Caso Isabella Nardoni

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Caso Isabella)
Ir para: navegação, pesquisa
Loituma.gif Este artigo é sobre algo ou alguém que enche o saco e inferniza os outros por diversão. Se você vandalizar, ele será seu tormento pro resto da vida!
Atenção: leia este artigo com bom humor

A Desciclopédia é um site de humor, não venha nos dizer que pegamos pesado.
Se você levar tudo por trás e ficar com a alma ferida, visite outro artigo.

Por que o leproso não passou no teste de direção? Porque deixou o pé no acelerador.


Cquote1.png Você quis dizer: Sensacionalismo? Cquote2.png
Google sobre Caso Isabella Nardoni

Cquote1.png O que é o que é, entra pela porta e sai pela janela? Cquote2.png
Guri retardado que acaba de aprender uma piada sobre Isabella
Cquote1.png Na União Soviética, Isabella Nardoni joga VOCÊ!! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Caso Isabella Nardoni
Cquote1.png Na Holanda, Isabella Nardoni se joga sozinha, não precisa de VOCÊ!! Cquote2.png
Reversão Holandesa sobre Isabella Nardoni
Cquote1.png Estupra mas não Mata!! Cquote2.png
Dr.Paulo Maluf Sanguinetti sobre Caso Isabella Nardoni
Cquote1.png Meu ganha-pão!! Cquote2.png
Sônia Abrão sobre Caso Isabella Nardoni
Cquote1.png Eu tenho MEDO! Cquote2.png
Regina Duarte sobre Caso Isabella Nardoni
Cquote1.png Você traiu o movimento das criancinhas, véio! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Alexandre Nardoni
Cquote1.png Sô pudesse ô jogarra mil!! Cquote2.png
Jeremias sobre Caso Isabella Nardoni
Cquote1.png Quem nunca errou, que atire a primeira menininha pela janela Cquote2.png
O namorado da Madonna sobre Isabella
Cquote1.png Quem nunca jogou uma filha pela janela? Cquote2.png
goleiro do Flamengo sobre Caso Isabella Nardoni
Cquote1.png Puta que pariu, já faz um mês que isso aconteceu e o Jornal Nacional não fala de outra coisa! Cquote2.png
Você sobre o sensacionalismo do Caso Isabella Nardoni

O caso Isabella Nardoni[editar]

Após tanto “disse-que-disse”, nós da Desciclopédia, em um ato de total inutilidade pública, nos propusemos a reunir nesse espaço tudo sobre o caso da menina Isabella.

São relatos, teses, informações quentes e imagens chocantes que farão você refletir e se emocionar.

O intuito deste artigo não é zombar da tragédia, mas sim, trazer à tona a verdade por detrás dos bastidores.

Nossos repórteres, todos formados em universidades de taubatéfederais, trabalharam diuturnamente para levantar dados e tentar esclarecer um dos casos mais trágicos e comentados do século XXI no Brasil.

Trata-se de uma reportagem investigativa, permeada por entrevistas exclusivas e inéditas nunca dantes vista no cenário pop-jornalístico mundial.

Passamos agora, então, a lhes apresentar, com muito orgulho e o patrocínio dos andaimes Seguraí – sua proteção contra quedas, todo o resultado desse trabalho.

Quem foi Isabella?[editar]

Esta é Isabella Nardoni. Devido a menor idade, o Conselho Tutelar/SP não permitiu a veiculação da foto sem a tarja preta.

Isabella Albuquerque Oliveira dos Santos Nardoni, mais conhecida como "Caso Isabella" nasceu de cesariana, pelo SUS, no dia 18 de abril de 2002 em um hospital público e acabado de São Paulo, capital. Do signo de áries, Isa era uma criança aguerrida e ambiciosa, mas ao mesmo tempo sonhadora e amável.

Isabella praticando bungee jumping.

Sua família, formada por pais psicóticos e irmãos ainda em estado fraldático e sem opinião formada sobre tudo, disse que o sonho dela quando crescesse era se tornar cantora de músicas líricas, tradutora oficial de textos do javanês moderno para o português e virar sócia de Roberto Justus em suas empresas. Segunda sua professora, a anã Janira, “Isa era uma criança muito inteligente, seu passatempo predileto era tirar fotos, praticar esportes radicais e andar em carrinhos de supermercados. Ela era bem moderninha pra sua idade; já tinha orkut, msn, celular e até uma paquerinha com Leandrinho do maternal 3, inclusive ele está bastante depressivo e ultimamente tem falado em se matar. Talvez ele pule de algum lugar por aí... Entendeu? Isa trocadilho.jpg Enfim, sentimos muitas saudades”.

