seu cabelo e seus dentes. Se você nasceu sem cabelos e dentes, curiosamente o seu corpo volta ao pó mesmo assim.
Vemos forte apologia à vagabundagem nessa obra, pois nos preocupamos com outras vidas e esquecemos e que nada acontece como no jogo do Sonic, onde ele pegava vidas pulando como uma bola em cima de uma televisão com a cara dele fazendo símbolo de paz e amor com as mãos. Resumo da obra
Capítulo 1: Vamos dormir, na próxima vida a gente faz alguma coisa.
Capítulo 2: Kardec tem uma lógica tão incrível que nos mostra nesse capítulo que não devemos temer a morte porque não. De algum modo devemos contrariar nossos instintos, num tipo de desafio ou pegadinha divina.
Capítulo 3 - O céu: Sei lá, não tem espírita no céu não. O espírito de Dipsy entrou em contenda com Kardec falando que não tinha que ter esse capítulo, confirmando com a Bíblia que diz "Não se achará no meio de ti [...] nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti (como muita gente acredita na bíblia, com passagens estúpidas como esta, porque não crer também nas sandices que ele, Kardec, estava dizendo?)." Então Kardec põe a culpa em Moisés, pois um dia Moisés tava descendo a rua quando o bonde dos canaeus encheram ele de porrada. Daí ficou por isso mesmo, todo mundo acreditou. Moral do capítulo 3: Nem me pergunte, eu boto a culpa nos outros.
Capítulo 4 - O inferno: A ideia básica desse capítulo é a de agradar a todas as pessoas, levando até emos acreditarem que a vida é boa, pararem de chorar e virarem machos. Mas nem emos acreditam nesses livros, então fica por isso mesmo. Explica sobre o limbo, uma fase difícil pra cacete do Doom, antes da Refueling Base. Na opinião de 14% dos jogadores, Refueling Base é a melhor fase de todos os Doom's.
Capítulo 5: O purgatório. Kardec fala sobre um interessantíssimo circo de pulgas aonde você passará a eternidade se coçando.
Capítulo 6: Kardec explica como a força da vontade realiza desejos graças aos espíritos, principalmente os que estão presos em lâmpadas - basta esfregar duas vezes e ganhar três desejos.
Capítulo 7: Fala sobre penas futuras, ou seja, é como comprar as coisas nas Casas Bahia a prestação sem entrada um dia antes de o mundo acabar. Não se esqueça de ser gentil com o vendedor, mostrando que você é legal, como todo espírita.
Capítulo 8 - Os anjos: Só tem uma frase nesse capítulo. "Nunca vi".
Capítulo 9 - Os demônios: onde Kardec viveu. Conta da sua família, dos seus tios, da sua casa. Tenta fazer uma cartilha de turismo. O capítulo tem 430 páginas.
Capítulo 10 - Fala da intervenção dos demônios nas manifestações. Explica de A a Z manifestações.
Capítulo 11 - Proibição de evocar os mortos: Kardec diz que nunca se importou com isso, e demonstra como usar o necronomicon a Bíblia como lhe convém. Ele diz que não são demos, são seus parentes e vizinhos do inferno.
Parte 2 - Exemplos: Uma mistura de invencionice com charlatanismo, vários exemplos verídicos (dizem que é) de mortos falando que lá é legal, da justiça etc, etc. O objetivo é enganar trouxa, fazendo-o acreditar nessas baboseiras.

Macumba de classe média X macumba de preto

Cquote1.png O progresso não foi, pois, uniforme em toda a espécie humana; as raças mais inteligentes naturalmente progrediram mais que as outras, sem contar que os Espíritos, recentemente nascidos na vida espiritual, vindo a se encarnar sobre a Terra desde que chegaram em primeiro lugar, tornam mais sensíveis a diferença do progresso(sic). Com efeito, seria impossível atribuir a mesma antiguidade de criação aos selvagens que mal se distinguem dos macacos, que aos chineses, e ainda menos aos europeus civilizados Cquote2.png
Allan Kardec sobre negões macacos, negões negões, negões crioulos, chinas e latinos



Quem acompanha filmes, desenhos, sonhos, etc, já pôde perceber que os fantasmas negros estão em franca e evidente minoria. Quando muito, os fantasmas negros (chamados de vultos, ou encosto) estão associados à energias negativas e à macumba de gente pobre - o que, em si, também é coisa de preto. Kardec, na sua luta ardua e científica rumo à ciência espírita universal, também abordou este problema.

