234-5678

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Esta página é sobre o número de telefone. Se procura outros significados da mesma expressão, consulte 2345678 (desambiguação).


234-5678 (lê-se: dois, três, quatro, cinco, meia, sete, oito) foi, e ainda é, um número de telefone muito popular em diversos lugares do mundo, em especial no Brasil, onde alcançou maior popularidade nos anos 90, com a criação da música homônima por Gabriel, O Pensador. É o telefone da Desciclopédia, um tele-sexo atendido por Doutor Roberto.

Início[editar]

Dom Pedro II consultando a lista telefônica.

Quando D. Pedro II fez a primeira ligação telefônica, lá pelos idos de 1840, passou um trote para Alexander Graham Bell, pelo 234-5678. Quando Grahan Bell disse, em seu português anglicanizado, "Quem ser?", D. Pedro, citou William Shakespeare, em Hamlet: "Ser ou não ser... Ei, esta coisa fala cacete!"[1]

Foi a primeira ligação, o primeiro trote, e em particular o primeiro trote para o 234-5678 feita por um brasileiro.

No exterior[editar]

Trótski, ligando para o Czar.

Poucas décadas depois disso, Leon Trótski ainda se aproveitava deste número.

Na União Soviética, o trote passa VOCÊ!![2], e além disso, por volta de 1917, Trótski ligou para o 234-5678, telefone do Czar Nicolau II à época. Os trotes eram parte do plano de preparação para a Revolução Russa de 1917.[3]

A música de Gabriel, O Pensador[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: 2345meia78

Em 1997, Gabriel, O Pensador lança a música 2345meia78 e ocorre o grande "boom" de ligações para este, o seu número.

Dona Maria Helena (nome fictício) afirma ter recebido mais de 8000 ligações apenas em um dia. A princípio, D. Maria pensou se tratar de seus netinhos, para quem ela assava biscoitos caseiros naquele dia. Lá pela 7878ª ligação, seus netos chegaram, e encontraram D. Maria ao telefone dizendo: "(...) mas meu filho, essa m... tá que é um mingau, já!"

O mal entendido só ficou esclarecido numa semana depois, já que D. Maria fazia pausas na explicação dos netos para atender o telefone, e quando voltava, já havia esquecido do que eles lhe haviam dito antes.

A disputa pelo número[editar]

Em diversas cidades do Brasil o telefone foi disputado a tapa por alguns estabelecimentos comerciais, empresas e profissionais liberais como:

Declínio[editar]

Com a expansão da telefonia fixa no Brasil, a maior parte das cidades passou a adotar oito dígitos e o atrativo 234-5678, passou a ser o pouco lembrado 3234-5678.

Hoje, ter esse número de telefone é uma das coisas mais tranquilas e monótonas. Os estabelecimentos comerciais acima citados que adquiriram o número, em sua grande maioria, faliram.

Ver também[editar]

Notas de rodapé[editar]

  1. Para você, ignorante, que não sabe, essa foi de fato a primeira frase de D. Pedro II ao telefone!
  2. Vide Reversal Russa
  3. Vide Trotskismo #Trotsky e a Revolução Russa