Bauhaus

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Cquote1.png Escola? Nãããããããããããããããããããão!!! Cquote2.png
Criança vagabunda sobre Bauhaus e seus sítios em Weimar e Dessau
Cquote1.png Eu odeio artes Cquote2.png
Você sobre Bauhaus e seus sítios em Weimar e Dessau

Bauhaus é um instrumento de tortura de estudantes uma escola que ensina design, arquitetura e outras artes inúteis na Alemanha. Dentre as sedes da Bauhaus, duas (em Weimar e Dessau) foram classificadas como patrimônio mundial pela UNESCO, para continuar na lembrança dos ex-alunos os anos de sofrimento dedicação ao estudo nas prisões escolas e universidades.

As matérias ensinadas nessa escola são apenas variações da "arte moderna". O ensino dessa arte em Bauhaus foi determinante para que a escola se tornasse um patrimônio, pois apenas coisas sem sentido e importância podem frequentar essa lista (em sua maioria). Portanto, essa escola não serve para muita coisa, apenas ocupa espaço em alguns quarteirões em umas cidades germânicas. As duas sedes principais:

Sedes da Bauhaus[editar]

Weimar[editar]

Uma sede da Bauhaus, aonde os alunos perdem seu tempo aprendendo artes.

A escola em Weimar foi fundada pelo arquiteto Walter Gropius como forma de vingança pelas horas de estudo e sofrimento. Querendo sentir o prazer de ser o torturador em vez de ser o torturado, ele fundou uma escola, aonde os alunos ficariam horas estudando uma matéria inútil, que lhes daria conhecimento o suficiente para exercer uma profissão que dá pouco dinheiro. Bauhaus em Weimar ficou inicialmente chefiada por um cara que vivia de desenhar casas, e só.

O problema é que essa pessoa era estrangeira e não sabia falar alemão. Sendo analfabeto, não poderia dirigir uma escola, então foi substituído. Nos anos seguintes, não ocorreu muita coisa para ganhar destaque: Os professores torturavam os alunos vagabundos usando fórmulas matemáticas e físicas (mesmo sendo uma escola de arte), os alunos utilizavam os conhecimentos adquiridos em sala de aula para a realização de obras deformadas e inúteis, e só.

Os diretores de escola perceberam que desenhar prédios e roupas era algo totalmente inútil e desnecessário. O que realmente dava lucro era desenhar carros esportivos para a Ferrari e outras empresas do gênero. O ensino mudou radicalmente, e os alunos passaram a aprender a arte de desenhar carros esportivos. Na época, um carro esportivo muito famoso era igual a um Fiat 147. Portanto, ele não fazia sucesso e os alunos de Weimar que se formaram na faculdade ficaram desempregados pedindo esmola na rua.

Dessau[editar]

A sede da Bauhaus em Dessau foi, junto com Weimar, uma das piores escolas da Alemanha. Quando foi criada, os alunos que eram comunistas tomaram o poder dos diretores e passaram a ensinar lições de Karl Marx em vez de artes inúteis. O fechamento da escola se deu quando o diretor dessa sede da Bauhaus, chamado Bill Clinton (qualquer semelhança com outro nome é mera coincidência), foi flagrado ganhando uma chupeta de uma estudante; forçando o fechamento da Bauhaus.

Bauhaus nos dias de hoje[editar]

Uma tipica bicicleta estilo Bauhaus que os estudantes utilizam diariamente.

Apesar dos esforços de Hitler para fechar uma escola que pregava que a arquitetura poderia ser uma coisa não tão gay assim, após a II guerra mundial Bauhaus se reergueu das cinzas como uma fênix de purpurina, e ainda hoje ensina o ofício da arquitetura e do design jovens que não gostam de dinheiro.