Amber Heard

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Wecancookit.jpg Este artigo é feminista!

Provavelmente um macho escroto que não encontra o clitóris fez bropriating da mina empoderada que criou o artigo.

Aviso: pode conter male tears de hétero.

ESTE ARTIGO É SOBRE UMA GOSTOSA!!

Ela provavelmente não sabe atuar, dançar, cantar, desfilar, praticar esportes, fazer cálculos matemáticos ou qualquer coisa de útil para a humanidade. Mas quem liga? Todo mundo a conhece apenas porque ela é uma baita duma

GOSTOSA

Tori Black na cama.jpg
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.


Âmbar Heard
Amber-heard.jpg
Ela é tipo uma prima da Scarlett Johansson
Nascimento 22 de abril de 1986
Texas, Estados Unidos
Ocupação pseudoatriz psicopata
Cabelo loira burra

Cquote1.png Você quis dizer: Scarlett Johansson Cquote2.png
Google sobre Amber Heard
Cquote1.png Você quis dizer: Ex-mulher (e quase assassina) de Johnny Depp Cquote2.png
Google sobre Amber Heard
Cquote1.png Bonitinha, mas ordinária. Cquote2.png
Você sobre Amber Heard
Cquote1.png Minha crush. Cquote2.png
Demi Lovato sobre Amber Heard
Cquote1.png Quer tomar o meu lugar!!! Cquote2.png
Angelina Jolie sobre Amber Heard
Cquote1.png Já comi Cquote2.png
Jason Momoa sobre Amber Heard
Cquote1.png Já comi. Mas me arrependi Cquote2.png
Johnny Depp sobre Amber Heard
Cquote1.png Já comi muito no meu caminhão. Cquote2.png
Tasya Van Ree sobre Amber Heard
Cquote1.png Eu também! Cquote2.png
Carlos Lanus sobre o comentário acima
Cquote1.png Roubou meu homem. Cquote2.png
Vanessa Parais sobre Amber Heard
Cquote1.png Figurante extraordinária! Cquote2.png
Todos os diretores de cinema que já a comeram sobre Amber Heard
Cquote1.png Minha atriz favorita! Cquote2.png
Punheteiros e lésbicas retardados sobre Amber Heard
Cquote1.png Ela não tem culpa de nada, foi tudo armação Cquote2.png
Feminista sobre as acusações de que Amber Heard tinha agredido Johnny Depp
Cquote1.png Era um relacionamento abusivo entre as duas partes! Cquote2.png
Feminista depois que a próprio Amber confessou a agressão

Amber Credineusa Foguetão Heard é mais uma dessas atrizes celebridades que são mais um rostinho bonito em Hollywood, que você via os filmes e seriados de TV dela e sonhava em comê-la, mas nunca lembrava o nome, só mais uma loira de farmácia genérica. Até que o mundo inteiro descobriu que ela é uma louca psicótica que tentou matar o Johnny Depp.

Juventude[editar]

Início de uma cena pornô.

Na juventude foi dessas patricinhas que não completou ensino médio, e por isso pode ser classificada cientificamente como loira burra ou puta de esquina. Desde cedo já sabia que seguiria carreira de puta, e portanto, não é de estudo que ela precisa para vencer na vida.

Carreira de fracassos[editar]

Amber orgulhosa de se revelar bissexual e assumir um caso com a miguxa Tasya.

Iniciou a carreira fazendo pequenos papéis (para não dizer irrelevantes) e ficou conhecida mais pelo personagem Greta Mathews da série Hidden Palms, só que o fato é que ela ficou mais conhecida foi através daquelas "listas de celebridades dos sonhos dos onanista" onde a Megan Fox está sempre nas primeiras colocações, Amber Heard é sempre um dos nomes para fazer número.

Para você ter uma ideia do nível artístico da moça, ela fez ponta até em The O.C., um dos piores seriados de todos os tempos. Difícil alguém se rebaixar tanto, é preciso muita falta de integridade, é o que Amber tem de sobra.

Os seus primeiros filmes são de 2005, Friday Night Lights e Side XXX, obviamente no cinema pornô. Amber teve um início como qualquer outra do ramo.

