AAAAAA:

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
AAA A AAAA AA AAAAAAAAAAAA

AAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAA AA A AAA A AAAAAAAAAAAAA AA AAAAAAAAAA.

55 581 AAAAAAA · 193 878 AAAAAAA

AAAAA

AAAAAAA

AAAAAAAA

AAAAAA

AAAAA

AAAAAAAAAA

AAAAAAAAA AAAAAAAAA
O aterrador Pinóquio, segundo a doentia mente de um artista cubista. Sua infância nunca mais será a mesma.

Cubismo é um famoso movimento artístico incansavelmente explorado nas aulas maçantes de Artes do Ensino Fundamental e Médio, com o qual todo mundo que passou da quarta série (o que não inclui o Olavo de Carvalho) já deve ter entrado em contato pelo menos uma vez na vida. O cubismo é caracterizado por obras que resumem-se em um aglomerado de polígonos e formas geométricas escabrosas, que em conjunto formam imagens de criaturas deformadas e grotescas capazes de trazer à tona os seus mais terríveis medos. Apesar de todo o terror presente nas obras, há quem consiga ver alguma beleza depravada nas pinturas e esculturas, o que acabou consagrando-o como um dos mais importantes movimentos artísticos do século 20, por incrível que pareça.

Uma característica muito comum do cubismo é que ninguém consegue entender o que se passa na tela (nem mesmo os próprios artistas). Além dos quadros parecerem ter sido desenhados por pirralhos do jardim de infância, as combinações de cores utilizadas são sempre as mais sem-graças possíveis, com várias texturas e ondulações espalhadas pela tela, que mais parecem respingos de tinta transformados em borrões para tentar disfarçar alguma cagada cometida durante a pintura do quadro. Alguns pintores conseguem extrapolar o limite da esquisitice, criando quadros que usam umas 200 variações da mesma cor para representar quase todos os objetos desenhados na tela, criando uma paisagem sem originalidade que arde nos olhos.

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter Share on Google+



AAAAAAA A AAAAAA


AAAAAA AAA...


AAAA AAAAA


AAAAAA AA AAAA
 
AAAAAAAAA
FeaturedAAA.png
AAAAA AAAAA(AA) AAA AAAAAAAAAAAAAA, AAAA (AAA)AAAAAAAAAAA AAAAAAAA AAAA AA A AAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAA: AAAA AAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAA AAAAAAA A AAAAAAAAA. AAAAA AAAAAAAAA, AAAAAAAAAAA AAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAA (AAAAA, AAA, AAAAAAAAAAAAA, AA, A, AAAAAAAAAAAA.) A AAAAAA AAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAA AAAA AAAA AA! AAAAAAAAAAAAAA. AAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAA AA A AAA AAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAA AA AAAAAAAAAAAAAA.


AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AA A
AAAAAAAAAAAAAAA A AAAAA AAAAAAAAAA AAA AAAAAAAAAAAAAA AAA A AAAAAAAAAA, A! AAAA A? A AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA. AAAAAAAAAAAAAAAAAAA A A AAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAA, AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA, AAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAA AAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAA AAA AAAAA AA. AAAAAA AAAAAAA, AAAAAAAA AAAAAAAA, AAAAAAAAAA A AAAAAAAAAAAAAAAA.


AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
AAAAAAAAAAAAAAAAA A AAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAA. AAAAAAAAAA AAAAAAAAA AAAA AAA AAAAAA, AAAAAAAAAAA AAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAA! AAAAAAAA AAAAAA AAAAAAAAAAAAAA AA AAAA.


AAAAAAA AAAA AAAAAAAA
AAAAAAAAAAAAAAAAA AA AAAAAAAAAAAAAAAAAA! AA AA AAAAAAAAAAAAAAAA AA AAAAAAAAAAAAAAAAAAA, AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA:


Lista completaComeçar uma nova edição