A Isa éla buto legal, a zente blincava di di piquisconde, di péga-péga, pilatinha, di tudo.” – Fredinho, 5 anos, coleguinha de Isabella.

Eu já bati nela, mas depois a gente viramos amigas.” – Priscila, 06 anos, ex-de Leandrinho e amiga de Isabella.

Eu semple rôbava o lanche dela.” – afirma Josielton (Cirilo), 07 anos, com a cara mais lerda sobre a hora do recreio na escolinha.

Quem são os pais, os avós e a mãe biológica da menina?[editar]

Ceguinho Jatobá, primo segundo de Isabella. Disse que não teve coragem de vê-la naquele estado.

Pudemos constatar através de nossas reportagens e entrevistas, cabe lembrar que todo o nosso trabalho foi desenvolvido sob os olhares atentos dos doutores Ana Rêgo (psicóloga policial) e Marco Rôla (psiquiatra forense), que Alexandre, vulgarmente conhecido por “Alê boca-aberta”, um rapaz calvo e com cara de bobo é sim um sujeito maníaco-depressivo, autista e portador da síndrome de down. Seu comportamento denota um ser facilmente manipulável; uma espécie de brinquedinho nas mãos de sua esposa, a ardilosa e clorofílica Ana Jatobá.

Ana Jatobá, prima-avó do famoso ceguinho Jatobá da novela América, é a madrasta da menina Isabella. Ana faz o papel de vilã nessa dramática e comovente história que parou o Brasil. A polícia diz que ela, ao lado de Alexandre, talvez de seu lado esquerdo não se sabe, teria cometido a brutalidade que todos nós já exaustivamente conhecemos.

Ela é tida por todos que a conhecem, e que não a conhecem também, como uma pessoa fria, calculista e de personalidade forte.

Dr. Zóim, Promotor do caso.

Segundo alegam os investigadores, ela tem o perfil de quem cometeria qualquer tipo de atrocidade e sadomasoquismo sem pestanejar.

Investigando mais a fundo descobrimos que ela sofre de TOC (transtorno obessivo-compulsivo) e tem tara sexual por homens de cadeiras-de-rodas e pedreiros suados, informações estas altamente relevantes para o esclarecimento do caso e que já foram levadas ao conhecimento do Promotor do caso.

Os avós paternos (pais do pai) entram nessa história somente para pagar as contas do casal louco. O pai de Alexandre teima em dizer que o filho é inocente, porém sabe que no fundo, lá no fundo, mas lá no fundinho mesmo, ele não é. Sua esposa, mãe do bobinho acusado se reservou ao direito de manter-se calada, até mesmo porque ela tem halitose (mal hálito) e é fanha. Urrul, sorte a nossa.

O avô materno (pai da mãe), Sr. Joaquim Jatobá, mais conhecido por Pé-do-ouvido, é lutador de boxe (categoria peso verme) e já esteve preso por ter dado “uns catiripapos” na filha. Apuramos essa notícia e encontramos, com exclusividade, um boletim de ocorrência atestando que tal fato é verídico. Ele disse a nossa reportagem que há muito tempo parou de fazer isso e que agora quem bate nele é ela. (momento em que lacrimejando, nos mostra em sua boca a falta de um pivô que ela arrancou recentemente na tamancada) Sua esposa, a diabética Dona Matilde Jatobá, disse que sua filha e genro são inocentes; que eles são pessoas doces e têm vários amigos. Segundo ela, os mais íntimos e que acostumavam sair para as baladas com eles eram os amáveis Suzane Von Richtoffen e os irmãos Cravinhos. "De vez em quando eles saíam com Xampinha, mas ele deu uma sumida." - finalizou ela.

No papel de “a donzela indefesa” temos Ana Carolina Oliveira que, segundo exame de DNA feito no Programa do Ratinho, é a mãe biológica de Isabella. Ana Oliveira é uma mulher sonsa calma e tranquila. Durante a entrevista cochilou por três vezes dizendo estar muito cansada (notamos pelas olheiras) e nos disse que já fazia quase 20 minutos que não dormia. No final das contas ela é tão vítima quanto sua filha nessa dramática e comovente história que parou o Brasil.

O real motivo da desavença entre Ana Jatobá e Ana Oliveira[editar]

Conforme notícias que saem a todo o momento pelos meios de comunicação, Ana Jatobá tem tentado a todo custo afrontar sua arqui-inimiga Ana Oliveira. O real motivo da desavença entre elas você vai conhecer agora, com exclusividade, nenhum outro meio de comunicação em massa descobriu o que nós descobrimos, veja:

Ana Oliveira.