Depois de Hidden Palms, seriado cagado, e foi o seu principal trabalho, Amber atuou em alguns filmes medianos pra ruins. Grande parte do seu cachê são mais pelas revistas de fofoca estadunidenses que por filmes.

Carreira de sucesso[editar]

Finalmente, um grande papel para ela!

Em 2009, Amber resolveu dar uma guinada em sua carreira, e finalmente fez um bom papel em um filme. O filme é uma merda (The Informers, acho que ninguém viu), ela faz um papel secundário, mas vale a pena por causa das cenas de sacanagem protagonizadas pela atriz. No final de 2010, Amber aproveitou que estava em um evento gay e lésbico chamado GLAAD (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation) para soltar a franga (ou, no caso... calçar a sandalinha 44) na frente do público. Levou a miguxa colorids Tasya van Ree, tirou fotos com ela, e tudo o mais.

Após muitos anos fazendo figuração em filmes medianos de Roliúde (entre os quais inclui aquela zumbi gostosa de Zumbilândia), Amber tentou cavar um lugarzinho nas mega-produções da Marvel e interpretar a Capitã Marvel. Mas ela era bonita demais para atrair as feministas e por isso o pessoal da MCU resolveu ir atrás de Brie Larson, a mulher da bunda negativa. Restou a ela a vaguinha de Mera nos filmes da DC. Pelo menos agora ela podia dar pro Jason Momoa á vontade.

O seriado Eu, Gerard[editar]

Digamos que isso foi um... Ah... meio sucesso, apesar do seriado ter feito um enorme sucesso e ter arrecadado milhões de audiência a cada episódio. Bem, ela era uma das protagonistas (tentou roubar o papel principal que pertencia ao Gerard Way, afim de... enriquecer). A Desciclopédia entrevistou em setembro de 2013 um fã assíduo do seriado, que disse a achar nojento as cenas de beijo entre os dois... (...entre outras cositas a más). Depois da fadada entrevista, achamos que o tal fã assíduo era um descíclope. Querido, sua identidade será preservada. Também achamos aquelas cenas lamentáveis nojentas... você não está sozinho. Bem, agora, Marilyn e Gerard estão separados no seriado. Haters desse puto casal estão fazendo campanhas pra eles não voltaram. Bom, que seja feita a nossa vontade!

O caso Johnny Depp[editar]

Em 2011, Amber e Depp se conheceram e desde então engataram um namorico que resultou em casório no ano de 2015. Desde então, o casal já aprontou várias confusões tamanho família, inclusive chegando a ser detidos na Austrália porque Amber tentou dar um dibre na alfândega e não declarou seus cachorrinhos, com medo de que eles fossem confundidos com alguma espécime exótica da fauna australiana e raptados por aborígenes.

Porém o que era doce, se azedou e o casamento dos dois peidou na muzenga em 2016, quando Amber pediu divórcio e chamou um dos advogados que processaram a Desciclopédia para mover uma ação contra o ator de Piratas do Caribe por agressão, que também contatou seu adevogado de direito. Os dois foram condenados. Para pagar o dinheiro do processo, Amber deu uma sapecada em ninguém mais nada menos que o homem mais rico do mundo, Elon Musk. Porém, as coisas não terminaram por aí, porque Amber ainda teve a audácia de escrever um artigo num jornal detalhando os babados anos depois, e mais uma vez Depp mandou um zap pro Pede Mais Um pra tirar dinheiro da vagabunda. No início, as feministas lacradoras detonaram o macho escroto do Johnny e se puseram ao lado da miga Amber que teve coragem de tornar público o relacionamento abusivo pelo qual passou, mas eis que áudios vazam nas interwebs revelando que Amber sempre foi culpada e o exército do empoderamento feminino do Twitter recuou pela retaguarda.

Cquote1.png Lamento não ter batido em seu rosto com um tapa, mas estava batendo em você, não com um soco. Querido, você não levou soco Cquote2.png
Amber mostrando como está terrivelmente arrependida

Lindsay Lohan era bonita antes das drogas.jpeg Este artigo pode levar-te para o lado roxo da Força!

Este artigo é perigoso, tanto pra homem quanto pra mulher, então proteja sua retaguarda e não vandalize. Se você é fã de Renato, fique à vontade!

F m.jpg