Para a infelicidade dos espiritas nervosinhos, fazendo uma busca no google detalhada pesquisa nas obras de Kardec, encontramos a explicação intuitiva deste fascinante problema. Kardec se pergunta:

6. Por que há selvagens e homens civilizados? Se tomarmos uma criança hotentote [1] recém nascida e a educarmos nas melhores escolas, fareis dela, um dia, um Laplace ou um Newton?" (Allan Kardec, O Livro dos Espíritos, Instituto de Difusão Espírita, Araras, São Paulo, sem data, capítulo V, p. 126).

Em conexão mediunica com o espírito branco mais camarada do outro mundo - e também o mais famoso - Kardec obtem a seguinte resposta:

Espírito de luz, caucasiano e cheio de boa vontade, esperando a próxima corrente oceanica a caminho de um centro espírita brasileiro.

"Em relação à sexta questão, dir-se-á, sem dúvida, que o Hotentote é de uma raça inferior; então, perguntaremos se o Hotentote é um homem ou não. Se é um homem, por que Deus o fez, e à sua raça, deserdado dos privilégios concedidos à raça caucásica? Se não é um homem, porque procurar fazê-lo cristão?" (Allan Kardec, O Livro dos Espíritos, Instituto de Difusão Espírita, Araras, São Paulo, sem data, capítulo V, p. 127).”

Podemos agora, à luz de Kardec, descobrir por que há tanta enfase nos fantasmas espíritos brancos, ou, em linguagem civilizada, caucasianos. Gasparzinho responde a Kardec dizendo que se os negros são mesmo homens, "por que Deus o fez e à sua raça, deserdado dos privilégios concedidos à raça caucásica?" e, mais ainda, afirma que, caso o negro não seja homem, então por que tentar fazê-lo cristão?

Com este argumento indefensável, Kardec fundamenta as bases da distinção entre a macumba de classe média e a macumba de preto, além de sacramentar o branco como look oficial para os espíritos de bem. Os negros, e, consequentemente, seus espíritos, ou bem são homens, mas estão claramente afastados de Deus; ou nem são homens, não tendo sequer espírito, e seria uma perda de tempo tentar catequizá-los abraçá-los na doutrina, ciência, sabedoria, salvação espírita. Kardec então, utilizando-se da mais pura lógica aristotélica, dá mais uma das inúmeras contribuições do espiritismo ao desenvolvimento humano branco, europeu, masculino e civilizado.

Se você acha que para por aí, não se engane. Kardec também reserva algumas linhas para falar do 'x-píritos amarelos'.

Cquote1.png A ignorância do princípio de que são infinitas as perfeições de Deus foi que gerou o politeísmo, culto adotado por todos os povos primitivos Cquote2.png
A Genese, pagina 78.

Sim meu caro descíclope, 80% do japoneses são primitivos, por serem xintoístas e portanto politeístas. Não se deixe enganar por seu alto IDH ou alta taxa de alfabetização, trata-se de um povo muito primitivo. Por quê? Quem você acha que é para questionar Kardec?

Recentemente, assim como em toda religião, foi mudado o entendimento dessas complexas questões, de modo a abarcar o maior número de fiéis, além de não virar chacota por motivos óbvios. Hoje em dia não se dispensa o dinheiro a integração dos fiéis pretos, pardos e etc. Alguns dirão que se trata de evolução do pensamento humano, consoante às ideias espíritas. Outros dirão que é só mau caratismo.