As Oliveiras são árvores cujos frutos, as azeitonas, os homens aprenderam a extrair o azeite. Este óleo era empregado como unguento, combustível ou na alimentação, e por todas estas utilidades, tornou-se uma árvore venerada por diversos povos. (isso foi surrupiado descaradamente de algum site por aí) Vai vendo.

Ana Jatobá.

Os Jatobás, sem adentrar muito em botânica (se quiser saber detalhezinhos vá procurar no Google, porque aqui ninguém é obrigado), contêm frutos que podem ser consumidos ao natural, utilizados na confecção de bolos e bolachas, etc.

Aí você se pergunta: aonde eles querem chegar com toda essa merda divagação? Ok. Não seja impaciente, porque essa besteira resposta é bem simples: a briga dessas duas é por pura vaidade! Sim, é pra ver qual das duas “árvores” pode mais, qual é a melhor. Mas só que essa desputinha barata e sem precisão fez o “pau quebrar” e nós, somente nós, com nosso olhar diferenciado (por causa da miopia e estigmatismo que temos) nos atentamos para este fato. A terrível Ana Jatobá, casca dura como ela só, quis “cortar o mal pela raiz” tirando a vida da pequena Oliveira, que ainda era uma mudinha, jogando-a pela janela do sexto andar do edifício London, nessa dramática e comovente história que parou o Brasil!

Teses sobre a causa da morte da menina[editar]

Peter Pan flagrado saindo do prédio na noite do crime.

Peter Pan: Segundo artigo publicado no site Tititi, Peter Pan teria aparecido para Isabella e a chamado para voar, fez um furinho na tela e disse: "- vem, Isa!" A menina, toda encantada, quis seguir seu ídolo, mas esqueceu-se que não sabia voar e caiu, esborrachando-se no chão. O advogado de Peter, Dr Kevin Lomax, que já foi outrora advogado do Diabo, disse que essas acusações são infundadas e que seu cliente tem um forte álibi, pois naquela mesma noite ele estaria em atos fornicatórios com a jovem Wendy, mais conhecida por “boquinha de veludo”, na Serra da Cantareira/SP.

Foto da corda usada para o bungee jumping e manchas de sangue. Segundo a polícia, a madrasta teria limpado tudo com uma fraldinha para ocultar o crime.

Bungee Jumping: A menina, de forma amadora e inconsequente, teria posto uma corda nos tornozelos para praticar bungee jumping em seu prédio, porém a corda teria se soltado fazendo com que ela despencasse. Durante a queda ela teria chocado a cabeça na quina do parapeito do apartamento de baixo, batido numa laje pontiaguda, resvalado em uma antena clandestina de rádio amador, tomado um tiro de bala perdida e caído no jardim. O jardineiro, Zé Marmota, que ouvia um modão de viola numa rádio AM, distraído, passou por cima da menina com o carrinho de cortar grama. Tudo isso teria causado as escoriações que minutos depois a levou pra mais perto de Chico Xavier, ou seja, matado ela.

outra tese é que isabella teria se engasgado, ai a madrasta pegou no pescoço dela pra ela voltar, ai o pai dela levou ela pra janela pra tomar um arzinho, ai enquanto conversavam: pai: filha,pra que time você torce? isabella: palmeras pai, muito nervoso: CORINTHIAS

ai ele se desconcentrou e deixou isabella cair, e caiu em cima de uma palmeira

"Kira":Poucos desconhecem essa tese sobre o caso isabella porém "L" sempre esteve a frente da investigação e chegou a conclusão que Kira é o causador da morte da menina,porém uma das regras do death note nao citadas são:a causa da morte do caso isabella não pode ser outro causador além do caso em que se estende ao caso da causadora dos nardoni que casuaram o caso em que causam o caso que casou com o caso da casudora do caso isabella resultando na morte da menina.

A Perícia[editar]

O trabalho realizado pela perícia paulista, desde o início desta história, é colocado em “check”. Nossos colegas jornalistas e jornaleiros de plantão não têm alisado ninguém e “metem o pau” mesmo. Nós mesmos aqui já metemos muito. Mas, enfim, a Associação dos Peritos Ultrajados de São Paulo (APUM, o “m” é só pra dar um charme) ingressou na justiça depois de relevar milhares de insultos, pedindo um basta! Fora isso, organizou uma passeata em que vários de seus membros saíram às ruas com faixas e cartazes bradando gritos de guerra, tais como: “Pare! Pense! A perícia é competente!” Alguns punks vagabundos (perdão pela redundância) que estavam no local se juntaram ao movimento e depedraram algumas lojas, saquearam alguns camelôs e picharam o carro da perícia que acompanhava o protesto.

O Perito Sanguinetti[editar]

O perito George Sanguinetti, mais conhecido por "Georjão-corte-contuso", e que se acha o popstar-alagoano, convocou a imprensa para uma coletiva e afirmou que os laudos periciais feitos por peritos de São Paulo sobre o fatídico caso da menina Isabella são fantasiosos. Segundo ele, a polícia, que não tinha nada melhor pra fazer, tentou pregar uma peça na família Nardoni, seria uma espécie de "pegadinha do malandro", dizendo que sua filhinha teria caído do sexto andar do prédio onde morava. Porém, Joselito Sem Noção, que participava da brincadeira a teria jogado de verdade. Sem saída, os policiais tiveram que inventar toda uma história para acusar o casal, que na hora dos acontecimentos eram os únicos no local do crime. Georjão disse que vai reanalisar os laudos e provar tudo isso.

O perito Sanguinetti ameaça se matar se sua tese não for aceita pelo juiz.

Sanguinetti, que veio de carona no busão do time do Arapiraca/AL, seu time do coração, chegou à São Paulo para analisar os documentos do processo, pois até o momento ele fez afirmações e criticou todo o trabalho realizado sem ao menos ter tido acesso ao mesmo.

O legista tem experiência em casos assim. Em 1996 ele já havia provado que o assassinato de PC Farias teria sido uma completa farsa e que na verdade PC estaria bem vivo tomando vinho e comendo caviar nas Bahamas. Que a imagem que a mídia veiculou (de um casal morto) era de um carequinha baiano, conhecido por PC Faríeis, que realmente se parecia com Farias, porém estava em outro tempo verbal.

O mestre Sanguinetti é polêmico e já fez revelações bombásticas acerca de outros casos, vale citar, por exemplo, o caso Tiradentes. Ele disse: “seria leviano afirmar que alguém pendurado somente pelo pescoço viria a morrer por sufocamento. Isso contraria toda a literatura legista contemporânea atual de hoje em dia”. Tiradentes estava apenas, e tão somente, senhores, exercitando o músculo de seu pescoço, que é conhecido na medicina por tireo-hióideo. Isto é fato”.

O tenente pedófilo[editar]

A polícia começou a desmontar em São Paulo uma rede de pedófilos que oferecia programas piratas mostrando cenas de sexo com crianças pela internet. O esquema foi descoberto graças a denúncia do menor S.E.X, um hacker autoditada de 7 anos, que também teria sido molestado. Segundo o hacker, tudo aconteceu rapidamente. Ele estava "chavecando" uma "mina" de 6 anos na sala "CHIQUITITAS", aí "alguém" puxou papo e disse, dentre outras coisas, que ele teria ganhado um Playstation 3 com 2 controles e 1 CD, mas para receber o video-game ele teria que ligar sua webcam e mostrar seu "pipiuzinho". Desconfiado, S.E.X ligou para a Polícia Federal e denunciou o caso.

A investigação levou os investigadores a um tenente da Polícia Militar, o tenente Braz-pedófilo, que inclusive (e por isso estou falando dele) atuou no caso Isabella. Quando soube da notícia de que a "casa teria caído para o seu lado", Braz-pedófilo se matou dando um tiro de escopeta em seu próprio ânus para não ser preso.

Alê "Boca-aberta" e o Ten. Braz-pedófilo no dia da tragédia.

Recebemos a foto ao lado e com ela informações de que Braz-pedófilo teria chegado ao local do crime sozinho e quando constatou se tratar de uma criança de apenas 5 anos, ficou visivelmente excitado, foi até a sua viatura e buscou um ursinho de pelúcia dizendo que era para reanimar a vítima, que ainda estava viva. Ele queria porque queria prestar os primeiros socorros atrás de um "matinho" no jardim do edifício, mas isso não foi autorizado pelo pai da criança, pois estava escuro demais no local.

O Julgamento[editar]

A defesa do Casal 20 do crime brasileiro pareceu o Ituano: acabou levando uma enfiada e não conseguiu segurar mais nenhum ataque. Ataque da Promotoria. O juiz errou clamorosamente ao deixar de marcar o impedimento de Ana Carolina Jatobá, que estava em posição irregular na hora do crime, apesar dos berros do bandeirinha. Enquanto isso, a torcida canarinho vibra, a sala do Júri está botando gente pelo ladrão, e só se conseguiu ingresso pro julgamento na mão dos cambistas.

Ver também[editar]