Espíritas Ilustres

Raica Oliveira contribui para a divulgação do espiritismo.
O ex presidente é adepto da Maléfica Doutrina.
  • Raica Oliveira

Como parte de um programa para divulgar seus ensinamentos, Allan Kardec chegou a contratar modelos profissionais como Raica.

  • Luiz Inácio Lula da Silva

O ex presidente Lula também é espírita. Muitos acreditam que ele foi perseguido no período da ditadura militar por suas ideias socialistas. No entanto, as perseguições deveram-se à defesa incondicional que ele sempre empreendeu em favor da Doutrina Espírita.

Algumas gurias retardadas criadas a leite com pera e ovomaltino são adeptas do espiritismo por pressão dos pais, ou por achar que o mundo é um lugar lindo de se viver. Quando chegam aos 12 anos tornam-se a versão feminina do espírita nervosinho. Pode ser agravado por roceirismo, ver RBD e Harry Potter (e entrando em comunidades do Microsoft Orkut sobre esses intrínsecos assuntos), inferioridade na infância, calombos no toba, diarreia e uma vida de sonhos não realizados (é como se diz nos centros espíritas, "na vida que vem tem mais!").

Espíritos Ilustres

Emmanuel recebendo um chamado do além
Foto de André Luiz quando deputado
  • André Luiz

Nascido e criado em Budapeste, durante sua juventude foi centroavante do Palmeiras. Em 1878 foi eleito deputado. Participou de grandes esquemas de lavagem de dinheiro (dizem que o Edir Macedo ensinou essa a ele), mas graças à sua amizade com Chico Xavier conseguiu escapar do Brasil, exilando-se em Santa Cruz. Conta a lenda que se encarnou, pela última vez, num ornitorrinco.Morreu de ataque cardiaco, quando seu verdadeiro time do coração, o Flamengo, fez a incrível façanha de perder um estadual ganho para o vice da grama

Hoje se sabe o verdadeiro nome de "André Luiz", Faustino Esposel, Este foi realmente o médico dos pobres, e quando vivo foi (fato verídico) três vezes Presidente do Flamengo em 1921, e de 1924 a 1927 (isso explica o porquê, quando bateu as botas do mundo carANALal, foi para o pior umbral que existe no "outro mundo".. ou seja foi po Flamengo do lado de lá). Pobre alma... ops, espírito.


  • Emmanuel

Emmanuel nasceu em 1901. Filho de fiscais da alfândega, desde de criança tinha um sonho: ser motorista de trator. Uma vez, estando sentado ao pé de uma macieira, uma pera caiu em sua cabeça. Concluiu ele que aquela inusitada lei da natureza que puxa as coisas para baixo só poderia ser obra do mundo espiritual. A partir daí, formulou seu maior trabalho: a lei da Espiritação Universal. Suas ideias foram plagiadas por Kardec, que acabou ficando com a fama, enquanto Emmanuel foi condenado ao ostracismo. Emmanuel tem um gêmeo maligno, Ejjoaquim, que é cético e psicografa para a revista Skeptical Enquirer, difamando as ideias do irmão.

Pátria do Espiritismo

Apesar de ter nascido na França, o maior número de seguidores do espiritismo se encontra no Brasil, daí a origem da célebre frase: "Tudo quanto é porcaria vem pro Brasil" (também, em terra onde se cria Edir Macedo e a Igreja Renascer, não se pode esperar muita coisa mesmo...). Pesquisas recentes nos mostram que 143% dos espíritas são sindicalistas, alunos frustrados de cursinho, pseudo-intelectuais que sequer conseguem passar num vestibular. Imbuídos de moral superior (para quase tudo, aqui é Brasil, ninguém é de ferro), ditam a dinâmica e a vida moral/social de cidades que curiosamente são na maioria pobres financeira e educacionalmente.

Evolução das religiões. Note como o espiritismo ganha força no século XXI.

Estatística de 1950.
Estatística de 1990.
Estimativa para 2030.

Prestamos agradecimentos especiais à Federação Espírita Brasileira pelas informações cedidas.

Ver também